CCB e a beleza: qual a verdadeira interpretação dessa doutrina bíblica?

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: CCB e a beleza: qual a verdadeira interpretação dessa doutrina bíblica?

Mensagem  vida8 em Qua Dez 28, 2011 7:45 pm

Sergio Teixeira escreveu:
Para irmão Sergio:
Quer dizer que para uma mulher ser considerada limpa, ela tem que se maquiar e usar brincos, jóias, cortar os cabelos, contrariando as escrituras ??
De forma alguma.
Mas parece ser esse o pensamento de algumas pessoas em nosso meio, que se mostram mal-apresentadas em extremo, deixando a parecer que nem mesmo tomam banho.
Mas também não se trataria de "contrariar as escrituras".
(Nessas horas faz falta o Jahyr para lembrar da necessidade de obedecermos ao contexto do ensinamento).
As escrituras falam que o importante não é o frisar dos cabelos, o uso de jóias, etc.
Mas não diz em lugar nenhum que usar tais coisas seja "pecado". Nem mesmo no Velho Testamento.
Apenas que nosso foco não seja na "moda", na "novidade", na "vaidade", coisas assim, mas sempre nos caminhos que o Cristo nos tem apontado para que finalmente cheguemos ao Reino dos Céus.

ApdD Ir. Sergio

Concordo plenamente com o que o irmao disse...COncordo em respeitar os ensinamentos tbm, mas o problema nao e ser ensinamento, e sim eles pregarem rigidamente que e pecado, e tbm que as pessoas q usam joias, vao pro inferno. Acho que tudo tem q ser com moderacao..Engracado q nao proibem nos irmas de usarem trancas, como no proprio versiculo fala em 1 Timoteo 9-10 (“Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestido preciosos, mas (como convém as mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.”

vida8

Mensagens : 8
Data de inscrição : 19/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCB e a beleza: qual a verdadeira interpretação dessa doutrina bíblica?

Mensagem  Sergio Teixeira em Qua Dez 28, 2011 11:16 pm

ApdD Ir. Sergio
Concordo plenamente com o que o irmao disse...COncordo em respeitar os ensinamentos tbm, mas o problema nao e ser ensinamento, e sim eles pregarem rigidamente que e pecado, e tbm que as pessoas q usam joias, vao pro inferno. Acho que tudo tem q ser com moderacao..Engracado q nao proibem nos irmas de usarem trancas, como no proprio versiculo fala em 1 Timoteo 9-10 (“Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestido preciosos, mas (como convém as mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.”
ApdD irmã vida8
Até hoje não sei se isso é "doutrina oficial" ou se é uma "extensão local da doutrina", ou seja, um possível acréscimo ao entendimento das Escrituras.
Por questão de clareza, isso deveria estar anotado por escrito para o conhecimento de toda a irmandade, e não ficar guardado de forma velada, em lugar incerto e não-sabido, ou como se diz, guardado em segredo "a sete chaves".
Insisto nesse ponto pois isso desde 2004 é uma obrigação legal, portanto não estou-me "intrometendo com a doutrina" mas sim salvaguardando os interesses institucionais da própria entidade.
Se focalizarmos no contexto, veremos com facilidade que o mesmo versículo apontado pela irmã não afirma "ser pecado" usar tranças ou ouro, ou pérolas ou vestidos preciosos.
O que diz explicitamente é que o pudor e a modéstia são superiores a esses acessórios, a esses adornos, enfim a esses enfeites.
Que importa em primeiro lugar haver pudor e modéstia, os quais devem estar sempre à frente de qualquer acessório.
Daí a "ser pecado" usar tais adornos, vai uma distância muito grande.
Uma das principais características da CCB é o fato de ser uma obra unificada, igual em todas as partes do país e no exterior.
Portanto, o que vale "no Oiapoque" vale também "no Chuí", não devendo haver nenhuma discrepância de ordem doutrinária ou administrativa, ou de ordem de culto em nenhuma das igrejas da Congregação.
Isso não é uma utopia, pois a Congregação foi fundada exatamente com essa orientação original.
Que Deus nos abençoe a todos.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCB e a beleza: qual a verdadeira interpretação dessa doutrina bíblica?

Mensagem  ┼Khristos em Qua Dez 28, 2011 11:36 pm



Vejam o que Paulo escreveu a determinada igreja:

Colossenses 2:16 a 23 - " Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo. Ninguém vos domine a seu bel-prazer com pretexto de humildade e culto dos anjos, envolvendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão, E não ligado à cabeça, da qual todo o corpo, provido e organizado pelas juntas e ligaduras, vai crescendo em aumento de Deus. Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como: Não toques, não proves, não manuseies? As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens; As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne. "


Outra versão:

Colossenses 2:16 a 23 - "Portanto, não permitam que ninguém os julgue pelo que vocês comem ou bebem, ou com relação a alguma festividade religiosa ou à celebração das luas novas ou dos dias de sábado. Estas coisas são sombras do que haveria de vir; a realidade, porém, encontra-se em Cristo. Não permitam que ninguém que tenha prazer numa falsa humildade e na adoração de anjos os impeça de alcançar o prêmio. Tal pessoa conta detalhadamente suas visões, e sua mente carnal a torna orgulhosa. Trata-se de alguém que não está unido à Cabeça, a partir da qual todo o corpo, sustentado e unido por seus ligamentos e juntas, efetua o crescimento dado por Deus. Já que vocês morreram com Cristo para os princípios elementares deste mundo, por que é que vocês, então, como se ainda pertencessem a ele, se submetem a regras: "Não manuseie! " "Não prove! " "Não toque! "?Todas essas coisas estão destinadas a perecer pelo uso, pois se baseiam em mandamentos e ensinos humanos. Essas regras têm, de fato, aparência de sabedoria, com sua pretensa religiosidade, falsa humildade e severidade com o corpo, mas não têm valor algum para refrear os impulsos da carne. "

Pessoas que seguem regras, mandamentos, ensinos humanos, raramente abandonam os princípios elementares do mundo.

Submete-se a regras, aqueles que estão cheios de dúvidas, quanto o que realmente é ou não correto.

Para os recém convertidos da época apostólica, estas cartas escritas por Paulo, tiveram como objetivo, mantê-los alicerçados na doutrina sadia.

Certamente que hoje, a religião também diz: "Não manuseie! " "Não prove! " "Não toque! "?

Certamente que existem muitos mandamentos e ensinos humanos.

Certamente que existem muitas regras, que visam refrear os impulsos da carne, pondo a tona toda a severidade com o corpo, a tal pretensa religiosidade, falsa humildade, que Paulo abominou na igreja de Colossos.

Mas, quem estiver unido a cabeça, a partir do qual todo corpo, sustentado e unido por seus ligamentos e juntas, consegue crescer perfeitamente pela força de Deus, jamais se deixa prender por tais coisas. Tal pessoa, sabe perfeitamente qual é a perfeita vontade de Deus, algo que raramente a religião podê compreender.

Tantas sombras impediam (e impedem) muitos de enxergarem, qual é a perfeita vontade de Deus.

Seria maravilhoso que todos pudessem enxergar com os olhos de Jesus Cristo, não é ele a nossa Cabeça, daqueles que fazem parte do corpo da igreja?

Não somente enxergar, mas: pensar, caminhar, respirar, tendo todo o corpo saudável.

Questões como: beleza, televisão, doenças, internet, religiões diferentes, doutrinas diferentes, liderança ministerial, autoridade apostólica, fórmula batismal, santa ceia, e tantos outros assuntos que nos intrigam, se tornariam apenas rudimentos.

A fantasia encontra-se com os homens religiosos.

A realidade encontra-se com Cristo.

Deus abençõe imensamente a todos.

Eldier.
avatar
┼Khristos

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCB e a beleza: qual a verdadeira interpretação dessa doutrina bíblica?

Mensagem  vida8 em Qui Dez 29, 2011 8:08 pm

Otimas colocacoes dos Irmaos Sergio e Khristos
Obrigado!

vida8

Mensagens : 8
Data de inscrição : 19/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCB e a beleza: qual a verdadeira interpretação dessa doutrina bíblica?

Mensagem  Sergio Teixeira em Qui Dez 29, 2011 8:20 pm

Bem colocado, irmão Eldier.
Se observarmos o "modus pensandi" do Mestre, veremos que Ele nos ensina a ter "jogo de cintura" para podermos nos desviar do mal, pois o que é certo em uma determinada circunstância poderá ser errado em outra, e vice-versa.
Os ensinamentos do Cristo primam pela não-adoção do absolutismo, ou da literalidade cega; De não seguirmos à risca um "script" predeterminado, mas agir sempre na perfeita guia do Espírito Santo consolador, que tem por principal finalidade lembrar-nos dos santos ensinamentos do Mestre e das Promessas do Pai.
Que Deus nos abençoe a todos.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCB e a beleza: qual a verdadeira interpretação dessa doutrina bíblica?

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum