Período Apostólico e cidades célebres: Filipos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Período Apostólico e cidades célebres: Filipos

Mensagem  "Ekklésia Christiana" em Qui Maio 03, 2012 12:50 pm




Período Apostólico e cidades célebres:

FILIPOS


Filipos deve seu nome a Filipe II, rei da Macedônia, sendo por ele fundada no ano de 356 a.E.C. Anteriormente, havia no local um vilarejo traciano conhecido pelo nome grego Krenides ("fontes"), que em 361 a.E.C. foi tomado por colonos da ilha de Tasos, comandados por um exilado ateniense chamado Calistrato. O maior atrativo desse lugar era o fato de localizar-se nas proximidades das minas de ouro do monte Pangéus, que Filipe fez questão de controlar ao fundar de novo a cidade. Filipos tinha também importância estratégica por constituir a rota terrestre para o Helesponto (Dardanelos) e Bósforo, e portanto, para o interior da Ásia. Lucas descreve Filipos como "a primeira cidade dessa região da Macedônia" — isto é, o primeiro entre quatro distritos em que a Macedônia fora dividida pelos romanos, em 167 a.C. — e acrescenta que se tratava de uma colônia romana (At 16:12). A cidade foi transforma­da em colônia em 42 a.C, pelos líderes romanos Antônio e Otaviano, após obterem vitória ali sobre Bruto e Cássio, os assassinos de Júlio César. Os comandantes vitoriosos estabeleceram um batalhão de solda­dos veteranos em Filipos. Doze anos mais tarde Otaviano, havendo por sua vez derrotado ali as tropas de Antônio na batalha de Actium, instalou na área parte das tropas desbaratadas de Antônio, bem como algumas famílias, às quais despojou a fim de estabelecer também seus próprios soldados veteranos, dando à cidade seu próprio nome: Colônia Júlia Filipense. Três anos depois, quando Otaviano assumiu o título de Augusto, o nome da cidade foi ampliado: Colônia Júlia Augusta Filipense.




ruinas de Filipos

(ao fundo, cidade atual)


Os cidadãos de qualquer colônia romana eram automaticamente cida­dãos romanos; a constituição de uma colônia romana seguia o modelo da cidade-mãe, Roma, havendo um colegiado de dois magistrados na liderança. Na maior parte das colônias esses magistrados eram oficial­mente conhecidos como duo uiri (ou duumuiri iuri dicundo, "dois homens que administram justiça"). Noutras colônias, todavia, preferiam ser chamados pelo título mais distinto de pretor; falando, por exemplo, dos magistrados-chefes de Cápua, na Itália, Cícero observou que "em­bora sejam denominados duo uiri nas outras colônias, estes querem ser chamados de pretores." Parece que isso também era verdade quanto aos magistrados-chefes de Filipos: o autor de Atos se refere a eles usando um termo grego ("strategoi") equivalente ao título de "pretores" (At 16:22, 35, 36, 38), que ECA traduz como "magistrado".




ruínas - área central pública


À semelhança dos magistrados-chefes de Roma, os das colônias romanas eram acompanhados pelos lictores, que possuíam fasces, ou molhos de varas, símbolos do cargo. Os lictores que atendiam aos pretores filipenses surgem na narrativa contida em Atos dos Apóstolos sob a designação grega equivalente ("rhabdouchoi"), literalmente "seguradores de varas"- vertido por ECA (1) como "quadrilheiros" (At 16:35,38).





ruínas de uma via de acesso Filipos-Tessalônica

(possível trajeto efetuado por Paulo)



Referência Patrística

Ressalte-se ainda, que presbítero-epíscopo Policarpo de Esmirna - suposto discípulo de João "o derradeiro" - dirige uma de suas epístolas a Filipos (Epístola de Policarpo aos Filipenses). Apesar de canonicamente proscrita (apócrifos neotestamentários), a referida epístola goza do aval de diversos autores patristicos, a exemplo de Ireneu de Lyon:

"Há também uma poderosa espístola escrita por Policarpo aos Filipenses, de onde os que desejarem e estiverem ansiosos por sua salvação podem aprender o caráter de sua fé e a pregação da verdade.”

Adversus Haereses (III 3.3), Ireneu de Lyon (2)


___________________
(1) Edição Contemporânea de Almeida.
(2) Ireneu. Adversus Haereses: A refutation of the heretics, from the fact that, in the various Churches, a perpetual succession of bishops was kept up. (em inglês). [S.l.: s.n.]. Capítulo: 3, vol. III.

__________________________________________________________________________________________

"Ekklésia Christiana"

Mensagens : 497
Data de inscrição : 18/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum