Baixo não é pedaleira.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Baixo não é pedaleira.

Mensagem  Jovem Musico em Sab Nov 02, 2013 3:06 pm

Vejo nas orquestras vários irmãos tocando baixo em apenas 1 oitava como se fossem uma pedaleira. Isto é correto? Existe explicação teórica para isso? Ou nossos irmãos floreiam as frases musicais do baixo?

Veja os as explicações abaixo:
.......................................................
Porque o órgão pode trocar o baixo de forma "popular" em apenas uma oitava?
- Devido a uma limitação na pedaleira, então as irmãs são obrigadas a tocarem assim, mas podem compensar esta falta com o baixo na mão esquerda. E agora no hinário 5 está escrito como se tocar o baixo, deixando elas autorizadas para isso.

Quem não pode fazer isso (ou não poderia) e faz?
- Violão Cello, Sax Barítono e Bombardino. Quando está escrito na clave de fá notas acima do dó segunda linha deveria ser executado na segunda oitava do instrumento ao invés de primeira.

Mas os irmãos ensinam assim?
- Sim, inclusive nos testes.
.......................................................

Gostaria de saber se na comum dos irmãos leitores os baixistas que possuem os instrumentos citados acima cometem este erro musical simplesmente por "achar" que fica bonito?

Jovem Musico

Mensagens : 90
Data de inscrição : 26/07/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baixo não é pedaleira.

Mensagem  Mourão em Sab Nov 02, 2013 8:20 pm

Vejo nas orquestras vários irmãos tocando baixo em apenas 1 oitava como se fossem uma pedaleira. Isto é correto? Existe explicação teórica para isso? Ou nossos irmãos floreiam as frases musicais do baixo?

Veja os as explicações abaixo:
.......................................................
Porque o órgão pode trocar o baixo de forma "popular" em apenas uma oitava?
- Devido a uma limitação na pedaleira, então as irmãs são obrigadas a tocarem assim, mas podem compensar esta falta com o baixo na mão esquerda. E agora no hinário 5 está escrito como se tocar o baixo, deixando elas autorizadas para isso.

Quem não pode fazer isso (ou não poderia) e faz?
- Violão Cello, Sax Barítono e Bombardino. Quando está escrito na clave de fá notas acima do dó segunda linha deveria ser executado na segunda oitava do instrumento ao invés de primeira.

Mas os irmãos ensinam assim?
- Sim, inclusive nos testes.
.......................................................

Gostaria de saber se na comum dos irmãos leitores os baixistas que possuem os instrumentos citados acima cometem este erro musical simplesmente por "achar" que fica bonito?

Jovem Musico
Eu não saberia responder com exatidão.
Tenho notado porém (ainda em relação ao hinário n. 4) que algumas notas mais graves da pedaleira estavam sendo modificadas para a suas correspondentes uma oitava acima.
Os arranjos musicais dos hinos da CCB são simples, a quatro vozes, a que costumamos chamar de "soprano", "contralto", "tenor" e "barítono".
São "acordes de duas notas" na clave de sol, e mais duas notas na clave de fá, o que é suficiente para perfazer um acorde bastante simplificado de quatro notas no total, o que já é razoavelmente agradável ao ouvido e não tão difícil de tocar.
Por definição, portanto, os "baixos" estão como que "excluídos".
Também observo que há uma espécie de "preconceito" (será isso mesmo?) contra os instrumentos e os registros mais graves, onde as principais "vítimas" seriam o bombardão e a pedaleira do órgão.  
Tem realmente pessoas dentro da igreja que simplesmente não gostam dos sons mais graves, dando preferência aos médios.
Como ex-contrabaixista, minha opinião pessoal é de que as notas graves têm o seu real valor, e por isso foram incluídas nos arranjos originais.
Por que estão sendo modificados, eu não saberia responder já que, como ex-músico, não vejo nenhum sentido prático nisso, pois não "facilita" em nada (mas também não atrapalha).
Enfim...
avatar
Mourão

Mensagens : 135
Data de inscrição : 11/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baixo não é pedaleira.

Mensagem  Jovem Musico em Sab Nov 02, 2013 10:44 pm

Mourão escreveu:... não gostam dos sons mais graves ...
No meu caso eu gosto dos sons mais graves. Mas gosto da harmonia clássica dos hinos também. Então do jeito que os irmão tocam "sempre em 1 oitava" eu já acho que tica cansativo. Toque grave quando a partitura pede para tocar grave.

Jovem Musico

Mensagens : 90
Data de inscrição : 26/07/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baixo não é pedaleira.

Mensagem  Mourão em Seg Nov 04, 2013 6:52 pm

Observando que os baixos não fazem apenas uma "marcação rítmica", mas um complemento harmônico por vezes até com contrapontos, o que enriquece em muito a música.

Se fosse apenas pela "marcação rítmica" eu até entenderia esse cuidado - digamos assim - em não deixar aparecer os graves previstos no arranjo original, para que não ficasse parecendo "música do mundo", onde prevalecem o ritmo forte e as sequências musicais óbvias e repetitivas.

Mas já ouvi "comentários de corredor" até mesmo no sentido de que "a baixaria é coisa do demônio" (!!!!!!!).
E já teve alguém que afirmou em entrevista à imprensa que a música clássica é "coisa do demônio"...
Claro está que tal afirmação não provém do ministério oficial.
Mas alguém lança uma semente no ar, e se achar terra fértil, certamente nascerá.
Assim é como o trigo, mas também com o joio e com os espinheiros.

Aqueles comentários devem estar baseados em "Salmos 180" ou em "III Coríntios", ou no "salmo 117 versículo 128" - ou seja, totalmente fora da Bíblia...
avatar
Mourão

Mensagens : 135
Data de inscrição : 11/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baixo não é pedaleira.

Mensagem  Jovem Musico em Qua Nov 13, 2013 8:52 am

Mourão escreveu:Observando que os baixos não fazem apenas uma "marcação rítmica", mas um complemento harmônico por vezes até com contrapontos, o que enriquece em muito a música.

Se fosse apenas pela "marcação rítmica" eu até entenderia esse cuidado - digamos assim - em não deixar aparecer os graves previstos no arranjo original, para que não ficasse parecendo "música do mundo", onde prevalecem o ritmo forte e as sequências musicais óbvias e repetitivas.

Mas já ouvi "comentários de corredor" até mesmo no sentido de que "a baixaria é coisa do demônio" (!!!!!!!).
E já teve alguém que afirmou em entrevista à imprensa que a música clássica é "coisa do demônio"...
Claro está que tal afirmação não provém do ministério oficial.
Mas alguém lança uma semente no ar, e se achar terra fértil, certamente nascerá.
Assim é como o trigo, mas também com o joio e com os espinheiros.

Aqueles comentários devem estar baseados em "Salmos 180" ou em "III Coríntios", ou no "salmo 117 versículo 128" - ou seja, totalmente fora da Bíblia...
Achei engraçado essa do Salmo 180, querendo se tratar de algo que não existe na bíblia.

É realmente um absurdo falar que "a baixaria é coisa do demônio" sendo que o salmo 150 também diz:

(Salmos 150,4) Louvai-o com o adufe e a flauta; louvai-o com instrumento de cordas e com flautas.

Lembrando-se que adufe é uma espécie de ancestral do pandeiro. Sendo assim se eu pegar um pandeiro para louvar a Deus, segundo este salmo o Senho receberá o meu louvor.

Mas é assim mesmo, em pleno 2013 ainda existem irmão botando o "demônio" em tudo. Estes irmão não servem para abençoar as coisas e sim amaldiçoar.

Jovem Musico

Mensagens : 90
Data de inscrição : 26/07/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baixo não é pedaleira.

Mensagem  Mourão em Qua Nov 13, 2013 2:14 pm

Achei engraçado essa do Salmo 180, querendo se tratar de algo que não existe na bíblia.

É realmente um absurdo falar que "a baixaria é coisa do demônio" sendo que o salmo 150 também diz:

(Salmos 150,4) Louvai-o com o adufe e a flauta; louvai-o com instrumento de cordas e com flautas.

Lembrando-se que adufe é uma espécie de ancestral do pandeiro. Sendo assim se eu pegar um pandeiro para louvar a Deus, segundo este salmo o Senho receberá o meu louvor.

Mas é assim mesmo, em pleno 2013 ainda existem irmão botando o "demônio" em tudo. Estes irmão não servem para abençoar as coisas e sim amaldiçoar.


Jovem Musico
A misericórdia do Pai é tão grande, que mesmo alguém que seja tão desafinado quanto uma serra elétrica, se erguer a voz em louvor, como tal será recebida nos altos céus.
E se com sinceridade resolver tocar pandeiro, guitarra, xique-qique, ou bater em uma lata para assim louvar ao Pai, certamente será bem recebido.
Infelizmente a maioria de nós vive inventando regras para que Deus as cumpra a nosso bel-prazer, e sempre contra o nosso semelhante...
avatar
Mourão

Mensagens : 135
Data de inscrição : 11/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Baixo não é pedaleira.

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum