Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  BadMix em Ter Jul 03, 2012 5:53 am

.


Última edição por BadMix em Sex Jul 06, 2012 3:29 am, editado 1 vez(es)

BadMix

Mensagens : 141
Data de inscrição : 03/02/2012
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  Sergio Teixeira em Qua Jul 04, 2012 9:59 am

Curiosamente, ando eu aqui a estudar os Testemunhas de Jeová e suas teologias e fundamentos para, dando-me Deus essa Graça, poder contestar uns seus missionários que me têm visitado em casa, e quem sabe levar as suas almas para Jesus Cristo, nosso Senhor e salvador, para que Ele as salve...
Irmão Vitor, quando os Testemunhas de Jeová saem para evangelizar, eles estudam previamente aquele tema específico, naturalmente sob a estrita ótica de sua peculiar filosofia. E o assunto já sai decorado e muito bem explicado pelos instrutores.
Por aqui é muito difícil dialogar com a maioria deles, geralmente muito arrogantes e cheios de si, embora alguns sejam dóceis e bons ouvintes.
A maioria sai em campo como se fossem catedráticos, apenas para ensinar, e jamais para aprender.
Existe porém um grupo de senhoras que eu costumo receber na porta de minha casa e que é bastante agradável e permeável às coisas de Deus, sem ficar preso em redomas teológicas ou filosóficas.
Ali a gente conversa durante uns 10 a 15 minutos e ficamos todos contentes.
Mas já teve um grupo que eu literalmente expulsei daqui, por que pretendiam naquele dia vender uma revistinha que supostamente "ensinava a orar". Alegavam eles que os evangélicos "oram errado".
A petulância foi em demasia (já que eles mesmos se recusam a orar, portanto não podem sair por aí pretendendo obrigar as pessoas a fazê-lo da forma como eles bem entenderem. Afinal, o Senhor Jesus já nos deu a fórmula a partir da qual emitiremos as nossas orações).
Porém eu recomendaria que o irmão tomasse um certo cuidado a mais: A pregação deles se baseia em muitas "verdades relativas" que podem eventualmente não ser "a verdade como ela é" mas que têm forte aparência de verdade.
E na sua forma de ensino eles batem muito nas mesmas teclas, ou seja, sua doutrina filosófica - de natureza ostensiva e repetitiva - fica muito enraizada nas mentes de seus adeptos, razão pela qual um "TJ" dificilmente se converte ao verdadeiro Cristianismo, já que eles têm para si mesmos que "já são cristãos", embora estejam situados em algum lugar entre a lei, a Graça, e suas particulares interpretações do texto bíblico.
Inicialmente uma das melhores traduções de que se tem notícia, a Bíblia publicada pelas Testemunhas de Jeová tem sofrido perigosas e numerosas alterações, as quais se iniciaram pela substituição de 298 menções aos diversos nomes de Deus para a forma única "Jeová".
Por vivência própria, percebo que não é útil confrontar doutrinas, mas atermo-nos a santas conversações sobre o poder, a eficácia e a misericórdia de Deus, e centrar a conversa na obra e nos ensinamentos do Senhor Jesus, que para eles, na prática, tem ficado sempre em segundo plano.
Eles não costumam saber muito sobre o Cristo, portanto acho que falar sobre Ele e Sua obra seria um bom início. Estaria fora de seu "script"...
Acho que não é prudente dizer-lhes coisas como "que eles pregam verdades relativas", ou ainda "que modificaram a Bíblia", pois eles jamais aceitarão isso e se sentirão ofendidos, colocando-se portanto em uma posição defensiva e passando a ficar ainda mais impermeáveis às coisas dos céus.
A melhor maneira de dialogar é deixar o Espírito Santo tomar a direção das santas conversas.
Portanto, não se preocupe em seguir uma linha filosófica própria, pois o Espírito Santo consolador haverá de colocar as palavras certas na boca do irmão.
Que Deus o abençoe.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  BadMix em Qua Jul 04, 2012 10:58 am

.


Última edição por BadMix em Sex Jul 06, 2012 3:29 am, editado 1 vez(es)

BadMix

Mensagens : 141
Data de inscrição : 03/02/2012
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  Sergio Teixeira em Qua Jul 04, 2012 11:15 pm

Na verdade, irmão Vitor, está havendo uma perigosa semelhança entre a "TJ oficial" e a "CCB oficiosa".
Isso se verifica de uns tempos para cá e é um movimento surdo que traz consigo muitos adeptos e voluntários daqui e dali.
Essa imposição pseudo-doutrinária nos coloca a todos como sendo igualmente arrogantes e senhores de nós mesmos, como se não tivéssemos um Deus acima de nós e Cristo à nossa frente, negando portanto aos ensinamentos cristão primitivos que a verdadeira CCB sempre defendeu em seus 100 anos de existência.
Infelizmente o povo se deixa enganar com grande facilidade e toma partidos de forma indevida.
Há alguns que dissidiram e saíram da CCB, fundando suas próprias igrejas; porém outros ainda que dissidem intimamente mas permanecem em nossas fileiras disseminando filosofias de mando, de busca de poder e de ascendência sobre o povo, como se tais doutrinas fossem oficiais, gerando mal estar entre a irmandade.
Se conversarmos com nossos anciães principais, nenhum deles afirmará que "a CCB é que é a Graça verdadeira" (dizer que estamos na Graça e até mesmo que somos da Graça são afirmações diferentes daquela), principalmente em detrimento das demais igrejas. Pelo contrário, eles nos ensinam oficialmente a não combatermos os demais apriscos, a mídia, o governo, etc.
Nenhum deles afirma de forma acintosa que "a CCB é a única igreja certa" ou que "os pastores são todos ladrões" ou nenhuma dessas coisas que se diz por aí que eles tenham afirmado. E nenhum deles prega abertamente contra o dízimo ou quaisquer outras práticas comuns em outras igrejas.
Um dos causadores desse fenômeno é a excessiva oralidade na transmissão de doutrinas e ensinamentos.
Explico: É que essa oralidade tem várias fontes. Muito se ouve falar, daqui e dali, mas não se vê escrito.
E no caso das TJ, o que é ali falado, corresponde exatamente ao que está escrito.
Mas ambas TJ oficial e CCB oficiosa se apresentam como "donas exclusivas da verdade".
Cuidemos para não sermos contaminados por esse "micróbio" que tem afetado o meio cristão, os apriscos de Deus.
O joio tem de crescer junto ao trigo, mas não sejamos nós mesmos o joio, ou tenhamos qualquer parte com ele.
É hora de vigiar.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  BadMix em Qui Jul 05, 2012 4:42 am

.


Última edição por BadMix em Sex Jul 06, 2012 3:28 am, editado 1 vez(es)

BadMix

Mensagens : 141
Data de inscrição : 03/02/2012
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  BELLO em Qui Jul 05, 2012 6:33 am

Irmão Jaime Silva,

Eu entendo que realmente não é a placa de igreja que leva a salvação, contudo, eu já pesquisei várias igrejas e a doutrina da CCB, apesar do erro dos homens, é a mais perfeita. Isso é indiscutível!!! A liberdade da graça que existe em nosso meio não existe em local nenhum.
Em outras denominações acredito que também o Senhor opera grandemente, contudo, suas doutrinas e a submissão aos homens pecaminosos pode lhes levar a não conseguir a salvação.
Acredito que vivemos plenamente na graça e isso é uma preciosidade que até hoje não encontrei em outro lugar. Por exemplo, trabalho com uma pessoa que é membro de uma igreja evangélica e ele tem uma amante fora do casamento que ele não esconde de ninguém, inclusive ele comenta sobre isso com todos nós, ás vezes até em tom jocoso, afirmando que é crente batizado, mas, isso não tem nada a ver, Deus perdoa. O rapaz que corta o meu cabelo tem uma namorada evangélica que ele diz manter práticas sexuais rotineiramente com ela e isso naquela denominação se tornou coisa corriqueira, tem sido aceito com naturalidade. Agora eu pergunto, que podridão é essa? Será que essas pessoas podem ter parte com Deus agindo assim, que doutrina são essa que visam apenas o dízimo em dia?
Quanto a predestinação eu, na contra mão dos pensamentos comuns, estou inclinado a acreditar que existe realmente uma predestinação principalmente na graça de Deus, cito a frase bíblica MUITOS SÃO CHAMADOS, POUCOS OS ESCOLHIDOS e se observa que o Senhor escolheu e chamou os apóstolos, o nosso Deus escolheu profetas e pessoas que não tinham merecimento algum e fez grande obras com elas e acredito que ele tem feito isso com cada um de nós que estamos lutando por nossa salvação, sem citar que poucos verdadeiramente querem ter amizade com Deus e realmente se aproximam do Senhor.
Cito a obra da conversão de um ancião que esteve em minha cidade que contou nunca ter conhecido nenhuma igreja e com quase 30 anos, enquanto estava trabalhando em um trator na roça, ouviu uma voz que lhe disse que ele seria membro de nossa igreja, teria filhas na terra e teria o ministério de ancião e ele nem sabia o que eram essas palavras e com o tempo o Senhor cumpriu tudo em sua vida, o que dizer de uma obra dessa? Esse homem é predestinado ou não?
Contudo, quanto a salvação estar somente na CCB isso não posso afirmar, pois, o Senhor não nos permitiu menosprezar ninguém e isso não nos pertence, pois a salvação é do Senhor e Ele dá a quem ele quer, mas, acredito que a doutrina da CCB é maravilhosa e certamente nos conduzirá á salvação, ponto final, é isso que importa!!!

BELLO

Mensagens : 29
Data de inscrição : 03/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  BadMix em Qui Jul 05, 2012 7:03 am

.


Última edição por BadMix em Sex Jul 06, 2012 3:28 am, editado 1 vez(es)

BadMix

Mensagens : 141
Data de inscrição : 03/02/2012
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  MEIRA COURI em Qui Jul 05, 2012 8:40 am

A PAZ...

O Ir Sergio disse:

Se conversarmos com nossos anciães principais, nenhum deles afirmará que "a CCB é que é a Graça verdadeira" (dizer que estamos na Graça e até mesmo que somos da Graça são afirmações diferentes daquela), principalmente em detrimento das demais igrejas. Pelo contrário, eles nos ensinam oficialmente a não combatermos os demais apriscos, a mídia, o governo, etc.
Nenhum deles afirma de forma acintosa que "a CCB é a única igreja certa" ou que "os pastores são todos ladrões" ou nenhuma dessas coisas que se diz por aí que eles tenham afirmado. E nenhum deles prega abertamente contra o dízimo ou quaisquer outras práticas comuns em outras igrejas.

Concordo com o irmão que não temos nada registrado em papel...

Mas é so congregar conosco que o irmão vai ouvir:

A CCB É A UNICA IGREJA, AS DE MAIS SÃO PORTAS DO INFERNO( AQUI ELES PEGAM MATEUS 16:18)

OS PASTORES SÃO TODOS LADROES ( GERALMENTE OS NOSSOS MINISTROS CONTAM ALGUM TESTEMUNHO OU REVELAÇÃO PARA PROVAR ISSO)

O DIZIMO É JUGO PESADO QUE OS HOMEM COLOCA NOS OMBROS DAS OVELHAS(MATEUS 11:28-30)

Caso algum irmão duvide, que aqui temos essas afirmações nos cultos, pode vir congregar comigo uma semana que eu garanto que o irmão ira ouvi-las.

Deus Abençõe, a nos todos e de mais unidade para nossos ministros.

MEIRA COURI

Mensagens : 80
Data de inscrição : 16/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  "Ekklésia Christiana" em Qui Jul 05, 2012 11:41 am


Saudações cristãs,

Irmão Vítor e demais irmãos...




Realmente...

Uma árdua empreitada dissuadir a um "russelita" em seus postulados, sobretudo, no que concerne ao clamor unitarista.

Resido relativamente próximo ao complexo central da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados - Brasil ("Betel do Brasil" / Cesário Lange - S.P). Uma ampla e diversificada estrutura: recintos para assembleias, dormitórios, refeitórios, bibliotecas, gráfica, entre outros. Um arsenal ofensivamente estratégico.

Aliás, o Brasil atualmente congrega o segundo maior núcleo "russelita" em todo o mundo (precedido apenas pelos Estados Unidos da América). Entre as nações europeias, Portugal figura como a mais expressiva fração, razão pela qual a "Betel de Portugal" encontra-se sob ampliação (Alcabideche).

Em frente à minha casa há um casal russelita "itinerante". Atuam - marido e esposa - em caráter integral (dedicação exclusiva) e assim que convocados deslocam-se ao longo dos circuitos e distritos* previamente determinados ("a serviço de campo"). Nosso convívio é pacífico e sem maiores sobressaltos, apesar do flagrante antagonismo.

De qualquer modo, apresentamos alguns paralelismos... Dentre eles, o exclusivismo isolacionista.

Nossos Anciãos têm reiterado sua adesão à postura em pauta, cuja promulgação formal e/ou documental decorre do polêmico parecer oficialmente emitido no ano de 1961**. Coincidentemente, nesse período, a Congregação Cristã se consolida como o maior segmento religioso não católico então catalogado em todo o território nacional. Atente-se, contudo ao fato de que sua seletista conduta remonta já às suas primeiras décadas - conforme nô-lo demonstra a tradição oral e fragmentos diversos. A concepção “restauracionista-remanescente” postulada por Francescon pressupunha uma necessária e cautelar ruptura sempre que constatada uma inclinação ou indícios supostamente “apóstatas”. Disto resultou, dentre outras ocorrências, a posterior anatematização da “Congregazione Cristiana Pentecostale in Italia” (1) em face de sua alegada deserção (confederacionismo).

Expressões e frases tendenciosamente depreciativas permanecem em uso corrente, e algumas consideradas já obsoletas retomam o seu vigor (como o caso de “criatura”). Tanto em nossos serviços públicos quanto em eventos de acesso restrito a eficácia salvífica é sutilmente apresentada como estando sob nossa exclusiva égide. O Corpo Ministerial “júnior”, por seu turno, deve ater-se ao comedimento, uma vez que se encontra sob estágio probatório ou de observação.

Conforme mencionado em postagens anteriores, em localidades como o Jd. Paulista, São Paulo - capital, semanalmente declara-se (parafraseando-se a I Pedro 5:12):


“Esta é a verdadeira graça de Deus – e fora dela não há outra!”

“Esta é a verdadeira graça de nosso Senhor Jesus Cristo – e fora dela não há outra!”
(e similares)


A propósito em explanação efetuada no dia vinte e três último, Ancião Paulo Plácido, com veemência, veio a discorrer sobre o protestantismo, suas variantes e generalizada decrepitude moral-doutrinária.

Ancião Claudio Marçola, por sua vez, convoca-nos a destemidamente testificar acerca de nossa particular filiação e sua natureza (pretensamente) ímpar...

Há poucos dias, ao ser indagado no tocante a uma determinada ala dissidente, Ancião Romano Jung - “primaz” do Estado do Rio Grande do Sul – manifestou-se de forma pontual e categórica:


“Estamos certos de que os tais são apóstatas!”


Enfim... Permanecemos num mesmo e equânime patamar quanto ao “modus operandi” regularmente aceito: reserva e distanciamento.

Quanto àquele que eventualmente venha a divergir resta-lhe como quinhão a marginalização e o degredo. Afinal, a Congregação Cristã concebe o ato de divergir e sua reincidência como correlatos ou equivalentes ao apostatar.

______________
*”circuitos” - setores compostos por cerca de vinte núcleos locais / “distritos” - jurisdição composta por vinte circuitos.
** RGE - 1961, “Doutrina do Batismo”; “Pregadores estranhos a Fé”.
(1) atual “Assemblea di Dio in Italia”.





Atenciosamente,

“Em Caridade”

Irmão Ednelson

"Ekklésia Christiana"

Mensagens : 497
Data de inscrição : 18/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  Sergio Teixeira em Qui Jul 05, 2012 2:08 pm

A verdade é que conseguimos tamanha liberdade de servir a Deus na Congregação que somos realmente tentados a dizer que esta é a Graça verdadeira, visto que aqui a encontramos.
E até nos esquecemos de que, afirmando dessa forma, podemos estar contrariando os ensinamentos de nosso Mestre.
A alegria em nossos corações pode realmente nos fazer exagerar.
Mas que não percamos jamais essa alegria.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  BadMix em Sex Jul 06, 2012 3:23 am

Sergio Teixeira escreveu:(...)
Mas que não percamos jamais essa alegria.

Deus fez-me perceber que o "tom" das minhas palavras neste fórum ultimamente têm transparecido juízos de opinião/sentenças para morte sobre algo que não é minha responsabilidade, mas apenas d´Ele.
Dessa forma, e precisamente para que não se perca a alegria de O servir devido aos gestos irreflectidos de um grão de poeira sem juízo como eu, decidi editar as minhas mensagens, removendo todo o seu conteúdo.

Orem por mim para que por Deus me seja acrescentada a luz e entendimento de que obviamente careço.
Deus nos abençoe.

BadMix

Mensagens : 141
Data de inscrição : 03/02/2012
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Sex Jul 06, 2012 5:20 am

BadMix escreveu:
Sergio Teixeira escreveu:(...)
Mas que não percamos jamais essa alegria.
Deus fez-me perceber que o "tom" das minhas palavras neste fórum ultimamente têm transparecido juízos de opinião/sentenças para morte sobre algo que não é minha responsabilidade, mas apenas d´Ele.
Dessa forma, e precisamente para que não se perca a alegria de O servir devido aos gestos irreflectidos de um grão de poeira sem juízo como eu, decidi editar as minhas mensagens, removendo todo o seu conteúdo.
Orem por mim para que por Deus me seja acrescentada a luz e entendimento de que obviamente careço.
Deus nos abençoe.
A Paz de DEUS esteja sempre em nossos corações.

Meu DEUS do céu, Irmão Vitor.
Que foi que houve?
Como se diz aqui no Brasil: "Você virou a mesa."
E virou sem razão alguma.
Suas mensagens estavam muito boas, e boas demais.
Dê um jeitinho de restaurá-las.

DEUS nos abençoe.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens : 551
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  Sergio Teixeira em Sex Jul 06, 2012 4:31 pm

Irmão Vitor, não era necessário editar suas postagens.
Quando afirmei que não devemos perder nossa alegria, estava me referindo a todos nós, para que as tribulações que ainda hão de vir não nos coloquem a nemos na fé..
Não acho que o irmão tenha perdido sua alegria. Perdoe-me se o fiz pensar assim.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  BadMix em Sex Jul 06, 2012 5:31 pm

Sergio Teixeira escreveu:Irmão Vitor, não era necessário editar suas postagens.
Quando afirmei que não devemos perder nossa alegria, estava me referindo a todos nós, para que as tribulações que ainda hão de vir não nos coloquem a nemos na fé..
Não acho que o irmão tenha perdido sua alegria. Perdoe-me se o fiz pensar assim.

Irmão Sérgio, a paz de Deus!
Estou a ver que ultimamente não acerto uma Smile

Eu citei as suas palavras por terem sido uma excelente chamada de atenção. Tenho pelo Irmão um crescente respeito e admiração, porque denoto em todas as suas mensagens uma colocação de paz, amor e cuidado, mesmo quando manifesta a sua discordância do que está a ser debatido, e nisto se vê que o Espírito Santo achou um bom porto de abrigo em seu coração. Que Deus o abençoe continuamente nesta parte, pois quem não ajunta espalha, e tenho por certo (porque eu desejo que assim aconteça comigo) que o Irmão deseje ser achado pelo Senhor ajuntando, e não espalhando.

Irmão Luiz,
Fico-lhe agradecido pelas suas palavras, mas já não há volta a dar, e ainda bem que assim é. Estive a reflectir um pouco nas minhas recentes mensagens e pela Graça de Deus apercebi-me que estava a usar um tom despropositado.
A obra é de Deus, seja Ele a conduzi-la como bem entender. Cabe-me a mim (nós) apreciar a viagem, pois não somos mais do que instrumentos na sua mão.
Ora, pode o martelo escolher qual o prego a pregar? Ou a força com que irá bater na parede para fazer uma abertura? Não? Pois também não me cabe o direito de criticar esta ou aquela forma de ser/estar na Obra, pois o Senhor tem um zelo por ela infinitamente maior do que o meu.

Resta-nos aguardar o Seu tempo, que consumará todas as coisas, para honra e glória do Rei dos Reis.
Deus nos abençoe.
Vitor

BadMix

Mensagens : 141
Data de inscrição : 03/02/2012
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Sex Jul 06, 2012 5:49 pm

Sergio Teixeira escreveu:Irmão Vitor, não era necessário editar suas postagens.
Quando afirmei que não devemos perder nossa alegria, estava me referindo a todos nós, para que as tribulações que ainda hão de vir não nos coloquem a nemos na fé..Não acho que o irmão tenha perdido sua alegria. Perdoe-me se o fiz pensar assim.
A Paz de DEUS esteja em nossos corações, sempre.

Até acho que nós aqui temos o direito de uma hora ou outra dar uma briguinha, porque afinal somos Irmãos em JESUS CRISTO.
Mas acho quase impossível que o Irmão Sergio, viesse ele a dar essa briguinha.

DEUs nos abençoe.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens : 551
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Sex Jul 06, 2012 5:59 pm

BadMix escreveu:Irmão Luiz, Fico-lhe agradecido pelas suas palavras, mas já não há volta a dar, e ainda bem que assim é. Estive a reflectir um pouco nas minhas recentes mensagens e pela Graça de Deus apercebi-me que estava a usar um tom despropositado.
A obra é de Deus, seja Ele a conduzi-la como bem entender. Cabe-me a mim (nós) apreciar a viagem, pois não somos mais do que instrumentos na sua mão.
Ora, pode o martelo escolher qual o prego a pregar? Ou a força com que irá bater na parede para fazer uma abertura? Não? Pois também não me cabe o direito de criticar esta ou aquela forma de ser/estar na Obra, pois o Senhor tem um zelo por ela infinitamente maior do que o meu.
Resta-nos aguardar o Seu tempo, que consumará todas as coisas, para honra e glória do Rei dos Reis.
Deus nos abençoe. Vitor
A Paz de DEUS esteja em nossos corações e de nossas famílias.

Diante de DEUS (não sei se é permitido falar assim), digo que nunca vi nenhum tom despropositado em suas mensagens.

Usando a sua própria comparação, eu digo: depois que martelo bate num determinado prego, ele sabe que bateu no prego errado? Ou sabe que bateu com a força errada?
Às vezes ele pensa que bateu no prego errado, e bateu no prego certo.
Às vezes ele pensa que bateu com a força errada, e bateu com a força certa.

Portanto, esses pensamentos que ele teve é que foram errados.

No meu modo de pensar, houve um erro do martelo, sim.
Esse erro foi depois usar seu outro lado e sair arrancando os pregos.

Não faça mais isso, Sr. Martelo.
Continue enviando suas belas postagens, até mesmo neste tópico.

DEUS nos abençoe a todos.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens : 551
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  jaimesilva em Qui Jul 19, 2012 9:07 am

BELLO escreveu:Irmão Jaime Silva,

Eu entendo que realmente não é a placa de igreja que leva a salvação, contudo, eu já pesquisei várias igrejas e a doutrina da CCB, apesar do erro dos homens, é a mais perfeita. Isso é indiscutível!!! A liberdade da graça que existe em nosso meio não existe em local nenhum.
Em outras denominações acredito que também o Senhor opera grandemente, contudo, suas doutrinas e a submissão aos homens pecaminosos pode lhes levar a não conseguir a salvação.
Acredito que vivemos plenamente na graça e isso é uma preciosidade que até hoje não encontrei em outro lugar. Por exemplo, trabalho com uma pessoa que é membro de uma igreja evangélica e ele tem uma amante fora do casamento que ele não esconde de ninguém, inclusive ele comenta sobre isso com todos nós, ás vezes até em tom jocoso, afirmando que é crente batizado, mas, isso não tem nada a ver, Deus perdoa. O rapaz que corta o meu cabelo tem uma namorada evangélica que ele diz manter práticas sexuais rotineiramente com ela e isso naquela denominação se tornou coisa corriqueira, tem sido aceito com naturalidade. Agora eu pergunto, que podridão é essa? Será que essas pessoas podem ter parte com Deus agindo assim, que doutrina são essa que visam apenas o dízimo em dia?
Quanto a predestinação eu, na contra mão dos pensamentos comuns, estou inclinado a acreditar que existe realmente uma predestinação principalmente na graça de Deus, cito a frase bíblica MUITOS SÃO CHAMADOS, POUCOS OS ESCOLHIDOS e se observa que o Senhor escolheu e chamou os apóstolos, o nosso Deus escolheu profetas e pessoas que não tinham merecimento algum e fez grande obras com elas e acredito que ele tem feito isso com cada um de nós que estamos lutando por nossa salvação, sem citar que poucos verdadeiramente querem ter amizade com Deus e realmente se aproximam do Senhor.
Cito a obra da conversão de um ancião que esteve em minha cidade que contou nunca ter conhecido nenhuma igreja e com quase 30 anos, enquanto estava trabalhando em um trator na roça, ouviu uma voz que lhe disse que ele seria membro de nossa igreja, teria filhas na terra e teria o ministério de ancião e ele nem sabia o que eram essas palavras e com o tempo o Senhor cumpriu tudo em sua vida, o que dizer de uma obra dessa? Esse homem é predestinado ou não?
Contudo, quanto a salvação estar somente na CCB isso não posso afirmar, pois, o Senhor não nos permitiu menosprezar ninguém e isso não nos pertence, pois a salvação é do Senhor e Ele dá a quem ele quer, mas, acredito que a doutrina da CCB é maravilhosa e certamente nos conduzirá á salvação, ponto final, é isso que importa!!!

Irmão Bello A Paz de Deus
Perdoe-me pela demora da postagem.
Concordo plenamente com suas palavras. A Congregação Cristã é a mais perfeita em doutrina, zelo espiritual, ordem nos cultos e ou serviços sacros de adoração a Deus, postura exemplar em todos os âmbitos sejam espiritual, material, fiscal, parafiscal, doutrinário.......enfim, a Congregação Cristã é uma obra perfeita em tudo.
Afirmo isso com muita convicção uma vez que eu fui batizado na Igreja Católica, e quando ainda eu era criança meus pais passaram a seguir denominações evangélicas das quais não há necessidade de sitar os nomes; Bem, nestas denominações meus pais tinham cargos ministerial e ainda cantavam nas apresentações, decoravam os textos bíblicos para pregar na igreja geralmente aquelas mensagens que tocaria o sentimento de alguém muito amigo ou até mesmo do Pastor, afim então de serem enaltecidos aplaudidos e bem aceitos entre àquelas comunidades evangélicas.
Para prestarmos nossos cultos, entravamos tomávamos nossos acentos em qualquer lugar e saíamos quando bem queríamos, assim sem ordem, vazios, apenas levados pelas amizades materiais.
Quando meus pais foram evangelizados pelos irmãos da Congregação, houve muita relutância em aceitar a doutrina as quais eles achavam muito rígidas sem contar que devido a ordem e o zelo doutrinal na Congregação, eles jamais poderiam apresentar-se diante do povo com seus cânticos e mensagens, digamos "vazias".
Mas Deus por sua grande misericórdia os chamou e hoje louvam a Deus cantando e exaltando o nome de Deus lá no banco entre toda a nossa irmandade, e mais, o Senhor nosso Deus os tem agraciado com o excelente dom de evangelizar as almas.
Afirmo ainda sem medo de errar que a Graça de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo esta no meio do povo na Congregação, pois como este é o povo que aceitou e continua aceitando a doutrina e os ensinamento bíblicos em sua totalidade, é então este povo o povo predestinado à salvação; contra essas coisas não há argumentos.
Quanto a placa, esta é um marco apenas para identificação de um nome material mas que assume um nome de conotação muito sublime "Congregação Cristã".

de seu irmão em Cristo
Jaime


jaimesilva

Mensagens : 7
Data de inscrição : 28/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Congregação Cristã e apostasia: conceituação e posicionamento

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum