Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  "Ekklésia Christiana" em Ter Ago 28, 2012 5:17 pm



Saudações cristãs

Prezados...



Eis que nosso polêmico Coronel Telhada coloca-se novamente em foco.

Após aposentar-se de sua "nobre" e sangrenta trajetória, publicar sua pérola literária ("Quartel da Luz - Mansão da Rota") lança-se à disputa da Câmara de Vereadores da cidade de São Paulo.





Aqueles que já lhe faziam oposição em face de sua condição "militaresca" declaram, de antemão, a imediata solicitação de sua exclusão - caso os resultados eleitorais lhe sejam favoráveis.

Algumas de suas declarações tem causado uma significativa perplexidade entre nossos irmãos. Muitas das quais intercaladas por um palavreado indecoroso e torpe. Além de sua clássica frase:


“que chore a mãe do bandido, porque hoje o bote é certo”.


Aguardemos o desdobrar dos fatos...



Atenciosamente,

"Em Caridade"

Irmão Ednelson

"Ekklésia Christiana"

Mensagens : 497
Data de inscrição : 18/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  Sergio Teixeira em Ter Ago 28, 2012 7:36 pm

Já que ele é batisado e é músico há vários anos na CCB, não me custa nada chamá-lo de "irmão Paulo".
Além dele, temos vários outros irmãos na ROTA.
É certo que ele não depende de eleitores da Congregação e que já terá seus eleitores garantidos, se não na própria PM, mas também no meio da população.
Contudo, acho que sua candidatura é algo que soa como uma espécie de "suicídio" quanto ao seu ministério de músico, que pelo que nos é dado a conhecer, não mais será possível se ele abraçar a política.
Pelo menos é assim que soam as instruções e tópicos de ensinamentos que chegam até aqui.
Gostaria de sugerir ao irmão Ednelson que descaracterizasse o texto da foto publicada, para não ficar parecendo propaganda eleitoral veiculada neste forum.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  izaias em Qua Ago 29, 2012 10:35 am

Tive a oportunidade de conhecê-lo em um dos cultos numa congregação aqui na ZN.
Lamentavelmente ao ingressar na política, seja qual for o motivo de sua escolha; acredito que ele será incluído na coluna dos maus exemplos. Para entender melhor coloque uma laranja ou uma maçã ou mesmo uma pera no meio de outras que estão podres e em pouquíssimo tempo esta ultima colocada também apodrecerá e não servirá para mais nada a não ser o lixo.
É incrível que tenhamos estes exemplos, mas a nossa política é assim mesmo.
Este nosso irmão “Telhada” poderia ser mais útil continuando sua carreira militar quiça no alto comando para ao menos dizimar a proliferação de espíritos bandidos.
Referente a frase citada; concordo plenamente; “Se alguma mãe tem que chorar que chore a mãe do bandido”!
avatar
izaias

Mensagens : 165
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 66
Localização : Capital - São Paulo - SP

Ver perfil do usuário http://izanor@ig.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  "Ekklésia Christiana" em Qua Ago 29, 2012 12:08 pm


Izaias...


Se sua caridade se coaduna com a criminosa e hostil posição proposta pelo homicida em pauta, sinta-se imediatamente convidado a retirar-se da presente página.

E mais, reavalie sua postura e convicções enquanto "cristão" (?) - uma vez que o homicídio avilta a nossos mais elementares princípios.


Tenho dito.

Irmão Ednelson / co-administrador.

"Ekklésia Christiana"

Mensagens : 497
Data de inscrição : 18/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  Sergio Teixeira em Qua Ago 29, 2012 10:40 pm

Frases desse tipo são bastante comuns no meio de policiais.
Realmente certas profissões se tornam muito difíceis e até inadequadas para um servo de Deus.
De forma lamentável, porém, alguém terá de exercê-las, e fatalmente transformar-se-á em pararraios.
No entanto, gostaria de saber o que nossos anciães primazes pensam a esse respeito.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

LUIZ FLAVIO ESCREVE.

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Qui Ago 30, 2012 7:22 am

A Paz de DEUS seja em nossos corações.
E de nossas famílias.
Não sei quem é Telhada, a única vez que ouvi seu nome foi aqui neste Forum, neste tópico e em outro.
Por isso fico calado em relação a essa situação.
Vou falar aqui qualquer coisa relacionada ao assunto crrime, violência, castigo.
......................................
Não me considero mau a mim mesmo. Aliás, me considero até "bom".
Mas não gosto da violência que grassa em todo o mundo (guerras), não entendo como isso pode acontecer (alguém matando outrem que nem ao menos conhece, nunca viu).
Também não gosto da violência causada por criminosos contumazes, que matam para roubar.
Como pode acontecer isso?
E fico abestalhado quando alguém mata para roubar.
Pior: quando mata só pelo prazer de matar.
Isso não entra na minha cabeça.

Eu não diria nunca: "que chore a mãe do bandido", porque a mãe também é um ser humano que não tem nada a ver com a violência do filho.
Mas digo que me alegro muito quando esse tipo de bandido é extinto.
E acho que todos eles deviam realmente morrer, não com dor, não com sofrimento, mas simplesmente que sejam extirpados da face da terra.
Não por vingança, pelo mal que fizeram, pelo mal que fazem, pela infelicidade extrema que causaram ou causam às famílias, mas para que não continuem em sua escalada de maudade (maudade com "u", mesmo).

Eu não diria que "chore a mãe do bandido", mas digo que "se alguém tem de morrer, que morra o bandido".

DEUS nos abençoe.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens : 551
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  Sergio Teixeira em Qui Ago 30, 2012 8:51 am

Acredito que como policial militar o coronel Telhada esteja falando especificamente daquela mãe que chora, não por falta de méritos próprios, ou que "mereça" chorar, mas que o faz unicamente por causa das ações de um -mau- péssimo filho.
Mas não sei da índole do irmão Paulo, ou o que ele diz em seu próprio coração.
Não sou policial nem militar, mas como evangelista, entro e saio em favelas e comunidades de todo tipo, e a gente vê ou fica sabendo de coisas de arrepiar...
Há muitos anos atrás, em uma comunidade aqui do Rio de Janeiro, foi morto um menino de apenas 12 anos de idade, e com uma porção de tiros.
E sabem qual foi a resposta uníssona da população, dos comerciantes e dos bandidos do local?
Um sonoro "Graças a Deus!!!".
Todos o queriam morto, e sobretudo bem morto.
O "inocente menininho" desrespeitava a todos, aterrorizava, assaltava e feria comerciantes da própria comunidade e não ouvia conselhos de ninguém, nem mesmo dos bandidos mais velhos.
E quando bandido chega a "dar conselhos" (sempre debaixo de socos e tapas), é porque a coisa já anda muito além dos limites...
Fico imaginando se o piedoso centurião Cornélio, sendo um centurião e sobretudo fiel às suas fileiras, se nunca teve de ferir ou mesmo matar alguém.
Acredito que não se possa ser um "centurião light", ou um "centurião pela metade". Na hora da verdade, ou é ou não é.
E sempre que se assume verdadeiramente qualquer postura, arca-se com as consequências e paga-se o preço.
Nosso Mestre nos deu exemplos e mais exemplos disso.
E em contrapartida, Judas também o fez, à sua moda.
Também Moisés, Abraão, Gideão, David e muitos outros - até mesmo Maria - todos em algum momento tiveram de tomar importantes decisões, que marcaram suas vidas para sempre.
Por isso insisto em que certas profissões sejam - não incompatíveis - mas bastante penosas para servos de Deus, pois sempre chegará o momento de tomar alguma decisão dura ou difícil.
Depois outra, e mais outra.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  "Ekklésia Christiana" em Qui Ago 30, 2012 10:58 am



Luiz Flávio...


Se você consente no HOMICÍDIO sob qualquer situação ou modalidade, diverge daquilo que cremos e professamos.

E mais, se ignora quem seja "Coronel Telhada" ou a questão em pauta, deve ater-se ao silêncio... Isso é o que nos sugere o bom senso: manifestamo-nos acerca daquilo que efetivamente conhecemos, afim de não incorrermos em equívocos ou disparates.

Reflita, pois, reavaliando seu parecer e posicionamento.

"Não matarás" é um princípio ou parâmetro indistintamente aplicado a ambas as dispensações (vétero e neotestamentária). Se supostamente "convertidos" abdicamos deste elementar conceito, retrocedemos à níveis ainda mais grosseiros que o gentio "in natura".


"Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim aboli-los, antes cumpri-los. Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido. Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.

(Mateus 5:17-19)




Irmão Ednelson / co-administrador.

"Ekklésia Christiana"

Mensagens : 497
Data de inscrição : 18/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

LUIZ FLAVIO ESCREVE.

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Sex Ago 31, 2012 10:36 am

A Paz de DEUS seja sempre em nossos corações e de nossas famílias.

"Ekklésia Christiana" escreveu:Luiz Flávio...

Se você consente no HOMICÍDIO sob qualquer situação ou modalidade, diverge daquilo que cremos e professamos.
Entendo e concordo sem restrições ao que o Irmão Ednelson escreveu acima.
Mas estou um pouco confuso nesse assunto.
Preciso urgente da orientação de todos aqui no forum.
Sou completa e fanaticamente contra a violência, em qualquer de suas modalidades.
Portanto, sou fanaticamente contra o homicídio, que penso ser a maior forma de violência existente.
Mas olhem só: se existe um verdadeiro homicida que já matou 3, por exemplo, (que DEUS se apiade das 10 pessoas de cada família-parentes-amigos dos assassinados, totalizando 30 pessoas) ... continuando:

... se existe um verdadeiro homicida que já matou 3, por exemplo, não tenho de "torcer" para que esse homicida morra logo?
Se ele matar mais 4, por exemplo, serão 7 mortos e 70 pessoas no desespero.

Não estou falando em vingança, não estou falando em morte com sofrimento. Estou falando em sacrificar um psicopata (sem alma nem consciência), para ue se salvem pelo menos outros quatro.
Não é vingança, não é tortura.
É que sou contra o homicídio.
Muito contra um homicídio, e muitíssimo mais contra quatro homicídios.

Peço a opinião e orientação dos Irmãos: será que esse pensamento não é cristão?

E mais, se ignora quem seja "Coronel Telhada" ou a questão em pauta, deve ater-se ao silêncio... Isso é o que nos sugere o bom senso: manifestamo-nos acerca daquilo que efetivamente conhecemos, afim de não incorrermos em equívocos ou disparates.
Reflita, pois, reavaliando seu parecer e posicionamento.
Vou responder ao Irmão Ednelson (tenho esse direito, acho) e não ao Co-Administrador:
Você percebeu que no post anterior eu não me referi ao Telhada, que não sei nem quem é?
A maior prova disso é que até troquei o título do tópico, no post anterior e neste.
Falei apenas sobre a violência, o homicídio de um modo geral.

"Não matarás" é um princípio ou parâmetro indistintamente aplicado a ambas as dispensações (vétero e neotestamentária). Se supostamente "convertidos" abdicamos deste elementar conceito, retrocedemos à níveis ainda mais grosseiros que o gentio "in natura".
Tenho a impressão de que sou um crente verdadeiramente convertido a DEUS (PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO) e à sua doutrina.

Embora um crente ruim, fraco e desobediente, sou verdadeiramente convertido, e não supostamente.

DEUS nos abençoe a todos.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens : 551
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  Sergio Teixeira em Sex Ago 31, 2012 5:51 pm

Estou transcrevendo a presente postagem, a pedido do irmão Luiz Flavio:
Contudo, no Velho Testamento existe a menção explícita de cidades-refúgio para os homicidas, onde estariam livres do "vingador do sangue".
Deus realmente não "quer" que nenhum de nós seja morto um pelo outro, e deixou estatuto para tal.

Contudo surge uma dúvida: Se Abel tivesse se defendido de Caim, invertesse a situação e em legítima defesa matado a seu irmão, seria ele o homicida.
Isso, é claro, não aconteceu. Mas, se tivesse acontecido, como seria?

E Elias matou 450 profetas...

Não estou bem certo se matar em defesa própria ou de outrem chega a ser "pecado" de natureza sujeita a punição.
(Crime certamente o é, porém com fortes atenuantes. E comprovada a legítima defesa, o acusado fica liberto de qualquer penalidade).

O jornalista Tim Lopes, aqui no Rio de Janeiro, e assim da mesma forma como inúmeras outras pessoas de bem, foi morto com requintes de elevada crueldade, que nem mesmo a imprensa divulgou.
A sociedade - mesmo local - não cobrou com tanta ênfase a punição dos responsáveis.
Mas se numa troca de tiros um policial daqui chegar a apenas ferir ou empurrar um marginal que abriu fogo de AR-15 ou AK-47 contra a viatura, aparecerão literalmente dezenas de falsas organizações de "direitos humanos" em defesa do criminoso, pintando-o como "vítima inocente".

Meu irmão era policial aí no interior de São Paulo e um dia, ao escoltar o prefeito da cidade em uma praça, foram atacados por um grupo fortemente armado.
Tomadas as providências de praxe, de parte do grupo proteger o alvo e outra parte revidar diretamente os disparos, eis que um tiro disparado por meu irmão ricocheteou no chão e um fragmento de bala atingiu a lateral do glúteo de um dos bandoleiros.
Policiais, colhidos de surpresa, foram baleados no confronto, e alguns com gravidade.
Em razão disso, meu irmão - apesar de sobreviver ao intenso tiroteio - foi processado e a promotora fez de tudo para que ele fosse condenado, com um tal empenho que chega a ser caso de grande admiração.
E se eles conseguissem matar o prefeito e se os policiais feridos viessem a óbito, como seria? "Tudo certo"?
Felizmente para todos, meu irmão hoje em dia é evangélico e congrega em uma igreja tradicional.
Não quer mais saber de armas nem de polícia.

O assunto é controverso, e se torna totalmente desnecessário "carregarmos nas tintas", seja para o azul, seja para o amarelo...
Guardemos a Fé e clamemos a Deus para que não aconteça de sermos nós mesmos levados a ter de escolher entre "matar" e "ser morto".

avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  BadMix em Sab Set 01, 2012 8:19 pm

"Ekklésia Christiana" escreveu:[justify]
(...)

Aqueles que já lhe faziam oposição em face de sua condição "militaresca" declaram, de antemão, a imediata solicitação de sua exclusão - caso os resultados eleitorais lhe sejam favoráveis.

Caro irmão Ednelson,
Tenha a bondade de explicar esta parte da sua mensagem que cito. Que exclusão é esta? E com que justificação?

Obrigado.
Vitor

BadMix

Mensagens : 141
Data de inscrição : 03/02/2012
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  Sergio Teixeira em Dom Set 02, 2012 9:58 am

Tenha a bondade de explicar esta parte da sua mensagem que cito. Que exclusão é esta? E com que justificação?
Eu também não estou entendendo muito bem a questão.
Por seu passado de militar, acho que não se justificaria sua "exclusão", pois aqui mesmo no Rio de Janeiro temos muitas pessoas do ministério que foram militares, cada qual a seu tempo, alguns ocupando altas posições de comando (portanto foram militares durante muito tempo).
E todos eles, sem exceção, portaram armas.
Já tivemos também guarda-costas e praticantes de artes marciais graduados, também sujeitos no passado a manifestar eventualmente alguma violência.
Até aqui, não vejo relevância nenhuma para a exclusão de alguém.

Quanto a "homicida", não há dúvida de que um policial militar com mais de 30 anos de farda, lotado em batalhões de choque e que já tem nada menos que três ferimentos a bala em confrontos com bandidos armados, haverá de cometer algum tipo de violência alguma vez na vida.
30 anos são 10950 dias, e portanto pelo menos 10950 oportunidades de manifestar algo que desagrade a opinião pública.
A violência faz parte, está latente na profissão. Inclusive nossos anciães e cooperadores em sua época de militarismo, estiveram sujeitos à oportunidade de ter de ferir ou matar alguém, em especial na delicadíssima década de 60. Felizmente não houve tal necessidade. Mas se fosse necessário, teriam de ferir ou até mesmo matar, em benefício de um bem comum e maior que eles mesmos. Como já foi dito, todos eles portavam armas e tinham certa autoridade.

Quanto a tornar-se um político, aí então, de acordo com os tópicos de ensinamentos que temos recebido, ele - em tese - não mais poderá exercer o seu ministério, passando a ser um "irmão de banco" como qualquer outro, com as mesmas prerrogativas, direitos e deveres.
E de acordo com dados históricos (no popular: "pelo andar da carruagem", pelas práticas comuns), ele não mais voltaria a ser músico se amanhã ou depois largasse a política.
Isso porém é da alçada do Ofício Ministerial, que é soberano para decidir se volta ou não a exercer o ministério.
Para excluir, porém, apesar de toda essa soberania, tem-se primeiro de seguir a Lei do país.
Se não, quem fatalmente irá pagar a conta por danos morais será a irmandade.

(Quando uma igreja é condenada a pagar danos morais, não tem aquela redução típica para as grandes empresas, não existe por parte dos magistrados aquela filosofia de "coibir a indústria da indenização", etc. : É sempre um valor alto para os nossos cofres.
Numa causa referente a telefonia, por exemplo, o valor de uma indenização é atenuado para R$ 300,00 mas se a ré for uma igreja, ou uma ONG ou OSCIP, serão no mínimo R$ 6.000,00)


É bom que esse posicionamento fique muito bem definido, para que este forum não volte a confundir-se com aqueles outros, sensacionalistas, onde grassam a maledicência e os ataques pessoais.

Esse assunto despertou a minha curiosidade, e procurei ter mais informações sobre o coronel Telhada e sobre o irmão Paulo, e percebi que "o coronel" é muito respeitado pela população de São Paulo, pela ROTA e por toda a Polícia Militar, temido e odiado pelos marginais, e paralelamente "o irmão Paulo" bem aceito na igreja, onde se nota um pequeno grupo que se opõe veementemente a sua estada em nossas fileiras, exatamente atribuindo-lhe o título de "homicida".
Em público, o coronel se mostra sempre uma pessoa séria porém simpática e acessível, de palavras diretas, sinceras e raciocínio rápido, e que volta e meia refere-se a Deus.

Pode ser que existam outros fatos além desses, afinal de contas o "expressar-se bem" no meio do povo não chega a ser propriamente uma tônica. Talvez haja outras reclamações, mas as pessoas em geral divagam e perdem a objetividade, reclamando a esmo.
Acho que se já houve anteriormente algum motivo justo para exclusão do irmão Paulo, deveriam ter ido pelo menos duas testemunhas ao ministério, com as devidas provas, e feito suas ponderações.
Esse seria o caminho correto, inclusive apontado pelas Escrituras.

Mas é, sim, necessário esclarecimento.
Que Deus nos abençoe a todos.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  Sergio Teixeira em Dom Set 02, 2012 10:04 am

Tomo a liberdade de transcrever as regras originais deste fórum:

Seguem-se as regras relativas à utilização do Fórum:

(Lembrando-se que as mesmas encontram-se sujeitas a eventuais alterações - sob prévio comunicado).

I - Proíbe-se a publicação de pareceres cujo conteúdo (ofensivo ou acusatório) venha a denegrir a indivíduos ou instituições.

II- Proíbe-se a utilização deste canal para a emissão de denúncias (ainda que sob comprovação), seja em caráter individual ou coletivo (instituições).

III - Redação - objetividade e concisão. Ponderação quanto ao uso de fontes e medidas. Utilização racional de recursos (excessos / poluição visual).

IV - Faculta-se a postagem ou acréscimo de imagens ao texto, sob os seguintes critérios:
- Em número de duas (02), e em caráter ilustrativo (não depreciativo ou vexatório).
- Visualmente adequadas (elemento estético/proporção)
- Não digressivas (alheias ao tema proposto)

V - Faculta-se a postagem de vídeos em local ou secção apropriados e sob os dispositivos seguintes:
- Um (01) vídeo a cada postagem, seguindo-se os comentários pertinentes ao mesmo.
- Qualidade (imagem e sonoridade) minimamente regulares.
- Conteúdo sóbrio, não coercitivo ou acusatório.

(Obs.: permite-se a exposição de vídeo alheio ou de terceiros, estando este sob acesso público e, em conformidade com os dispositivos supramencionados).

"Mas, faça-se tudo decentemente e com ordem." (I Coríntios 14:40)

Sem mais para o momento.

A Administração.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

LUIZ FLAVIO ESCREVE.

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Dom Set 02, 2012 3:35 pm

A Paz de DEUS seja sempre em nossos corações e de nossas famílias.

Embora a minha concordância ou não de pouca valia seja, concordo plenamente com as regras exaradas pela Administraçáo do Forum.
Isso é que tem permitido um Forum limpo, puro, edificante, cristão, abençoado por nosso DEUS.

Desobediência a essas regras por qualquer Irmão não deve ser aceita pelo Co-Administrador, sob grande risco de o Forum deixar de, na parte da desobediência, apresentar as qualidades acima.
.........................................................................................................................
Na Antiga Aliança que DEUS fez com o Seu povo, o próprio DEUS permitiu, ou mesmo ordenou, a morte de inimigos do povo.
Se DEUS assim permitiu ou ordenou, ELE o fez porque ELE é DEUS.
E nosso DEUS permite ou determina o que ELE quer, e ninguém no mundo tem o direito de contestá-LO.
Contestar a nosso DEUS é pecar contra ELE.

Na minha opinião, no meu achismo, acho que essas permissões ou ordens de matar não servem de exceção para nós, cristãos. Nós realmente não podemos matar.

Acho que, bem lido o Novo Testamento, o Irmão Ednelson está certo em sua rigidês: Não se pode pegar em arma para matar, e fim de papo.

Não dêem a menor bola para o que vou falar. É pura opinião pessoal, puro achismo de minha parte.
Será ilícito ou pecado diante de Nosso SENHOR JESUS CRISTO alguém matar outrem para, desde que haja certeza absoluta, evitar que esse outrem mate um terceiro, ou que seja, a esse próprio alguém (legítima defesa)? E aí entraria o papel da Polícia, muitas vezes.
Sacrifica um, para que muitos outros não morram. E o que morreu é um assassino.
Mais justificado ainda seria a morte de um assassino contumaz, um mau sem conserto nem esperança.
Na minha opinião, acho que não, que não seria ilícito nem pecado diante de DEUS.


DEUS nos abençoe e a nossas famílias.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens : 551
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  BadMix em Seg Set 03, 2012 8:10 am

Luiz Flavio N. Facci escreveu:(...)
Acho que, bem lido o Novo Testamento, o Irmão Ednelson está certo em sua rigidês: Não se pode pegar em arma para matar, e fim de papo.
(...)

Vou pegar nesta citação e deixar aqui também a minha opinião sobre o que está a ser debatido.
Vamos tentar deixar para Deus o que é de Deus, para não incorrermos no erro de sermos apontados como fanáticos.

Imaginem o que seria da nossa sociedade se todo o dia em que o sol nasce, não houvesse uma mão armada para proteger os cidadãos honestos e trabalhadores do cada vez maior número de ladrões/assaltantes/bandidos/etc?

Vejam o caso dos Estados Unidos, em que qualquer cidadão tem o direito de andar armado. Lá existem leis em certos estados que conferem uma posição de castelo à casa de cada um, e o seu dono como sendo "dono do castelo". Caso alguém tente entrar forçosamente nesse "castelo" o seu dono tem legitimo direito de matar o intruso. Estou a falar de um caso limite em que nem agressões ou sequer sua tentativa foi consumada, estou a falar de uma simples tentativa de intrusão!

Agora pensem comigo deste jeito: Estamos a morar nos Estados Unidos, e temos uma arma. Do nosso lado direito a nossa esposa, do lado esquerdo os nossos filhos, todos com cara de pânico porque do lado de fora da sua porta está um sujeito louco e armado que diz que está ali para nos matar a todos.
Deixemo-nos de presunções e foices em searas alheias, se entre a segurança da nossa família e um louco armado estiver uma arma de fogo, qualquer um de nós a usaria porque podemos ser o que formos na presença de Deus, mas acima de tudo somos responsáveis pela segurança daqueles que Ele nos confiou.

Eu dou graças a Deus para não ter de tomar este tipo de escolha, porque no País onde moro Deus preparou cidadãos cuja ocupação profissional é precisamente zelarem pela minha segurança, e dos meus, mesmo quando durmo. Oremos pelos tais, pois dura é a sua vida e grandes riscos correm para o bem-estar colectivo.

Deus nos abençoe,
Vitor

BadMix

Mensagens : 141
Data de inscrição : 03/02/2012
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  Sergio Teixeira em Seg Set 03, 2012 10:47 am

Neemias 4:9
"Porém nós oramos ao nosso Deus, e pusemos uma guarda contra eles, de dia e de noite, por causa deles".

Neemias 4:13
"Pelo que pus guardas nos lugares baixos por detrás do muro e nos altos; e pus ao povo pelas suas famílias com as suas espadas, com as suas lanças, e com seus arcos".

Neemias 4:16
E sucedeu que desde aquele dia metade dos meus moços trabalhava na obra, e a outra metade deles tinha as lanças, os escudos, os arcos, e as couraças; e os chefes estavam por detrás de toda a casa de Judá".

Lucas 22:38
"E eles disseram: Senhor, eis aqui duas espadas. E ele lhes disse: Basta".

No tocante a esta passagem em especial, vejamos outras redações:

New International Version (©1984)
The disciples said, "See, Lord, here are two swords." "That is enough," he replied.
(Os discípulos disseram, Veja, Senhor, eis aqui duas espadas." "É o suficiente," respondeu ele.)

New Living Translation (©2007)
"Look, Lord," they replied, "we have two swords among us." "That's enough," he said.
(Veja, Senhor," responderam eles, "temos duas espadas entre nós." "É o bastante," ele disse.)

King James Bible (Cambridge Ed.)
And they said, Lord, behold, here are two swords. And he said unto them, It is enough.
(E eles disseram, Senhor, veja, aqui estão duas espadas. E ele disse a eles, é o bastante.)

International Standard Version (©2008)
So they said, "Lord, look! Here are two swords." He answered them, "Enough of that!"
(Então eles disseram, "Senhor, veja, aqui estão duas espadas." "E ele lhes respondeu, "não precisa mais que isso")
* (Tradução livre, contextual. A tradução literal seria "basta disso")

Aramaic Bible in Plain English (©2010)
And they were saying to him, "Our Lord, behold, here are two swords." He said to them, "They are enough."
(E eles diziam a ele, Senhor nosso, veja, aqui estão duas espadas." Ele disse a eles, "elas são suficientes.")


1 Reis 18:40
"E Elias lhes disse Lançai mão dos profetas de Baal, que nenhum deles escape; E lançaram mão deles: E Elias os fez descer ao ribeiro de Quisom, e ali os matou."

English Standard Version:
And Elijah said to them, “Seize the prophets of Baal; let not one of them escape.” And they seized them. And Elijah brought them down to the brook Kishon and slaughtered them there.
("Então Elias ordenou-lhes: "Prendam os profetas de Baal. Não deixem que ninguém escape! "Eles tomaram a eles, e Elias os conduziu ao Vale do Quisom e ali os abateu.")
O verbo "to seize" significa agarrar, capturar, prender, pegar de surpresa, apoderar-se de, confiscar.
E "slaughter" significa matança, carnificina, chacina, mortandade, massacre, assassinato em massa, execução.

King James Version:
And Elijah said unto them, Take the prophets of Baal; let not one of them escape. And they took them: and Elijah brought them down to the brook Kishon, and slew them there.
(E Elias lhes disse: Tomai os profetas de Baal, que nenhum deles escape. E os tomaram para si: e Elias os trouxe até ao ribeiro de Quisom, e ali os matou.)
"Slew" significa que foi "em enorme quantidade"

Pois é. E não estamos falando de "irmãos de banco", mas de importantes profetas e obreiros fiéis a Deus, e do próprio Mestre e seus discípulos, este bastante comedido e exato em seus ensinamentos e ações.
Notem que foi tomado especial cuidado para não distorcer a Palavra em momento algum, nem tirá-la de seu contexto próprio.
Há na Biblia muitas outras citações no tocante a militarismo, matança, etc. mas que talvez não se encaixassem no presente contexto:
Necessidades precisam ser atendidas, funções precisam ser delegadas, ações precisam ser concretizadas, e para isso o custo é geralmente alto.
Em geral, quando pensamos em uma "tropa de elite", imaginamos soldados impecáveis e garbosos, vestindo uniformes novos e limpos, e com seu armamento reluzente.
Mas o que faz uma tropa realmente mostrar ser "de elite" é que ela passou a maior parte do tempo suja, rasgada, faminta, enfrentando perigos e situações terríveis, para que nós os demais não tenhamos de passar por essas mesmas coisas. E que se houve bem e foi confiável no desempenho de sua missão.
Isso é uma "tropa de elite".

De forma análoga, assim será o povo que "vestirá vestidos brancos, e carregará palmas nas mãos": Aquele que hoje vive, entende e pratica o cristianismo, sofre por ele e por causa dele é combatido de dia e de noite.
Um povo cuja missão foi enfrentar e vencer a grande tribulação, e que, uma vez obtendo êxito, voltará ao seu Capitão dizendo "missão cumprida".
Um povo que, como Josué (aquele sumo sacerdote), será acusado na maior parte do tempo - por vozes deletérias - por estar com as vestimentas sujas...

Que Deus nos abençoe a todos.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  BELLO em Qui Set 06, 2012 5:37 am

Irmãos,

Com tristeza constato que alguns irmãos persistem em julgar e condenar outros irmãos. Me questiono quem os colocou como juízes. No caso do irmão Telhada, eu não o conheço, mas, o vejo como um homem comum que devotou a sua vida a defender a sociedade, é nosso irmão e hoje quer contribuir na política, continuando o seu combate em prol da sociedade, me questiono qual o mal disso.
Constato que muitos tem se acovardado e escondido os seus talentos dentro da igreja, não contribuindo em nada com a sociedade e não deixando nenhum legado e esse parece que não é o caso de nosso irmão Telhada e seu sucesso parece estar incomodando pessoas invejosas e incapazes que permeiam o nosso meio. É odioso ver como os nossos irmãos se apressam a condenar uma pessoa se esquecendo que talvez nosso Deus não pense assim, não devemos nos esquecer que nosso irmão telhada recentemente foi alvo de um atentado contra a sua vida onde dispararam mais de dez tiros contra ele e o Senhor o guardou, se isso seria um indício que Deus está com ele ou aprova os seus atos eu não sei, so sei que o Senhor não pensa como nós e se posicionar dessa forma contra um servo do Deus altíssimo é no mínimo irresponsável. Resumindo, falar mal dos outros é horrível, principalmente contra um servo de Deus que está na mesma caminhada que nós.

BELLO

Mensagens : 29
Data de inscrição : 03/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  BadMix em Qui Set 06, 2012 6:01 am

Aproveitando a mensagem do irmão Bello, apenas acrescento o seguinte:
Quando vejo alguém a falar de outrem usando uma excessiva dureza e já fazendo julgamento eu simplesmente digo "Jesus verteu a mesma quantidade de sangue por mim, por ti e por esse de quem falas. Queres tu menosprezar esse sacrifício?".

BadMix

Mensagens : 141
Data de inscrição : 03/02/2012
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  BELLO em Qui Set 06, 2012 6:48 am

[quote=""Ekklésia Christiana""][justify]

Luiz Flávio...


Se você consente no HOMICÍDIO sob qualquer situação ou modalidade, diverge daquilo que cremos e professamos.

E mais, se ignora quem seja "Coronel Telhada" ou a questão em pauta, DEVE ATER-SE AO SILÊNCIO. Isso é o que nos sugere o bom senso: manifestamo-nos acerca daquilo que efetivamente conhecemos, afim de não incorrermos em equívocos ou disparates.


[b][i]Irmão Ednelson / co-administrador.

Caros irmãos,

Me pergunto QUE DITADURA É ESSA, me indago que se ousar divergir dos pensamentos do coco-administrador do fórum é realmente motivo pra ele agir com essa estupidez, insinuando que o irmão deve calar a boca e tão somente concordar com os seus pensamentos preconceituosos. Isso é uma vergonha!!! Se não podemos respeitar os pensamentos e as opiniões uns dos outros, me questiono o porque deste fórum, ou se o nosso caridoso irmão Ednelson só fica satisfeito com "tapinhas nas costas".


BELLO

Mensagens : 29
Data de inscrição : 03/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

LUIZ FLAVIO ESCREVE (não gostei do título original)

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Qui Set 06, 2012 8:23 am

A Paz de DEUS seja em nossos corações.

Pois eu levo numa boa.
Tenho certeza de que quem me mandou "ater-me ao silêncio" foi o Irmão Ednelson, e não o Co-Administrador.
Estamos discutindo aqui, estamos "brigando", ué.
Qual o problema?
Ele dá porrada de lá, eu dou porrada de cá. (ESTOU BRINCANDO, HEIM GENTE) Laughing

Agora seria realmente errado, e talvez uma ditadura, se o Co-Administrador tivesse deletado o meu post. Aí seria ruim, sim.
Não provei nenhum sentimento ruim em relação ao "cale-se" do Irmão Ednelson.

DEUS nos abençoe a todos.
Luiz Flavio.
A edição é que troquei o título deste meu post. Não gostei do título original.



Última edição por Luiz Flavio N. Facci em Qui Set 06, 2012 8:26 am, editado 1 vez(es) (Razão : Troquei o título do meu post. Não gostei do título original.)

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens : 551
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  Lima em Qui Set 06, 2012 4:10 pm

Engraçado, ao que parece o único a divergir sobre o "autor" do tópico foi "convidado" a retirar-se e pelo silencio parece que se "retirou".
O nome o forum seria realmente semsensuras?

Lima

Mensagens : 1
Data de inscrição : 03/09/2012
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  Sergio Teixeira em Qui Set 06, 2012 5:06 pm

Engraçado, ao que parece o único a divergir sobre o "autor" do tópico foi "convidado" a retirar-se e pelo silencio parece que se "retirou".
O nome o forum seria realmente semsensuras?
Não é assim que me parece.
Acontece que o autor do tópico ficou totalmente desacompanhado no teor de suas ponderações (qualquer um está sujeito a isso), de vez que as fez de forma acusativa, incondizente com as atuais diretrizes deste forum.
Nenhum dos demais participantes até agora mostra haver concordado plenamente com ele, por causa da forma como o fez.
O nome "Sem Censuras" vem desde a época do antigo fórum, que havia tomado um caminho indesejado, e foi totalmente reformado, sendo passada a administração ao Neófito, sendo o Ednelson inicialmente moderador e agora coadministrador.
Permaneceu apenas o nome "CCB SEM CENSURAS", que não tem muito a ver com as atuais finalidades do mesmo, embora não nos imponhamos quaisquer censuras a nós mesmos, embora tenhamos o cuidado de manter a necessária urbanidade no tratamento recíproco.
Sentimo-nos como irmãos de verdade ("irmão" aqui não é título), e portanto temos total liberdade de concordar ou discordar uns dos outros, às vezes com bastante veemência.
Para "mudar o nome", teria de fazer um forum novo, um endereço (URL) novo.
Quanto ao Izaías, espero que não se tenha ofendido a ponto de deixar de participar dos debates.
Vida de Cristão é assim mesmo, cheia de combatimentos e contrariedades.
Devo esclarecer que não sou moderador e não participo da organização do forum, apenas aproveito o espaço para "dar palpites" e aprender um pouco mais.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  Benício em Seg Set 10, 2012 7:33 pm

Qual será a fonte de dinheiro da campanha do nosso irmão acougueiro que congrega armado?

Seria dinheiro acumulado às custas dos cadáveres que ele matou?

Não, esse dinheiro vem de Geraldo Alckmin, do PSDB, o nobre edil quem o levou para a AL de SP e o apresentou aos colegas de partido, sua campanha está sendo financiada por figurões da política da capital.

Uma pena de ver que muitos trouxas da CCB irao votar nele, pra cair no embalo de ser "influente" e ter alguns cargos de confiança desde que a Lei Organica Municipal permita.

Em tempo:

O ex-ancião do Paraná, Geremias Vicente da Silva também se candidatou novamente na cidade de Maringá-PR.

Outro exemplo é Edno Guimaraes, que quase foi preso quando investigado pelo MPF e pela Policia Federal quando o mesmo fora deputado ( fonte?:http://colunadoverde.blogspot.com.br/2008/06/escndalo-agenda-negativa.html )

Benício

Mensagens : 101
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  BELLO em Seg Set 10, 2012 9:51 pm




"Uma pena de ver que muitos trouxas da CCB irao votar nele"

Autor: Benício

Irmãos,

Dá até medo de opinar neste fórum!!
Parece que muitos estão na contra-mão do pensamento de Deus, o qual deu livre arbítrio ao homem até mesmo para aceitar servi-lo ou não. Porém querem controlar até o voto dos irmãos, o que será que falta agora....
Chamar irmãos de trouxas é inconcebível e imoral, se irmãos querem votar no Telhada ou no Tiririca é direito deles ou até mesmo de não votar, Deus respeita a decisão de cada um, porque alguns irmãos não tem condições de respeitar a vontade uns dos outros é o que não entendo.
Confesso que já votei em muito pilantra e me decepcionei, mas, estou com a minha consciência tranquila, pois, cumpri a lei e após observar o trabalho de cada um já não voto neles mais, escolhos outros, se serão ideais só o tempo dirá. Ser classificado como trouxa por ter que participar de um sistema político corrupto e ineficaz me aborrece, como se tivessemos excelentes opções, queremos votar em pessoas dignas, mas, segundo o pensamento de muitos, as pessoas dignas devem deixar só os corruptos concorrer, pois, o crente digno não pode concorrer e contribuir com a sociedade, pois, se tornará corrupto, que incoerência!!! Eu conheço homens de Deus que seriam extremamente úteis na política devido a sua honestidade e competência, é disso que o país precisa. Homens de verdade!!! Omissão também é pecado, ou nos esquecemos da parábola dos talentos...







BELLO

Mensagens : 29
Data de inscrição : 03/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  Sergio Teixeira em Ter Set 11, 2012 7:45 am

"Votar no Telhada" ou "não votar no Telhada" (ou em algum outro candidato qualquer) deve ser coisa de foro íntimo, e nenhum de nós tem direito de "dar pitaco" naquilo que não diz respeito unicamente a nós mesmos.
Cada um vote em quem quiser, conforme suas próprias convicções.
Nós, servos de Deus, temos de votar em alguém para que possamos pelo menos cumprir a lei dos homens à qual estamos sujeitos, até mesmo por questões doutrinárias que são de nosso conhecimento comum.
E já que temos de votar, é nossa obrigação fazê-lo com consciência, não votar nulo de forma alguma (pois exatamente aí estaríamos concordando com que entrassem candidatos indesejáveis nos quais absolutamente não votaríamos).
Então, nosso voto não deve ser "para favorecer amigos ou conhecidos", mas para eleger pessoas que nos representarão condignamente durante seus mandatos. Esse deve ser o principal critério.
Particularmente, e embora seja de opinião que deva sim existir uma "bancada evangélica" representativa dos interesses do credo religioso cristão e de seus valores morais e éticos em todos os segmentos da sociedade, dificilmente votaria em um evangélico apenas pelo fato de ele "ser" ou "se dizer" evangélico.

Que Deus nos abençoe a todos.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coronel Telhada: de "cristão-homicida" à escalada política...

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum