Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  SANDERSON NEIVA BRITO em Sab Abr 14, 2012 11:44 pm

Irmandade, tenho uma dúvida e creio que muitos dos senhores também tenham., O caso é o seguinte: antes
de eu ser da ccb congregação cristã no brasil fui de outra denominação que por questões de bom senso não iria aqui citar ., E nessa religião que eu era membro , eu via muitas pessoas em vigilias por que eu ia muito nessas vigílias que perduravam a noite toda., E nessas vigilias ocorriam muitas pessoas irmãs e irmãos alí presente que pulavam , sapateavam , rodopiavam e caiam no chão dando urros ,chorando etc E como eu não entendia, eles diziam que eram a manifestação do Espirito santo de Deus ., E vcs o que açham., Essas manifestações são Deus mesmo ?., Deus pode derrubar uma pessoa e fazer até a pessoa rodopiar como se fosse em um candomblé? aguardo resposta dos irmãos abalizados na biblia ., POIS estamos aqui aprendendo uns com os outros e tenho me sentido muito edificado com a resposta dos senhores., a paz de Deus

SANDERSON NEIVA BRITO

Mensagens: 23
Data de inscrição: 17/11/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  Sergio Teixeira em Dom Abr 15, 2012 2:06 pm

As igrejas ditas cristãs não têm por hábito pular, sapatear, dançar ou fazer qualquer alarido alegadamente "sob a influência de Deus".
Se isso fosse normal ou costumeiro, certamente estaria relatado, indicado, sugerido ou aprovado no Novo Testamento.

Acontece que nossa carne é fraca, e muitas vezes, no desejo de agradar a Deus porém segundo o nosso próprio entendimento, somos por ela levados a "exagerar um pouco" em nossas manifestações individuais.
Contudo, devemos ter um pouco de disciplina, e nossa carne tem de estar firmemente subjugada à nossa Alma.
Essa é inclusive a razão pela qual fazemos algum tipo de jejum, ou seja, para a sujeição do corpo diante do Espírito.

Então, em tudo temos de ser moderados, especialmente naquilo que fazemos em público, maiormente "em nome do Senhor".

Não é o espírito, mas sempre a carne que nos induz aos pulos, aos sapateados, aos gritos, à dança.
No entanto, pode ser que Deus aceite isso de cada um de nós - ou não - como uma forma de tentar agradá-lO, mesmo que no auge de nossa ignorância. Ele sabe como julgar, e sempre o faz com Justiça e Misericórdia.

Sergio Teixeira

Mensagens: 1144
Data de inscrição: 12/05/2011
Localização: Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

irmão Sérgio Teixeira , paz de Deus

Mensagem  SANDERSON NEIVA BRITO em Dom Abr 15, 2012 6:37 pm

concordo com vc plenamente, na sua opiniaõ e esses membros de outras denominações que aprovam e concordam com essas manifestações como dizem ele sendo o poder de Deus , para acrescentar eles citam Atos capitulo 2 , como prova de que pular, dançar, sapatear rodopiar é manifestação do poder de Deus ., mais concordo com vc irmão sérgio , muito bem postado e colocado por vc ., a paz de Deus

SANDERSON NEIVA BRITO

Mensagens: 23
Data de inscrição: 17/11/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  Sergio Teixeira em Dom Abr 15, 2012 10:14 pm

concordo com vc plenamente, na sua opiniaõ e esses membros de outras denominações que aprovam e concordam com essas manifestações como dizem ele sendo o poder de Deus , para acrescentar eles citam Atos capitulo 2 , como prova de que pular, dançar, sapatear rodopiar é manifestação do poder de Deus ., mais concordo com vc irmão sérgio , muito bem postado e colocado por vc ., a paz de Deus
Eu particularmente não imputo "erro" ou pecado a quem quer que seja que - em seu desejo de agradar ao Pai Celestial - aja com alguma indisciplina *.
Quando isso se dá por mero desconhecimento, por inocência, pelo simples desejo de agradar a Deus (e não de "se exibir" perante os homens) Ele certamente não nos imputará nenhuma falta.
Tenho observado pessoas gritando, fazendo alarido. Eu evito fazer eu mesmo essas coisas.
Tenho observado pessoas que ao testemunhar falam fora do microfone, mas que ao manifestar "linguagem" fazem questão de fazê-lo no microfone, para que todos ouçam. Já conhecendo o fenômeno, e se porventura houver em mim linguagem, eu a exprimirei fora do microfone.
Tenho presenciado pessoas batendo na tribuna durante a pregação da Palavra. Existem momentos em que somos tomados por forte emoção e, se não vigiarmos, estaremos fazendo as mesmas coisas. Mas tenho presenciado irmãos que disfarçam essa emoção batendo imperceptivelmente com o punho fechado na própria mão. Então, se tal emoção porventura vier a nos tomar, acho preferível seguirmos o exemplo que não escandaliza, que não gera dúvidas ou contendas.
Tenho presenciado irmãos que pregam a Palavra com imenso vigor, e bastante emoção. Outros que pregariam a mesma palavra sem tanta emoção, mas com virtude.
A emoção é uma característica da carne, a virtude é uma característica do Espírito. Algumas pessoas pendem mais para um lado, outras pendem mais para o outro.
Usando-se de um irmão virtuoso ou de um irmão emotivo ou vigoroso, Deus jamais despedirá a Sua igreja vazia. A nossa porção individual sempre vem até nós, por mais imperfeito que seja o servo que está à frente.
Existem pessoas que preferem igrejas mais "calorosas", outros as preferem mais "frias" ou "comedidas".
Durante algum tempo, todos nós somos como que prisioneiros da carne e de suas manifestações.
Porém à medida em que o Cristo vai nascendo e crescendo dentro de nós, começa a prevalecer o Espírito.
Se estivermos cometendo algum erro, o Espírito Santo nos apontará oportunamente tal erro para que nós mesmos o corrijamos em nós e nos edifiquemos.
E nesse processo jamais nos acusará, jamais "nos jogará no lixo".

* Evidentemente não "aprovo" a indisciplina. Mas não posso ser guia das mentes alheias, quando essas ainda não se permitiram ser despertadas pelo Espírito Santo de Deus.
Cada qual portanto com sua própria consciência, buscando fazer o que é justo, digno, honesto e reto diante de Deus, segundo os ensinamento de Cristo, pois afinal somos agora cristãos e não mais meros seres carnais.

Então, e para que fique bem claro: "Indisciplina" e "exagero" não podem ser consideradas "provas do poder de Deus".
Por outro lado a perfeita manifestação do Amor, da justiça, da retidão e da misericórdia nos aproximam daquilo que Deus verdadeiramente espera de nós. Tudo o mais portanto é supérfluo.
Mesmo que eventualmente nos tornássemos em luz resplandescente ou que fôssemos capazes de voar sobre a membresia da igreja, ou que falássemos constantemente na pretensa "lingua dos anjos", não seria isso o que realmente importa.
A propósito, os anjos falam a nossa linguagem quando se dirigem a nós.

Sergio Teixeira

Mensagens: 1144
Data de inscrição: 12/05/2011
Localização: Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  BadMix em Ter Abr 17, 2012 6:52 am

Concordando com o querido Irmão Teixeira e aproveito para indicar o 1º livro de Corintios a partir do capítulo 12 como uma fonte muita clara de disciplina na Igreja no que concerne o uso dos dons de Deus.

Não acrescento nada o que já foi (muito bem) explicado, mas reforço que em todo o manifestar na Igreja da nossa adoração a Deus, deve ser feito com disciplina, ordem e amor ao próximo (atenção a quem vem pela primeira vez e se sente escandalizado por práticas levadas ao espetáculo ao invés de práticas baseadas na humildade) para que tudo vá bem na nossa caminhada espiritual.

Deus a todos abençoe,
Vitor

BadMix

Mensagens: 141
Data de inscrição: 03/02/2012
Localização: Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Qua Abr 18, 2012 12:10 pm

Irmão Sanderson escreveu:Cair, pular,rodar, sapatear é manifestacao do poder de Deus?
A Paz de DEUS esteja sempre entre nós todos, e nossas famílias.

Eu conheci a Congregação Cristã no Brasil há cerca de quase 36 anos (completa-se isso no dia 27 agora, se DEUS me conservar com vida).

Igreja séria, prudente, discreta, sem pulos nem gritos nem ninguém querendo "se aparecer", como costumamos dizer.

Os efeitos da conversão e da santificação vinham e ficavam em nossos corações pela poderosa e onisciente PALAVRA DE DEUS. E esses efeitos são permanentes.

Pulos, rodadas, sapateadas conseguem chegar às nossas emoções, sem entretanto atingir nossos corações. Como, eu não sei.
São efeitos temporários.

Acho que (achismo meu) devemos lutar contra essas imitações que tanto têm prejudicado a Obra de DEUS.

Lutar como ...?
Conversando com todos (inclusive Servos de DEUS no Ministério) com muita franqueza, mostrando que isso não pertence ao que aprendemos no passado.
Conversar com franqueza, mas sem abandonar o Amor do SENHOR, sem abandonar o respeito que devemos a nossos Líderes,

Alguém poderá falar que eu sou quadrado, careta, dinossáurico ou o que seja.
Mas a verdade é que essa postura prejudica a Obra de DEUS, por ser escandalosa.
Principalmente por se estar dando a um homem, embora Servo de DEUS, a glória que pertence ao próprio DEUS.

Não vi, mas soube que está havendo Irmãos que estão chamando no culto a Irmandade para irem à frente para receberem dons especiais. Que é isso, minha gente?

E o respeito sobre o tempo de duração de cultos?
Estão esquecendo que há pessoas que moram longe, Irmãs de maridos ciumentos e vice-versa, Irmãos ou Irmãs que trabalham à noite, Irmãos e Irmãs que possam ter alguém da família em casa, com necessidades, inclusive de doenças?

A Congregação Cristã deve deixar de lado essas imitações e continuar do modo como sempre foi.

DEUS nos abençoe.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens: 551
Data de inscrição: 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  Sergio Teixeira em Qua Abr 18, 2012 8:15 pm

Em tudo é necessária muita prudência e uma certa profilaxia.
Aqui mesmo no Rio de Janeiro (Capital) há muitos anos atrás, aconteceu uma dessas buscas de dons especiais, que terminou às 23:30hs.
Como se não bastasse isso, e por ser aqui a condução muito precária aos sábados*, algumas irmãs (inclusive algumas idosas que moram no mesmo bairro que nṍs) chegaram em casa quase à 01:30 da manhã.

Somos sobremaneira cautelosos em alguns aspectos, mas parece que esse fato passou quase que totalmente despercebido ou - pelo menos - convenientemente ignorado.
Pouquíssimos foram os comentários a esse respeito, e somente "a bocca chiusa" porém ponderemos que nosso inimigo comum procura oportunidades exatamente como essas para fazer suas críticas, censuras e acusações aos movimentos que procuramos santificar.
E se o faz sem que haja motivo, pior ainda se lhe fornecermos a "matéria prima" para tal...

* Existem algumas linhas de ônibus que encerram suas atividades aos sábados às 21:00hs, sendo que as autoridades fazem solene "vista grossa" para o fato. As empresas apresentam "planilhas de algibeira" demonstrando que havia ônibus mesmo após aquele horário, os quais certamente conseguem alcançar o fenômeno da invisibilidade, pois os passageiros mesmo jamais os vêem.
Mais uma vez constatamos que demonstrar e provar não são sinônimos...

Sergio Teixeira

Mensagens: 1144
Data de inscrição: 12/05/2011
Localização: Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Qui Abr 19, 2012 7:07 am

A Paz de DEUS esteja em nossos corações.
Sergio Teixeira escreveu:Pouquíssimos foram os comentários a esse respeito, e somente "a bocca chiusa" porém ponderemos que nosso inimigo comum procura oportunidades exatamente como essas para fazer suas críticas, censuras e acusações aos movimentos que procuramos santificar.
E se o faz sem que haja motivo, pior ainda se lhe fornecermos a "matéria prima" para tal...
Críticas que provenham do "inimigo comum" seriam feitas a ensinamentos da Igreja.
Se críticas são feitas a desobediências aos próprios ensinamentos, elas provêm do nosso DEUS.

Eu critico (e tenho certeza de que não guiado pelo "inimigo comum"), sim, modismos e novidades que venham a aparecer em nosso meio, e que a curto ou longo prazo virão a prejudicar a nossa Igreja, deteriorando as características que fizeram essa Igreja tão respeitada, embora nem sempre amada por elementos destrutivos.

O mal está na desobediência, e não nas críticas construtivas feitas às desobediências.

DEUS nos abençoe.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens: 551
Data de inscrição: 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  Sergio Teixeira em Qui Abr 19, 2012 9:56 am

Eu me refiro especificamente à forma com que se usa a menção ou descrição de tais acontecimentos, dando a entender erroneamente que na Congregação isso seja um "procedimento comum".
Não, sabemos que não é, que tais coisas são seguramente exceções, porém se não vigiarmos e tais coisas se repetirem daqui e dali, mesmo que esporadicamente, certamente fará parecer que há - além de uma certa dose de conivência - uma espécie de "aprovação oficial", que sabemos não existir.
Quanto a nós, temos todos o direito de expressar nossas opiniões, desde que ordeiramente e com o necessário Amor.
Mas ainda sou partidário de que temos a obrigação de vigiar constantemente e de nos admoestarmos mutuamente sempre que notarmos que alguma coisa em nosso meio possa dar algum mau testemunho.
Que Deus nos abençoe a todos.

Sergio Teixeira

Mensagens: 1144
Data de inscrição: 12/05/2011
Localização: Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  "Ekklésia Christiana" em Qui Abr 19, 2012 10:43 am


Saudações cristãs,

Prezados...




De uma maneira ou de outra, temos como eixo temático (proposto por nosso irmão Sanderson) o pentecostalismo. E não poderia ser diferente, uma vez que nossas origens (em parte) remontam ao seu clímax - finais do séc. XX.

Por essa razão - partindo-se de meu anterior comentário, como "abre alas" - sugiro a criação de um tópico espefíco (mantendo-se, contudo, o presente em atividade).

As discussões acerca do pentecostalismo e suas variantes é ampla e quase sempre polêmica. Provavelmente o assunto venha a se estender, acrescentando-nos informações ou dados até então ignorados.



Atenciosamente,

"Em Caridade"

Irmão Ednelson

"Ekklésia Christiana"

Mensagens: 497
Data de inscrição: 18/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Qui Abr 19, 2012 12:19 pm

A Paz de DEUS esteja em nossos corações.

Permitam-me dar mais uma opiniãozinha, e perdoem-me por dá-la.
Falo assim porque o meu conhecimento e entendimento para uma porção de coisas é muito limitado e fraco.

Posso estar errado no que vou falar:

Antigamente, as Igrejas não conheciam, não sei por que, o batismo com o ESPÍRITO SANTO, que na Congregação Cristã se fala "o selo da Promessa".

Aí, por revelação do ESPÍRITO SANTO DE DEUS, passou-se a conhecer esse dom.
A Congregação Cristã foi uma das primeiras (se não foi a primeira) a conhecer esse dom e desfrutar dele.

Bem, que eu saiba (e há grande probabilidade de estar errado ou incompleto), o selo da Promessa se faz com a evidência de falar em línguas dos anjos.

Isso, para mim, é o Pentecostalismo.
A nossa Igreja é pentecostal, por excelência.
E nesse verdadeiro pentecostalismo, é uma Igreja sóbria, prudente.

Mas gritar, pular e sapatear não é evidência de batismo com ESPÍRITO SANTO.
É exagero, é carnal, não tem nada de espiritual.

Começou a ser usado por crentes oriundos de algumas outras Igrejas, trazendo esse costume horroroso para a Congregação Cristã no Brasil.
Ou então, alguns crentes que viram em outras Igrejas, ou em algumas empresas disfarçadas de igrejas, acharam bonito e resolveram imitar.

Olhem, Irmãos, embora envergonhado de mim mesmo, triste comigo mesmo, aborrecido comigo mesmo por estar colocando isso na internet mundial, vou contar uma coisa que aconteceu comigo.

Uma vez o Irmão que pregava (era "de fora") só faltava engolir o microfone (perdoem-me estar falando nesse tom de desamor, mas a minha tristeza é muito profunda). Gritava e gritava, levando a Irmandade presente a gritar mais ainda, verdadeiros urros (perdoem-me de novo).
Eu não entendia uma palavra sequer da PALAVRA que o Servo de DEUS falava.
Na oração final, tamanho era a barulheira, que também não consegui ouvi-la.
Saí de lá muito triste (mais irritado do que triste), pensando: "Meu DEUS, o que fui fazer na Igreja? Perdi o meu tempo."

Há certos pontos que precisam ser revistos pelos Servos de DEUS do Ministério:

1) Esse da gritaria.
2) A obediência quanto ao horário de terminar o culto (podendo haver exceções, claro).
3) Evitar oferecer o púlpito ou a pregação da PALAVRA a um Irmão, só porque é "de fora". O púlpito só deve ser oferecido a Irmãos cujo bom testemunho sejam conhecidos do Cooperador.
Digo Cooperador (sem me referir aos Anciãos) primeiro porque os Anciãos têm mais experiência.
Segundo, porque os "de fora" geralmente se aproveitam de igrejas pequeninas, da periferia ou do interior, para ocuparem o lugar do Cooperador.
Nas igrejas grandes, esses "de fora" ficam intimidados.

DEUS nos abençoe.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens: 551
Data de inscrição: 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  izaias em Qui Abr 19, 2012 2:21 pm

Nós que temos a doutrina de DEUS pregada nos cultos nos templos da Congregação Cristã no Brasil; sabemos que isto não reflete a vontade de DEUS!
- Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós, Efésios 4 (31).
Temos como obrigação a obediência a Divina Palavra de DEUS.
Além disto, temos ainda pelo menos 2 tópicos que nos alertam sobre tais procedimentos.

56ª assembleia 1991 item 7. Cultos Barulhentos.
Perturbar o sossego público, com gritarias e exageros, é contra a lei e contra a Palavra de DEUS. Deve se observar silêncio após as 22h00min horas. Quando a manifestação é do Espírito Santo, isso rende comunhão. O que é de DEUS não sai da Palavra. Quando não é a voz do Espírito Santo, não rende comunhão.
Há irmãos que ficam reunidos em oração até altas horas da madrugada, fazendo barulho e incomodando os vizinhos; isso é reprovável e pode trazer consequências desagradáveis para o bom nome da Congregação. Os servos de DEUS, colocados como anjos nas Igrejas, têm que vigiar continuamente.
58ª assembleia 1993 item 20. Cultos barulhentos.
Há servos que ficam ao microfone manifestando em alta voz e incentivando a irmandade a gritar, tanto nas orações como na Palavra. Uma coisa é quando o Espírito Santo toma a Igreja e outra coisa é quando a irmandade começa a fazer barulho e gritaria. Quando há ordem na Igreja, o Espírito Santo tem livre curso; porém, quando há gritaria, outro espírito pode tomar oportunidade. O Espíri¬to de DEUS é Santo, é perfeito, não perturba a ninguém e não faz nada errado. Devemos fazer tudo com entendimento, para não sermos criticados e para que o nome de DEUS venha glorificado.
Há servos que batem na tribuna com a mão; convém evitar isso. Quando alguém está orando, não deve o Ancião ou Cooperador ficar falando “gloria”, ao microfone.

izaias

Mensagens: 165
Data de inscrição: 12/05/2011
Idade: 62
Localização: Capital - São Paulo - SP

Ver perfil do usuário http://izanor@ig.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

O PULAR E GRITAR NO ESPIRITO......

Mensagem  carlos alexandre em Qua Abr 25, 2012 10:34 pm

AMADOS, SE EU USASSE DE FALAR QUE,DEUS TEM SEUS MEIOS, NAO TRARIA UMA RESPOSTA SATISFATORIA E ACRESCENTARIA MAIS UM JARGAO CRISTAO CONHECIDO AO CAROS, POIS BEM O EXCESSOS NO MEIO CRISTAO E BEM CONHECIDO DE TODOS E MANIFESTO TAMBEM, E LOGICO QUE PARECER ESPIRITUAL AOS OLHOS HUMANOS SEJA BEM MAIS FACIL SENDO O MESMO INTENCIONAL OU NAO, NAO ESTAMOS PARA JULGAR, E HA ATE AQUELAS MANIFESTAÇOES IGUALMENTE DO LADO OBSCURO DAS TREVAS QUE SEMPRE CONFUNDE....TUDO ISSO CONTEMPOREAMENTE E CHAMADO DE MANIFESTAÇAO*.... mas o ESPIRITO SANTO NUNCA MUDOU SENDO O MESMO ONTEM HOJE ETERNAMENTE AMEM, POIS BEM, ATOS CAP 2... JESUS HAVIA ORDENADO QUE, OS DISCIPULOS FICASSEM EM JERUSALEM , ATE QUE DOS CEUS RECEBESSEM PODER...AO TODO NO CENACULO, HAVIA UNS 120 CRENTES, E A DESCIDA DO ESPIRITO SANTO PREDIDA POR JESUS E PROFETIZADO PELOS SANTOS PROFETAS, ACONTECEU, NESSE INTERIM, PESSOAS DE TODOS LUGARES RESIDIAM EM JERUSALEM NESSA EPOCA, E QUANDO TODOS RECEBERAM A BENÇAO PROMETIDA, FALARAM PROFETICAMENTE NAS GRANDEZAS DE DEUS NA LINGUA PATRIA DE AQUELES NAO- CRISTAOS, O ULTIMO VERSO DO CAP 2 E INTERESSANTE, POIS MOSTRA A REAÇAO DE ALGUNS QUE NAO CRERAM, ZOMBARAM OU NAO ENTENDEU O QUE ACONTECEU AOS CRENTES PENSANDO ESTAREM EMBRIAGADOS....SE O FALAR EM OUTRA LINGUA DENOTASSE ESCANDALO.... HOJE NINGUEM OUSARIA ORAR NA MESMA EM UMA ASSEMBLEIA CRISTA.... A REAÇAO DA RESPOSTA DO MULTIDAO FOI VISUAL, POIS A CHAMARAM POR IGNORANCIA DE EMBRIAGADOS, A MANIFESTAÇAO DO ESPIRITO SANTO NA QUAL CAUSOU UM IMPACTO VISUAL TREMENDO DIANTE DA PLATEIA ALHEIA....NO INICIO DA OBRA DE DEUS MANIFESTAÇOES ASSIM ERAM RELATADAS... POIS FRANCESCON EM SEU OPUSCULO DISSE DE CERTOS IRMAOS QUE RECEBERA A DADIVA, E POR FALTA DE ENTENDIMENTO ESIRITUAL, HOUVE UM CERTO DESCONFORTO, APOSTOLO PAULO NOS ADVERTE SOBRE BUSCAR COM ZELO DONS ESPIRITUAIS, ESSE ZELO, SE DA NA SANTIFICAÇAO PROGRESSIVA QUE A GRAÇA PROPOE... PORTANTO UNS DESSES DONS TEM FALTADO TREMENDAMENTE NO MEIO O DE INTERPRETAR ESPIRITOS....1 CORINT CAP 12 V 10

carlos alexandre

Mensagens: 10
Data de inscrição: 25/04/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  Sergio Teixeira em Qui Abr 26, 2012 12:08 pm

Vejo da seguinte forma, comparando com o que ainda acontece nos dias de hoje:

Aqueles judeus estrangeiros que guardavam o temor de Deus em seus corações, ao ouvir as palavras dos discípulos no linguajar típico da Galiléia, as entenderam como se fossem ditas em suas próprias linguas.
Estavam com seus vasos limpos e preparados para receber as coisas dos céus, e efetivamente as receberam.

No entanto, os descuidados, os escarnecedores e os contenciosos (judeus apenas de nascimento, mas não de coração) não entenderam coisa alguma, como geralmente acontece, e segundo a sua própria natureza, zombavam, criticavam e acusavam os discípulos de estarem embriagados.
Ou seja, tinham seus vasos imundos e previamente cheios de rapina e de tudo o que não presta.
Não poderiam portanto receber ou mesmo reconhecer as coisas de Deus.

Como diz o amado irmão Luiz Flavio, isso é um "achismo" meu.

Sergio Teixeira

Mensagens: 1144
Data de inscrição: 12/05/2011
Localização: Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cair, pular, rodar, sapatear é manifestação do poder de Deus?

Mensagem  "Ekklésia Christiana" em Qui Abr 26, 2012 4:35 pm


Saudações cristãs,

Irmão Sérgio, prezado...




Perdoe-me a franqueza.

Embora eu não aprecie "achismos" (até por que tendem a mascarar uma pseudo-modéstia), devo convir que seu postulado acerca do ocorrido na manhã de Pentecostes realmente constitui uma excessão à regra.

Estando congregado em São Paulo junto ao Administrador do fórum, dialogamos sobre. Concluimos que sua via interpretativa - apesar de coerente - antepõe-se a ortodoxia corrente (conforme já observado por alguns irmãos). Do erudito ao leigo, do hermenêuta católico romano ao protestante, todos, indistintamente, atestam que o episódio descrito configura-se como uma manifestação xenoglássica (xenoglossia).

Pedro e os demais - sob o influxo do Espírito - exprimiram-se segundo os diversos idiomas e dialetos comuns aos expectadores presentes. A xenoglossia demonstrou-se útil, inclusive, no âmbito evangelístico, uma vez que (à excessão de Lucas) os apóstolos e discípulos discorriam, inicialmente, apenas em seu idioma nativo (aramaico).

Faça-se ainda menção à glossolalia como sendo distinta do fenômeno narrado em Atos.

Entre nós verifica-se uma mescla composta por ambas (xenoglossia - linguas diversas, porém, catalogadas / glossolalia - linguas estranhas / não catalogadas) além da denominada "lingua dos anjos".



Atenciosamente,

"Em Caridade"

Irmão Ednelson

"Ekklésia Christiana"

Mensagens: 497
Data de inscrição: 18/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum