Histórico da obra de Deus.

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Histórico da obra de Deus.

Mensagem  TheuWinch em Seg Nov 07, 2011 4:20 pm

Antes: Uma Ramificação da obra de Deus
Depois: Histórico da obra de Deus

E ai, essa mudança realmente aconteceu?
avatar
TheuWinch

Mensagens : 120
Data de inscrição : 26/06/2011
Idade : 22
Localização : Ilhéus- Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  Sergio Teixeira em Seg Nov 07, 2011 6:40 pm

Não entendi sua pergunta.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  TheuWinch em Seg Nov 07, 2011 8:28 pm

Nosso querido Ir. Jahyr, que não posta mais nesse fórum, disse que mudaram o livro deixado pelo ir. Francescon. Disse que ele escreveu um livro escrito "Uma ramificação da obra de Deus", e que depois, dentro da CCB mudaram para "Histórico da Obra de Deus".
Gostaria de saber, se isso foi realmente verdade, e o que vocês sabem sobre isso.
Pois no primeiro nome representa um acréscimo, ou um complemento. No Segundo ja se "Auto domina" sendo a própria obra!
avatar
TheuWinch

Mensagens : 120
Data de inscrição : 26/06/2011
Idade : 22
Localização : Ilhéus- Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  Neófito em Seg Nov 07, 2011 11:36 pm

Francescon nunca escreveu nada além do seu breve testemunho.
E sim, existem estes dois livretos mencionados por você, e o título mudou no segundo, como você bem inquire.

Nossos opositores não titubeiam em criar as mais diversas teorias.
Eu, por outro lado, creio que a alteração tenha sido estética, meramente.
Pois o novo livreto, condensa três outros (que também existiam em separado), desta forma, o título que fala em ramificação não caberia muito bem.

Aliás, procure pesquisar melhor, antes de chegar a qualquer conclusão.
Na própria internet é possível encontrar a capa de ambos os livretos. Você verá, inclusive, que o título é bem maior do que o citado por você.

Sem contar de que a grande acusação de nossos opositores, é de que o novo livreto surgiu num momento onde, supostamente, a Congregação Cristã "mudou" sua atitude tornando-se sectária e reclusa.
Entretanto, ao observar já a primeira reunião de ensinamento, em 1936, (a suposta reunião de 1932 não é reconhecida), temos um tópico de ensinamento que deixa muito clara a postura reclusa:

CULTOS - LEITURAS ESTRANHAS

O povo de Deus não tem necessidade de freqüentar outros cultos e nem de ler leituras religiosas de diferentes princípios. Na Sagrada Escritura existe tudo o que se precisa, individual e coletivamente.

Se alguém precisa de sabedoria para entender o que Deus tem já revelado em Sua Santa Palavra, como filho, deve recorrer a Ele para alcançar o necessário entendimento.

Neófito

Mensagens : 43
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  izaias em Ter Nov 08, 2011 8:22 am

TheuWinch Ontem à(s) 11:28 pm
Nosso querido Ir. Jahyr, que não posta mais nesse fórum, disse que mudaram o livro deixado pelo ir. Francescon.

Meu caro irmão, este tal que você cita, não pertence mais ao ceio da irmandade, ele mesmo se excluiu conforme sua própria confissão em outro fórum.
Ele e muitos outros não “gostam” mais de estar no meio da irmandade por acharem a doutrina pregada nos templos da CCB errônea e sem valor.
Portanto o que ele disse ou postou não é relevante e sim uma opinião formada por uma pessoa, com moral espiritual duvidosa; ele sabe disto, pois debato com ele e outros que “tentam” descaracterizar esta doutrina santa e verdadeira com base na Bíblia Sagrada a infalível palavra de DEUS.
Só um conselho meu jovem, nem tudo que reluz é ouro, já diziam meus avós.
avatar
izaias

Mensagens : 165
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 65
Localização : Capital - São Paulo - SP

Ver perfil do usuário http://izanor@ig.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  TheuWinch em Ter Nov 08, 2011 9:24 am

Bom, se trocaram o nome, deve-se ter um motivo. E os dois títulos mencionados, um representa um acréscimo, e outra representa sendo a própria, ou seja, o Exclusivismo!
Ir. Izaias, diga-me uma coisa: O irmão acredita na Salvação por meio da Fé em Jesus Cristo, ou por meio da CCB?
O ir. Acredita na salvação de Cristãos que vão em outra denominação Evangélica?
Não leve a mal minhas perguntas, é que fiquei curioso.
E quem for responder, não é bom sair do foco, que é a mudança do nome do livro!
avatar
TheuWinch

Mensagens : 120
Data de inscrição : 26/06/2011
Idade : 22
Localização : Ilhéus- Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  izaias em Ter Nov 08, 2011 12:01 pm

TheuWinch Hoje à(s) 12:24 pm
Bom, se trocaram o nome, deve-se ter um motivo. E os dois títulos mencionados, um representa um acréscimo, e outra representa sendo a própria, ou seja, o Exclusivismo!

Exclusivismo?
Bom; segundo os dicionários esta palavra significa espírito de exclusão, de intolerância para com algo ou alguém que não pertença ao próprio círculo de acordo com algum critério (exclusivismo religioso), atitude de quem quer algo exclusivamente para si.
Meu jovem irmão, isto conota exatamente o antônimo da proposta pregada nos templos da CCB conforme a doutrina de DEUS; esta palavra não se encaixa no contexto da CCB!
A Congregação Cristã no Brasil é uma COMUNIDADE RELIGIOSA, de acordo com o ESTATUTO ratificado e consolidado em 10/04/2004, registrado sob nº 301.383, Livro “A”, nº 02, Registro de Pessoas Jurídicas e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica da Comarca de São Paulo – Capital.
Comunidade quer dizer qualidade ou condição do que é comum; comunhão. Conjunto das pessoas que partilham geralmente em determinado contexto geográfico ou num grupo maior, o mesmo habitat, religião, cultura, tradições, interesses etc.
Continuando ainda conforme o Estatuto e apenas para elucidar diz o seguinte:

CAPITULO I. Denominação, Finalidade, Sede, Foro e Administração.
Art. 1º - A CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL é uma comunidade religiosa fundamentada na doutrina apostólica:
Atos 2 (42) E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Atos 4 (33) E os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça.
Sem fins lucrativos, constituída de número ilimitado de membros, sem distinção de sexo, nacionalidade, raça, ou cor; tendo por finalidade propagar o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor a DEUS, tendo por cabeça só a Jesus Cristo e por guia o Espírito Santo:
João 16 (13) Mas, quando vier aquele, o Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir.
Iniciada em Junho de 1910, com Estatuto regularmente aprovado em 05 de Março de 1931 e reformado em 20 de Março de 1936, 23 de Abril de 1943, 20 de Novembro de 1944, 04 de Dezembro de 1946, 08 de Fevereiro de 1956, 21 de Abril de 1962, 12 de Abril de 1968, 23 de Abril de 1975; 04 de Abril de 1980, 13 de Abril de 1995 e 10 de Abril de 2004.
§ 2º A CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL não depende de outras instituições quer no País, quer no estrangeiro, porém, conserva comunhão espiritual com comunidades religiosas no exterior que professam a mesma Fé e Doutrina.


Podemos então concluir que de “exclusivista” ela não tem nada.
Entretanto de você quis dizer “exclusivista” no sentido de ser única como doutrina verdadeira, então a interpretação disto só quem deve dar a você é o Espírito Santo de DEUS, pois, o que a doutrina pregada na CCB segue é a Bíblia Sagrada a infalível palavra de DEUS, e nós membros e servos devemos ter o discernimento de saber e ser convertido e não simplesmente convencido de que isto tudo é bom porque os nossos pais ou irmãos disseram!
O que muitos que estavam em nosso meio e saíram por vontade própria ou por algum tipo de ofensa degredando a doutrina; fazem atualmente tomados por espíritos contrários a DEUS é exatamente isto colocar a discórdia e a dúvida no meu de nós. Isto típico desta legião que sempre combate o bem mesmo antes da formação do mundo, quando Lúcifer (diabo) foi expulso do céu e levou consigo a terça parte com ele e desde então a maior mentira que ele propaga é colocar na mente dos desavisados que ele não existe é preciso tomar muito cuidado com isto.
Existe no nosso meio; muitos “espíritos” contrários e o que eles fazem é exatamente participar dos cultos, ouvir a palavra de DEUS e logo em seguida visualizar certos irmãos e irmãs e então colocar “minhocas” na mente e semear a discórdia.
Veja o caso presente: você leu uma postagem idiota e maldita e logo em seguida entrou a “dúvida”.
avatar
izaias

Mensagens : 165
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 65
Localização : Capital - São Paulo - SP

Ver perfil do usuário http://izanor@ig.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  izaias em Ter Nov 08, 2011 12:53 pm

TheuWinch Hoje à(s) 12:24 pm
Ir. Izaias, diga-me uma coisa: O irmão acredita na Salvação por meio da Fé em Jesus Cristo, ou por meio da CCB?
O ir. Acredita na salvação de Cristãos que vão em outra denominação Evangélica?
Não leve a mal minhas perguntas, é que fiquei curioso.
E quem for responder, não é bom sair do foco, que é a mudança do nome do livro!

Por que levar a mal?
Meu caro amigo e jovem irmão; tenho 60 anos de idade, quando DEUS converteu meus pais e tinha por volta de 10 anos, eu e meus 2 irmãos e minha irmã, seguíamos nossos pais para a Congregação. Jamais eu queria ser um “crente” tinha horror a isto e quando os irmãos me falavam a respeito eu dizia que primeiro iria gozar o mundo e depois então já bem velho então eu iria pensar em ser crente, entretanto continuei congregando, principalmente nas reuniões de jovens e menores e nas da mocidade que na época era de 3/3 meses.
Certa manhã foi combinada junto á alguns moços um encontro em frente à congregação do Brás para uma visita em determinada reunião de jovens e menores já que na comum era à tarde.
Era uma manhã terrivelmente fria do mês de Julho/65 e eu me encontrava no horário determinado, porém até às 09h00min não havia aparecido ninguém, fiquei triste vendo irmão e irmãs subindo as escadas e indo para o culto na Congregação e muito decepcionado comecei então a tomar o caminho de volta para casa, em dado momento uma voz me disse:
-Você já está aqui, está frio, pelo menos entre na Igreja e fique para assistir o culto!
Foi a primeira vez que ouvi esta voz como se alguém estivesse ao meu lado, hoje sei que é a voz de nosso DEUS, meiga suave mais doce que o mel.
Relutei por alguns minutos e então subi as escadas e procurei lugar para assentar já que estava lotada, só consegui lugar bem na frente porque aqui em SP em cultos de batismo os primeiros lugares são reservados para pessoas que nos visitam.
Transcorreu o culto normalmente.
Ao terminar o culto percebi que havia manchas de água em mim e meus cabelos molhados, fiquei surpreso e alguns irmãos me saudavam e diziam:
- DEUS que te abençoe irmãozinho, DEUS te abençoe...
Foi então que dei por mim era batismo e como num arrebatamento DEUS me levou e me chamou nas águas, entendi então o que é ser arrebatado.
Já tive o privilégio de tomar minha 46ª santa ceia, nunca pensei em parar ou procurar outro lugar.
Sei que verdadeiramente esta doutrina é santa e verdadeira e eu tenho o prazer de servir a DEUS neste caminho que conduz a vida eterna, fui totalmente convertido porque não queria jamais ser um “crente” e hoje sou um Cristão convertido ao DEUS verdadeiro, ele me deu esta oportunidade de ser escolhido entre 7 bilhões de humanos para servi-lo em espírito e em verdade!
A salvação do cristão é através da fé em DEUS primeira pessoa da Santíssima Trindade; em seu filho Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo a segunda pessoa da Santíssima Trindade e no Espírito Santo o Consolador divino a terceira pessoa da Santíssima Trindade.
A igreja CCB (Congregação Cristã no Brasil) é um caminho pelo qual DEUS nos instrui, corrige, orienta, doutrina e a cada ano nos faz participar do corpo de do sangue de seu Filho Jesus Cristo que foi derramado em remissão de nossos pecados e salvação da nossa alma.
Aquele que pensa na salvação e que, esta; vem por alguma igreja está redondamente enganado, pois existem muitos falsos profetas por ai pregando a salvação, mas nem eles próprios têm a certeza da salvação; visam apenas o lucro e o bem estar do corpo terra, querem viver no bem bom não se importando com seu semelhante.

Quanto à salvação de outros que estão em outras denominações evangélicas o que posso dizer é que eu obedeço e creio no escrito: - Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido. - Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas. - Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor. João 10 (14-16).

Porque creio nisto?
Porque quando tudo começou na nossa vida, seguíamos a doutrina pregada na ICAR, meu pai foi quem assentou a pedra de inicio da paróquia aqui no bairro, eu fiz minha primeira comunhão aos sete anos de idade, íamos a todas as missas. De lá nosso DEUS nos tirou e nos mostrou o caminho da salvação, meus pais já dormem o sono dos justos. Sou casado tivemos um casal de filhos nora e genro, temos agora um casal de netos e já vejo estes recitando nos cultos de jovens e menores.
Por isto meu jovem irmão eu te digo com toda a certeza do meu coração, Jesus Cristo é o caminho a verdade e a vida, ninguém vai ao pai senão por ele.
Continue servindo a este DEUS poderoso e misericordioso não de ouvidos a vozes estranhas, principalmente estas que não produzem nada, são como folhas ao vento onde ele assopra elas vão, ou como a semente que caiu ao pé do caminho e veio às aves (espíritos) e comeram-na.
Seja uma arvore que foi plantada junto a ribeiros e dá o seu fruto nas estações próprias e suas folhas nunca caem.
avatar
izaias

Mensagens : 165
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 65
Localização : Capital - São Paulo - SP

Ver perfil do usuário http://izanor@ig.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  TheuWinch em Ter Nov 08, 2011 1:49 pm

Gostei bastante da resposta, ir. Izaias. Agora essa parte de João 10, a maioria das pessoas interpretam que a CCB é o aprisco.
Acho que é necessário ver direito isso, pois Tiago 1:26-27 diz: Se alguém se considera religioso, mas não refreia a sua língua, engana-se a si mesmo. Sua religião não tem valor algum! A religião que Deus, o nosso Pai aceita como pura e imaculada é esta: cuidar dos órfãos e das viúvas em suas dificuldades e não se deixar corromper pelo mundo.
Logo se conclui que a religião de Deus significa: Amor com o próximo, e Santificação!
Eu tenho um amigo, que ele é batista, e ja me ajudou bastante, bastante mesmo. Sempre me aconselhava quando eu estava pretendendo seguir algum caminho mais largo, querer fazer isso, aquilo. Já em vários momentos me encontrei mal, e ele foi quem me ajudou, falando Espiritualmente.
Então eu não acredito que um indivíduo desse, cheio de amor pelos seus irmãos, pois eu o considero como irmão, não venha a se salvar pq não é da CCB...
Fora isso, o resto da explicação foi ótima, e tirei o que foi bom pra mim!
avatar
TheuWinch

Mensagens : 120
Data de inscrição : 26/06/2011
Idade : 22
Localização : Ilhéus- Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  izaias em Ter Nov 08, 2011 4:17 pm

TheuWinch Hoje à(s) 4:49 pm
Então eu não acredito que um indivíduo desse, cheio de amor pelos seus irmãos, pois eu o considero como irmão, não venha a se salvar pq não é da CCB...

Claro que vai se salvar meu caro e jovem irmão!
Nosso DEUS é universal, entretanto tem que obedecer ao ensinamento; Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. Marcos 16 (16).
Não basta praticar somente a caridade, (obra) tem que acreditar e ser convertido (fé). A palavra “aprisco” que João testifica se refere à igreja, como abrigo de fiéis (configurados como rebanho), e como complemento é dito: “e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor”.
Pastor não é este que “prega” ou atende culto o que sabemos estar por ai; Pastor verdadeiro é aquele que dá sua vida pelas ovelhas, sustenta as ovelhas quando estão doentes e as alimenta quando estão com fome, o verdadeiro Pastor entra pela porta do curral e não por alguma brecha na cerca, quem faz isto é ladrão e salteador.
O que vemos nas andanças desta vida é pastor tosando as ovelhas, vendendo sua lã e lucrando com tudo isto, indo na contra mão do que diz a doutrina, então não há como nós reconhecermos estas doutrinas como verdadeiras.
Basta dar uma olhadela na Bíblia Sagrada, a infalível palavra de DEUS e então poderemos constatar o certo do errado.
É exatamente por isto que está escrito: - Porque a graça de DEUS se há manifestado trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente, aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande DEUS e nosso Salvador Jesus Cristo; o qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniquidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras. Tito 2 (11-14).
avatar
izaias

Mensagens : 165
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 65
Localização : Capital - São Paulo - SP

Ver perfil do usuário http://izanor@ig.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  TheuWinch em Ter Nov 08, 2011 5:38 pm

Então estamos de acordo ir. Izaias. Responda-me mais uma pergunta: O título "Pastor", você é contra ou a favor? Ou acha que o título pouco importa?
avatar
TheuWinch

Mensagens : 120
Data de inscrição : 26/06/2011
Idade : 22
Localização : Ilhéus- Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  Sergio Teixeira em Ter Nov 08, 2011 9:31 pm

Acho que "Histórico" é um termo mais adequado que "Ramificação".
Houve alguns pouquíssimos casas onde a CCB mudou textos antigos e isso não soou bem diante de uma parte considerável do povo.
Mas que eu me lembre, foi somente quanto a isso e quanto à palavra "Contendo".

Quanto ao título de "pastor", vamos lá:
Existem o dom de pastorear, e o ministério de pastorear, que são plenamente reconhecidos pela CCB, e em nosso meio isso é exercido indistintamente pelos anciães, cooperadores, cooperadores de jovens e diáconos e até pelos irmãos evangelistas.
Dentro da igreja porém, esse ministério está restrito ao chamado Ofício Ministerial.
Todavia, a Congregação não adota a profissão ou título de Pastor, porém de forma oficial a reconhece nas demais igrejas.
No entanto, muitas pessoas, oficiosamente e embarcando na idéia geral de que "nosso Pastor é Jesus Cristo" (ora, das demais igrejas também!) costumam querer negar a dignidade desse ministério em outros apriscos, e cometem muitos exageros, pelos quais somos duramente criticados.
Também Francescon chamava pessoas de outros apriscos de "irmãos", mas de forma inexplicável hoje em dia são chamados de "primos".
Ou seja, em algum lugar nossos bons costumes passaram gradativamente a corromper-se em alguns pontos.
Como não podemos corrigir isso nos outros, corrijamos portanto em nós mesmos.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Qua Nov 09, 2011 4:27 am

A Paz de DEUS esteja sempre conosco e com nossas famílias.
TheuWinch escreveu:Então estamos de acordo ir. Izaias. Responda-me mais uma pergunta: O título "Pastor", você é contra ou a favor? Ou acha que o título pouco importa?
Irmão TheuWinch, não acredite no que vou falar abaixo.
Mentira, não haverá; mas pode ser que a minha opinião esteja errada, porque o meu conhecimento sobre a Bíblia, e sobre a teologia, essas coisas assim, é muito pouco.
Se tiver que acreditar, primeiro veja o que dizem os Irmãos com mais conhecimento.

Existe o dom de pastor (como dito acima pelo Irmão Sergio).
Algumas Igrejas dão o nome de Pastor ao ocupante ao "principal" do Ministério.

A palavra mais correta, acho eu, é Ancião, que é uma tradução da palavra grega Presbítero para o Latim e desta para a nossa língua brasileira.

Alguém com mais conhecimento poderá falar sobre a semelhança ou diferença entre Ancião/Presbítero e Bispo.

De uns tempos para cá, algumas Igrejas substituíram o nome Pastor por Bispo, talvez, não sei, por terem aprendido e/ou reconhecido que o nome Pastor é um pouco impróprio.

Mas outras Igrejas, criaram o nome Bispo simplesmente para diferenciá-lo hierarquica e financeiramente, ficando Bispo para os mais "altos" e Pastor para os iniciantes. Com o tempo, os pastores são promovidos a Bispo. Acho um erro isso.

Outras Igrejas têm um pastor e presbíteros (Auxiliares de Pastor) em seus quadros ministeriais. Acho um erro, Pastor já seria nome para Presbítero.

E há outras Igrejas que consideram (ou consideravam, não sei mudaram) o Diácono como Auxiliar de Pastor, o que equivale ao nosso Cooperador.
Considero isso errado, já que no livro Atos dos Apóstolos estão bem definidas as funções desses dois cargos no Ministério.

Acho que a palavra Pastor dá assim uma espécie de profissão, e não de Ministério para DEUS.


Irmãos, me corrijam os erros que porventura cometi.

DEUS nos abençoe,
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens : 551
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  cuxita em Qua Nov 09, 2011 5:15 am

Na bíblia João Ferreira RC, versão que nós usamos, está escrito em Hebreus 13:7 "Lembrai-vos de vossos pastores que vos falaram da palavra de DEUS ..., novamente em Hebreus 13:17 " Obedecei a vossos pastores e sujeitai-vos a eles; .... Portanto não há erro em usar o título de pastor para o presbitério. Em outra versão da bíblia João Ferreira RA a palavra pastor é substituída por guia. Há outras citações em outros livros. DEUS abençoe a todos nós.

cuxita

Mensagens : 65
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  "Ekklésia Christiana" em Qua Nov 09, 2011 9:31 am


Saudações cristãs,

Cuxita...





Uma observação...


João Ferreira de Almeida deliberadamente verte "hegoumenois himón" (Heb. 13:7 / 13:17) recorrendo à alegoria e não a precisão vocabular. Deste modo, procedeu-se à supressão da idéia subjacente ao construto (gr. transl.: "aqueles que se encontram a vossa dianteira" ou "aqueles que vos chefiam" pela expressão redutiva pastor.


O termo pastor (gr. transl.: "poimein")*, no entanto, é mencionado ao longo de toda a coletânea canônica neotestamentária numa proporção consideravelmente mínima, e salvo uma singular excessão (Efésios 4:11), como um epíteto atribuído ao Divino Mestre (vide I Pedro 5:4).


E, quanto a excessão mencionada (Efésios 4:11), faz-se mister ressaltar que ao referir-se a "pastores", o apóstolo - tal qual João Ferreira de Almeida - alegoricamente alude a figura do Presbítero (Ancião). Fato este implícito em uma das suas mais sobressalentes atribuições (ou exercício correlato), o EPISCOPADO (gr. transl.: "superintendência", "supervisão", "vigilância" / vide Atos 20:28).


É, pois, parcialmente cabível que se faculte ao Presbítero a alcunha de "pastor". Entretanto, devemos compreender que a Ordem ou Classe Ministerial apostolicamente instituida como a depositária do primitivo legado (até meados de 150 E.C.)** foi o PRESBITERATO.


Isso implica, na histórica e/ou documental constatação, de que ao longo de todo o Período Apostólico, nenhum ministro regular veio a ser oficialmente ordenado sob a designação de "pastor" (função atributiva), antes, Presbítero (titulação distintiva).


Para fins ilustrativos (e embora, sob uma disposição já conspurcada em sua originalidade pregressa), o mesmo sucede para com o Catolicismo Romano. Nenhum "padre" (função atributiva ou extensiva) é ordenado como tal, mas, como presbítero (titulação conferida).


O Protestantismo, pois, equivoca-se neste particular (dentre outros...), tomando-se a função subjacente pelo título ministerial - ou Classe - outorgados.


___________________________________________________________________________________________
* Daí, a "Poimédica" - Disciplina ou Módulo componente de algumas grades curriculares protestantes (Teologia Sistemática). Por vezes, definida como "a arte do correto pastoreio".
** A partir desse período, o Epíscopado emerge como Ordem ou Classe Ministerial autônoma e/ou distinta do Presbiterato, usurpando a primazia até conferida ao presbítero (Ancião).






Atenciosamente,

"Em Caridade"

Irmão Ednelson

"Ekklésia Christiana"

Mensagens : 497
Data de inscrição : 18/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  cuxita em Qua Nov 09, 2011 10:08 am

I. Ednelson, a paz de DEUS. Acabei de pesquisar na primeira edição da bíblia João Ferreira de Almeida impressa na Holanda e consta nos versos de Hb 13:7 e 13:17 no lugar da palavra pastor , este grande servo de DEUS usou o vocábulo conductor, escrito desta forma em 1681. O termo pastor provavelmente é fruto das revisões que se fizeram necessária ao longo destes 330 anos desta tradução. E no grego, como será que o escritor de Hebreus registrou? DEUS abençoe todos.

cuxita

Mensagens : 65
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  "Ekklésia Christiana" em Qua Nov 09, 2011 2:11 pm


Saudações cristãs,

Cuxita, prezado...





Oportuna menção...


Ao referir-me a "João Ferreira de Almeida" aludo à versão assim designada (tal qual a "King James"...) e não propriamente ao tradutor titular.


Sabe-se que uma mesma versão é eventualmente submetida a revisões e/ou correções, muitas das quais escusas quanto aos seus intentos ou propósitos. Disto decorreu, por exemplo, a cautelar oposição por parte de nossos Anciãos - e Setor Bíblico - para com alguns adendos ou adequações então propostos pela Sociedade Bíblica do Brasil em meados de 1960 (vide Assembléia Ministerial Geral - 1962 / "Sociedade Bíblica do Brasil - Novas Bíblias").


No que toca ao texto grego e suas transcrições, muito se conjectura, pouco, contudo, se tem de efetivamente concreto... Alguns isolados manuscritos desfrutam de uma relativa adesão ou aval técnico, tais como:



Papiro Cheter Beatty 1, gr., séc. III, Dublin

Papiro Bodmer 17, gr., séc. VII, Genebra

Códice Sináitico, gr., séc. IV, Museu Britânico

Códice Alexandrino, gr., séc. V, Museu Britâncio

Ms. Vaticano 1209, gr., séc. IV, Roma

Códice Efraemi Rescriptus, gr., séc. V, Paris

Vulgata Latina,gr., 400 d.C. (Jerônimo), Stuttgart

Siríaco Peshita (pesito), ar. , séc. V, Londres




Quanto ao fragmento em questão (Hebreus 13:7 / 13:17), segue-se que a expressão "pastor" (conforme já pontuado) apenas dribla - ou contorna - o construto frasal proposto, reduzindo-o a uma configuração de cunho alegórico. Desnecessário mencionar, que tal medida tendenciosamente altera a idéia inerente ao texto ("hegoumenois himón" - "aqueles que se encontram a vossa dianteira"), fornecendo-lhe, tão-somente, uma alternativa aproximada.


Não restam dúvidas, pois, de que o autor sacro não recorreu - pelo menos não na presente ocasião - ao vocábulo "poimein" (pastor).





Atenciosamente,

"Em caridade"

Irmão Ednelson

"Ekklésia Christiana"

Mensagens : 497
Data de inscrição : 18/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Qui Nov 10, 2011 5:24 am

A Paz de DEUS.
cuxita escreveu:Na bíblia João Ferreira RC, versão que nós usamos, está escrito em Hebreus 13:7 "Lembrai-vos de vossos pastores que vos falaram da palavra de DEUS ..., novamente em Hebreus 13:17 " Obedecei a vossos pastores e sujeitai-vos a eles; .... Portanto não há erro em usar o título de pastor para o presbitério. Em outra versão da bíblia João Ferreira RA a palavra pastor é substituída por guia. Há outras citações em outros livros. DEUS abençoe a todos nós.
Mas não nos esqueçamos que existe uma nota de rodapé dizendo que a tradução poderia ser: "condutores" ou "superiores".

Ressalto mais uma vez que a maioria do que escrevo é apenas opinião minha, é achismo meu.
Não tenho competência para escrever bacana, fundamentado na Bíblia ou nos ensinamentos de nossa Igreja, dos quais conheço muito pouco (apesar de ter mais de 69 anos de idade e ter sido batizado há mais de 36 anos).
Só peço que não percam demais a paciência comigo.
Nada do que escrevo aqui é para ensinar alguém.
Podem acreditar que só o faço para esperar crísticas e contestações, para que eu possa aprender mais.
Mesmo que não concorde no final, e continue com a minha opinião, eu aprendo muito com os argumentos das contestações.
.........................................
Acho que a tradução para "pastores" foi muito infeliz.
Nem acredito que na primeira versão JFA Revista e Corrigida esteja assim.
Se eu tivesse condições, iria procurar na primeira versão.

Acho que a tradução é infeliz não é por implicância com a palavra "pastores", não.
É porque o real significado não é essa palavra, que hoje tem até uma conotação muito específica.

Como nós, e as Igrejas evangélicas todas se sentiriam se a Igreja Católica tivesse feito a tradução para "padres"?

DEUS nos abençoe sempre a todos nós.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens : 551
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  cuxita em Qui Nov 10, 2011 5:58 am

cuxita escreveu:I. Ednelson, a paz de DEUS. Acabei de pesquisar na primeira edição da bíblia João Ferreira de Almeida impressa na Holanda e consta nos versos de Hb 13:7 e 13:17 no lugar da palavra pastor , este grande servo de DEUS usou o vocábulo conductor, escrito desta forma em 1681. O termo pastor provavelmente é fruto das revisões que se fizeram necessária ao longo destes 330 anos desta tradução. E no grego, como será que o escritor de Hebreus registrou? DEUS abençoe todos.
I. Luis, na primeira impressão da bíblia JFA, em 1681, realmente não constava a palavra pastor mas sim condutor. Todavia sabemos que não existe tradução perfeita, se quisermos saber realmente o que o autor desta carta grafou nos citados versos só lendo nas várias cópias do texto original no grego. DEUS abençoe.

cuxita

Mensagens : 65
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  Sergio Teixeira em Qui Nov 10, 2011 6:23 pm

Algumas bíblias em Inglês se referem ao termo "shepherd" (pastor de ovelhas), enquanto outras já trazem outro termo, "pastor", que evidentemente é um neologismo, e que não tem ligação alguma com ovelhas.

Outras palavras usadas também são "herdsman" (vaqueiro, boiadeiro, alguém que cuida do gado) ou "minister" que neste caso específico não é "ministro" porém "ministrador".
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  izaias em Sex Nov 11, 2011 6:20 am

TheuWinch em Ter Nov 08, 2011 8:38 pm
Então estamos de acordo ir. Izaias. Responda-me mais uma pergunta: O título "Pastor", você é contra ou a favor? Ou acha que o título pouco importa?
Pouco importa, bem como Cooperador, Ancião ou Diácono e em outras doutrinas Bispo, Padre, Guru, Pai de santo e etc., nenhum destes faz nada pelas ovelhas!
O importante é o “Nosso Bom Pastor”, nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
- Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.
- Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas.
- Ora, o mercenário foge, porque é mercenário, e não tem cuidado das ovelhas.
- Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido.
- Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas. João 10 (11~15).
Neste capitulo e versículos Jesus faz o quarto pronunciamento “Eu sou” proclamando ser o bom Pastor, cuja legitima preocupação com suas ovelhas contrasta completamente com a conduta de um pastor mercenário, cujo único interesse é a autoconservação.
Jesus já previa esta grande proliferação de “pastores mercenários”, então nos deixou o exemplo.
Você já viu ou soube de algum “pastor” que deu sua vida pelas ovelhas?
Evidente que não, entretanto este nosso “Bom Pastor” deu sua vida em resgate de nossa alma e consequente remissão de nossos pecados originais.
Estes autointitulados “pastores” são apenas rótulos, fazem algum tipo de curso para pregar e profetizar e acham com isto ter o direito de “levar” alguém para o céu, nem eles próprios tem a certeza disto, porque jogam pesados fardos nas costas das ovelhas.
- Porque os tais não servem a nosso Senhor Jesus Cristo, mas ao seu ventre; e com suaves palavras e lisonjas enganam os corações dos simples. Romanos 16 (18).
Está escrito pelo Bom Pastor: - Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve. Mateus 11 (30).
Aprenda isto e você terá um vida quieta e sossegada diante de DEUS e de teus irmãos.
avatar
izaias

Mensagens : 165
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 65
Localização : Capital - São Paulo - SP

Ver perfil do usuário http://izanor@ig.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  Sergio Teixeira em Sex Nov 11, 2011 7:09 am

Porém não devemos generalizar.
Conheço alguns pastores muito bem intencionados na obra de Deus, alguns que até mesmo recebem o seu salário, pagam o dízimo correspondente e retornam a importância restante integralmente para as ofertas, isentando-se assim de remuneração porém de forma suave, para não provocar escândalo.
Muitos deles são indubitavelmente caríssimos servos de Deus, modestos, amorosos, caridosos, bons conselheiros, e verdadeiramente ajudam a apascentar os rebanhos que lhes foram confiados.
Da mesma forma, padres, élderes, pais-de-santo, etc.

Há porém alguns pastores arrogantes, que supervalorizam o próprio ministério como se ser pastor (ou cooperador, ancião, diácono, obreiro, etc.) lhes acrescentasse um único centímetro a mais sobre a estatura do povo.
Alguns até se consideram "quilômetros" acima do povo, e se julgam os próprios representantes de Deus na face da terra.
Mas isso é questão individual.

Portanto, não é a religião ou a denominação que molda as pessoas para o bem.
É Deus.
E se a Ele importa que haja pais-de-santo verdadeiros servos de Deus através do Amor que a nós foi ensinado por Cristo, não nos cabe contestar ou achar que somos nós os únicos privilegiados.

Fomos ensinados que os feiticeiros, os idólatras, etc. não herdarão o reino dos céus.
Então, não sejamos nós feiticeiros nem idólatras nem arrogantes, e principalmente não exerçamos julgamento, pois isso não nos compete.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  "Ekklésia Christiana" em Sex Nov 11, 2011 7:20 am


Saudações,

Izaias...




Sim, importa... e muito.


Verter a Escritura segundo propensões ou tendencionismos dubios é algo minimamente digno de nota. O construto frasal "hegoumenois himón" ("aqueles que se encontram a dianteira de" / "à chefia de") caracteriza-se como absolutamente distinto do vocábulo "poimein" ("pastor"), tanto em seu radical quanto em sua abrangência conotativa. Qualquer principiante no grego arcáico (koiné) identifica-lo-á sem maiores atropelos.

Seu acalorado discurso acerca da idoneidade e caráter deste ou daquele ministro apenas reitera sua posição esquiva quanto ao cerne proposto (a terminologia "pastor" e sua efetiva procedência).



Tenho dito.

Grato.

"Ekklésia Christiana"

Mensagens : 497
Data de inscrição : 18/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  izaias em Sex Nov 11, 2011 9:10 am

Sergio Teixeira Hoje à(s) 10:09 am
Porém não devemos generalizar.
Conheço alguns pastores muito bem intencionados na obra de Deus, alguns que até mesmo recebem o seu salário, pagam o dízimo correspondente e retornam a importância restante integralmente para as ofertas, isentando-se assim de remuneração porém de forma suave, para não provocar escândalo.
Muitos deles são indubitavelmente caríssimos servos de Deus, modestos, amorosos, caridosos, bons conselheiros, e verdadeiramente ajudam a apascentar os rebanhos que lhes foram confiados.
Da mesma forma, padres, élderes, pais-de-santo, etc.

Em nada apliquei conceito, qualidade, ou fiz conclusão de análise, apenas expressei minha opinião, é isso que penso destes “pastores mercenários”.
Evidentemente que não poderia condenar um cacho de bananas apenas por que existem uma ou duas contaminadas e podres. Entretanto se estes “maus” nasceram com a índole do mal são filhos da perdição como diz a palavra: - Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados. II Timóteo 3 (13).
O que quero dizer em outras palavras é que estes “pseudo (s) pastores”, conhecem a palavra, sabem distinguir o bem e o mal e tem pleno conhecimento da palavra de DEUS; entretanto praticam o mal e ensinam o mal.


Há porém alguns pastores arrogantes, que supervalorizam o próprio ministério como se ser pastor (ou cooperador, ancião, diácono, obreiro, etc.) lhes acrescentasse um único centímetro a mais sobre a estatura do povo.
Alguns até se consideram "quilômetros" acima do povo, e se julgam os próprios representantes de Deus na face da terra.
Mas isso é questão individual.
Portanto, não é a religião ou a denominação que molda as pessoas para o bem.
É Deus.

Meu caro se eu seguir o caminho do mal, na contramão do que ensina a Bíblia Sagrada, é evidente que eu estou contestando a palavra de DEUS e se este caminho é uma religião ou mesmo uma doutrina então é claro que isto molda os meus preceitos; importa sim a DEUS!
Eu sigo a doutrina pregada nos cultos dos templos da CCB e tenho real certeza de um dia ir com ele aos céus em nuvens de gloria; porque eu creio na inteira Bíblia e a aceito como infalível Palavra de DEUS e é a única e perfeita guia da minha fé e conduta e também o poder para salvação de todo aquele que crê.
Erroneamente o prezado irmão interpreta minha postagem e consequente opinião como um julgamento, não é isto, apenas tenho como alicerce do meu ensino espiritual as palavras da Bíblia Sagrada a infalível palavra de DEUS. Estas pessoas que praticam este mal já estão julgadas e serão condenados, pois estão na contramão do caminho verdadeiro.


E se a Ele importa que haja pais-de-santo verdadeiros servos de Deus através do Amor que a nós foi ensinado por Cristo, não nos cabe contestar ou achar que somos nós os únicos privilegiados.
Fomos ensinados que os feiticeiros, os idólatras, etc. não herdarão o reino dos céus.
Então, não sejamos nós feiticeiros nem idólatras nem arrogantes, e principalmente não exerçamos julgamento, pois isso não nos compete.

Pais de santo, verdadeiros servos de DEUS?
Ora, Ora, ora; entendo como pai de santo o seguinte: guia espiritual e chefe de local de culto do candomblé e da umbanda; babalorixá; pai de terreiro.
Isso significa espiritismo por si só.
E escrito está todo aquele que é amante da feitiçaria não tem parte com DEUS!
- Ficarão de fora os cães, feiticeiros, que se prostituem; homicidas, idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira. Apocalipse 22 (15).

Ao contrário do que o irmão pensa; eu me acho um privilegiado sim, porque dentre 7 Bilhões de humanos que vivem neste mundo o meu DEUS poderoso e Criador de tudo me escolheu para servi-lo, escreveu meu nome no livro da vida e me dá o direito de conversar com ele pelo Espírito Santo, ouvi-lo e ser ouvido, quando me ajoelho ele reconhece minha humilhação e me atende nas minhas necessidades.
Eu prego a sua palavra, dou bom testemunho aos meus semelhantes, confesso a minha salvação e a remissão dos meus pecados que foram perdoados quando ele me chamou nas águas do Santo Batismo.

“Apenas como ilustração coloco as palavras de um hino que cantamos nos cultos, nos templos da CCB”. “Fui Senhor por ti remido, para andar em santo amor; neste mundo a ti unido eu serei um vencedor”. “Teu amor já me consola, para sempre obedecer a Palavra que controla todo este fraco ser”. “Seja eu purificado com teu sangue, ó Redentor, e também santificado pelo Espírito de amor”.
“Sou teu filho muito amado, clamo a ti, ó meu Senhor; quero ser por ti selado com o bom consolador”.

Então meu caro, isto é um grande privilégio.
Mas isto não condiz como uma obrigação de todos terem que aceitar da mesma forma que eu, DEUS nos deu o livre arbítrio significando a capacidade e poder de decidir livremente, sem coação.
É isso ai, espero não ter ofendido ao irmão ou a quem quer que seja.
avatar
izaias

Mensagens : 165
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 65
Localização : Capital - São Paulo - SP

Ver perfil do usuário http://izanor@ig.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  Sergio Teixeira em Sex Nov 11, 2011 9:17 am

Termos usados em Hebreus 13.7 em algumas Bíblias no idioma Inglês:

New international Version:
Remember your leaders...
(Lembrai-vos de vossos líderes...)
21st Century King James Version (KJ21)
Remember those who have the rule over you...
(Lembrai-vos daqueles que têm o domínio sobre vós...)
Amplified Bible (AMP)
Remember your leaders and superiors in authority...
(Lembrai de vossos líderes e superiores em posição de autoridade... )
Contemporary English Version (CEV)
Don't forget about your leaders...
(Não vos esqueçais de vossos líderes...)
Douay-Rheims 1899 American Edition (DRA)
Remember your prelates...
(Lembrai-vos de vossos prelados...)
* Prelado é alguém a quem foi dado um cargo ou uma dignidade superior em uma igreja ou comunidade eclesiástica. É por exemplo o superior em um monastério ou em um convento.

A "King James", da mesma forma que a "João Ferreira de Almeida", pode apresentar várias redações bastante diferentes entre suas próprias "revisões" e de tal forma que podem até mesmo sugerir contradições (por isso não devemos ser "literais").
Na "João Ferreira de Almeida" que tenho em mãos, diz-se "Lembrai-vos dos vossos pastores..."

Na AMP (Amplified Bible) há um texto imenso em Hebrew 13:7, pois são feitas várias interpretações do mesmo texto bíblico.

Na Luther Bibel 1545 (Bíblia de Martinho Lutero) está assim, no idioma Alemão:
Gedenkt an eure Lehrer...
(Lembrai-vos de vossos professores...)
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico da obra de Deus.

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum