Batismo...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Batismo...

Mensagem  Nor em Sex Set 30, 2011 12:39 pm

A Paz de Deus a todos

Sou novo aqui, gostaria de saber a opinião de vcs sobre um assunto, ja tenho minha opinião mas gostaria de ouvir outras... Estive lendo a bíblia e me deparei com Mat. 28:19 "Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;"

Continuando a leitura percebi que os apóstolos batizavam em nome de Jesus Cristo: (At 2.38; 8.16; 10.48, 19.5).

Os apóstolos desobedeceram a ordem do Mestre de batizar conforme Mat. 28:19? É claro que não...

Me fizeram esta pergunta e eu não soube ao certo o que responder, gostaria de opiniões.

Deus abençoe a Todos...

Nor

Mensagens : 27
Data de inscrição : 30/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  izaias em Sex Set 30, 2011 5:10 pm

Nor Hoje à(s) 1:39 pm A Paz de Deus a todos
Sou novo aqui, gostaria de saber a opinião de vcs sobre um assunto, ja tenho minha opinião mas gostaria de ouvir outras... Estive lendo a bíblia e me deparei com Mat. 28:19 "Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;"
Continuando a leitura percebi que os apóstolos batizavam em nome de Jesus Cristo: (At 2.38; 8.16; 10.48, 19.5).
Os apóstolos desobedeceram a ordem do Mestre de batizar conforme Mat. 28:19? É claro que não...
Me fizeram esta pergunta e eu não soube ao certo o que responder, gostaria de opiniões.
Deus abençoe a Todos...

Evidente que não desobedeceram!
- Saiba, pois, com certeza toda a casa de Israel que a esse Jesus, a quem vós crucificastes DEUS o fez Senhor e Cristo. - E, ouvindo eles isto se compungiu em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos homens irmãos? - E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo; - Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos DEUS nosso Senhor chamar. Atos 2 (36~39). Grifo meu.

Veja o que o próprio Jesus Cristo disse: - Eu e o Pai somos um. João 10 (30).

A Santíssima Trindade é formada pelo PAI DEUS, 1ª pessoa, Filho Jesus Cristo, 2ª pessoa e o Espírito Santo Consolador 3ª pessoa.

Primeiramente vamos analisar e examinar minuciosamente os versículos de Atos:
Pedro pede que seus ouvintes mudem de opinião e postura em relação a Cristo a fim de serem batizados em nome de Jesus Cristo como reconhecimento público de que haviam aceitado Jesus como “Messias” e Senhor.
Em nome” sugere natureza ou caráter; portanto, ser batizado “em nome de Jesus” significa admiti-lo como tudo o que o seu nome denota (representando ideia como símbolo ou como signo; simbolizar; significar).

O batismo em si (independentemente das circunstâncias, do conhecimento, da realidade em sua verdade absoluta) não é uma forma de perdão e salvação. - Mas DEUS assim cumpriu o que já dantes pela boca de todos os seus profetas havia anunciado; que o Cristo havia de padecer. - Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do SENHOR, - E envie-o a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado. Atos 3 (18~20). Grifo meu.

Para a Igreja primitiva, entretanto, não havia separação entre ritual e realidade, ir até Cristo e ser batizado estavam diretamente relacionados, ver 22 (16); Marcos 16 (16) e I Pedro 3 (21).

O dom do Espírito Santo deve ser distinguido “dons” do Espírito Santo; o primeiro relaciona-se com o Espírito Santo em si e “dons” refere-se a habilidades especiais concedidas pelo Espírito a fim de preparar os crentes para o ministério, ver I Coríntios 12 (1~31).

O Nome de Jesus é a autoridade completa da fé, veja: - E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho isso te, dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda. Atos 3(6).
Este foi o primeiro milagre realizado pelos discípulos (Pedro), foi-nos dada a chave para ser usada por todos os crentes ao exercer a autoridade de fé.
Ao ordenar a cura para o homem coxo, Pedro emprega o nome/titulo completo de nosso “Senhor Jesus Cristo (Messias), o Nazareno”; “Jesus”, “Joshua ou Yeshua” era um nome comum entre os Judeus e, atualmente, continua sendo em muitas culturas.
Mas a declaração de seu Nome e Titulo completos, prática notável em Atos, parece uma boa e funcional lição para nós. Podemos confirmar em: Atos 2 (22) - Homens israelitas, escutai estas palavras: A Jesus Nazareno, homem aprovado por DEUS entre vós com maravilhas, prodígios e sinais, que DEUS por ele fez no meio de vós, como vós mesmos bem sabeis; (23) - A este que vos foi entregue pelo determinado conselho e presciência de DEUS, prendestes, crucificastes e matastes pelas mãos de injustos; (24) - Ao qual DEUS ressuscitou, soltas as ânsias da morte, pois não era possível que fosse retido por ela; (25) - Porque dele disse Davi: Sempre via diante de mim o Senhor, Porque está à minha direita, para que eu não seja comovido; (26) - Por isso se alegrou o meu coração, e a minha língua exultou; E ainda a minha carne há de repousar em esperança; (27) - Pois não deixarás a minha alma no inferno, Nem permitirás que o teu Santo veja a corrupção; (28) - fizeste-me conhecer os caminhos da vida; encher-me-ás de alegria na tua presença. Grifo meu.

E também em: Atos 4 (8) - Então Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse: Principais do povo, e vós, anciãos de Israel, (9) - Visto que hoje somos interrogados acerca do benefício feito a um homem enfermo, e do modo como foi curado, (10) - Seja conhecido de vós todos, e de todo o povo de Israel, que em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem DEUS ressuscitou dentre os mortos, em nome desse é que este está são diante de vós. (11) - Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina. Grifo meu.

Deixemo-nos ser completos ao reivindicar nossa autoridade perante enfermidades, moléstias ou demônios; em nossa confissão de fé ou proclamação de poder, confesse sua divindade e seu domínio como o Cristo (Messias); use seu precioso nome, Jesus (Salvador).
Invoque-o como Senhor Jesus, Jesus Cristo, Jesus o Nazareno, sem que haja qualquer exigência legal ou ritual nesse momento.
Mas vale a pena lembrar que, assim como oramos em “nome de Jesus”, João 16 (24), nós exercemos toda a autoridade nele; pelo privilégio do poder que ele nos deu em seu nome, Mateus 28 (18), Marcos 16 (12) e João 14 (13-14).
Muitos outros nomes compostos são encontrados para Jesus na palavra de DEUS, a Bíblia Sagrada, vamos declarar com fé, com oração e plena confiança.
Por isso mesmo a Congregação coloca nos templos os dizeres “EM NOME DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO”, acima no púlpito e na frente do homem na frente da tribuna.
avatar
izaias

Mensagens : 165
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 66
Localização : Capital - São Paulo - SP

Ver perfil do usuário http://izanor@ig.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Sergio Teixeira em Sex Set 30, 2011 10:20 pm

Concordo com o irmão Izaías em suas ponderações.

Existe contudo uma certa redundância que as pessoas "estranham", já que o nome de nosso Mestre estaria sendo mencionado "em duplicidade".
Porém, em nada sendo nociva tal aparente duplicidade, não nos custa em nada aceitá-la do jeito que está, sem procurar entrar em maiores detalhes, que poderiam nos confundir ainda mais.

O Santo Batismo pois é feito em nome de Jesus o Cristo, em um rito emoldurado pela presença da figura trinitária e onipresente do Pai, (do Filho) e do Espírito Santo.
Como "o Cristo" e "o Filho" são a mesma pessoa (vista porém sob prismas diferentes), essa aparente duplicidade tem sua razão de ser, bem como sua eficácia ritualística.

Basicamente o rito do Batismo simboliza o sepultamento dos pecados e o renascimento do Novo Homem, porém há outros simbolismos inseridos nesse mesmo contexto, um dos quais é a apresentação do postulante (o novo convertido) por parte de Jesus ao Deus-Pai.
Aí também ocorre de forma cumulativa o Batismo no Espírito Santo, o Consolador, que desce com Seus dons celestiais sobre o postulante.
Justifica-se portanto a alusão da presença do Deus-Pai e do seu Santo Espírito, presença essa como que provocada pela intervenção do Cristo - o Filho.

Tenhamos em mente que todo rito é em tese um psicodrama, cuja finalidade é usar de uma alegoria para interpretar e assim firmar um ou mais fundamentos doutrinários.

Cada postulante deverá ter sua visão pessoal do ato do Batismo, e a entenderá em seu coração de uma forma sempre diferenciada, como um acontecimento único, de foro íntimo, diante de Deus.
Por isso é necessário o rito, para que haja uma certa unidade de entendimento.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  "Ekklésia Christiana" em Sex Set 30, 2011 10:22 pm


Saudações...

Izaias, prezado...





Perdoe-me a franqueza, mas seus arrazoamentos nos remetem a evasão ... costura-se aqui, ali e acolá... como todo teólogo e seus hábeis malabarismos...


A questão posta é:



- A "Fórmula" dita "Corcordata", "Harmônica" ou ainda "Petrina" (Atos 2:38) vem a suprimir a Fórmula Trinitária (Mateus 28:19)?

- Atos 2:38 alude precisamente à uma FÓRMULA BATISMAL ("in onoma") ou apenas a uma menção à autoridade delegada ("epi tô onomati")?




Esse é o enígma proposto a nosso irmão Nor quando indagado por seus inquiridores.


Havendo duas fórmulas (conforme oficialmente sugerem nossos Anciãos) a segunda, por dedução, destituiria aquela que a precedeu...


Sabe-se ainda, que os primitivos códices vertem Mateus 28:19 de maneira diversa daquela em vigor (omitindo-se a referência trinitariana)...


O que o irmão concretamente nos traz a esse respeito?





Atenciosamente,

"Em Caridade"

Irmão Ednelson

"Ekklésia Christiana"

Mensagens : 497
Data de inscrição : 18/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Sergio Teixeira em Sab Out 01, 2011 9:25 am

Quanto ao rito em si, acho que ficou bem claro que uma fórmula não anula nem descredencia a outra.
Quanto ao sentimento envolvido no Santo Batismo, esse é coisa de foro íntimo, entre o postulante e Deus.

Portanto, qualquer que seja a "fórmula" adotada, esta jamais poderá sobrepor-se ao "sentimento", pois este é inerente ao relacionamento do postulante com o "seu" Deus (da maneira como ele O entende em particular), sendo o rito, embora bastante valioso, um ato externo e simbólico.
O rito do batismo não "batiza". "Simboliza". Não tem eficácia alguma quando inexiste o sentimento (não estamos falando de "validade" ou coisas assim, mas de "eficácia").
O sentimento, este sim, é o caminho para que o simbolismo contido no Batismo se torne coisa concreta.

Amados irmãos, o Santo Batismo é coisa muito séria.
Portanto nâo interessa tanto assim se a CCB está "certa" ou "errada", ou se a igreja A ou B estão "certas" ou "erradas", ou se a "fórmula tal" está "certa" ou "errada", quando esse "erro" ou "acerto" dependem exclusivamente do coração daquele que aceita fazer um Concerto com o Senhor através do Evangelho de Jesus o Cristo.
Ou seja, caso hipoteticamente um caríssimo servo de Deus venha a batizar nas águas dez mil postulantes, e nos corações destes não houver o necessário sentimento, tal batismo será "válido" (pois cumpriu fielmente o rito), porém "não-eficaz" (porque a proposição inicial já se encontrava comprometida, sem que o servo de Deus o viesse a saber).

Suponhamos por outro lado que o oficiante aja com arrogância e jactância extremas, colocando seu próprio nome e sua suposta autoridade em grande evidência, porém batizando em nome de Jesus.
Quando ele diz "eu" te batizo, esse batismo deixa de ser válido ou eficaz?
É perfeitamente válido e também eficaz, quando existe o tal sentimento da parte do postulante.
Quem decide isso portanto é ele e Deus.

Em resumo, a CCB procura fazer as coisas da melhor forma possível, e portanto adota ambas aquelas fórnulas por considerá-las perfeitas e não excluentes. Uma portanto não anula a outra.
Nota-se na CCB uma preocupação, um zelo a mais, no sentido em que a figura do oficiante não se mostre jamais como que estando acima do nome do Filho ou do Pai ou pelo menos em igualdade de condições.

O servo de Deus que atende no Santo Serviço das águas será sempre um mero instrumento nas mãos do Senhor para a realização da Obra.
A Congregação entende desta forma (contida neste parágrafo) e assim tem praticado durante todos esses anos.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  izaias em Sab Out 01, 2011 10:19 am

"Ekklésia Christiana" Ontem à(s) 11:22 pm
Saudações...
Izaias, prezado...
Perdoe-me a franqueza, mas seus arrazoamentos nos remetem a evasão ... costura-se aqui, ali e acolá... como todo teólogo e seus hábeis malabarismos...
A questão posta é:
- A "Fórmula" dita "Corcordata", "Harmônica" ou ainda "Petrina" (Atos 2:38) vem a suprimir a Fórmula Trinitária (Mateus 28:19)?
- Atos 2:38 alude precisamente à uma FÓRMULA BATISMAL ("in onoma") ou apenas a uma menção à autoridade delegada ("epi tô onomati")?
Esse é o enígma proposto a nosso irmão Nor quando indagado por seus inquiridores.
Havendo duas fórmulas (conforme oficialmente sugerem nossos Anciãos) a segunda, por dedução, destituiria aquela que a precedeu...
Sabe-se ainda, que os primitivos códices vertem Mateus 28:19 de maneira diversa daquela em vigor (omitindo-se a referência trinitariana)...
O que o irmão concretamente nos traz a esse respeito?
Atenciosamente,
"Em Caridade"
Irmão Ednelson
"Ekklésia Christiana"

Traduzindo: você acha que a ideia por mim colocada está evasiva, acha que tapo buraco e arquiteto palavras tal qual um artista circense que exibe grande habilidade atirando e apanhando objetos jogados ao ar, manipulando-os e equilibrando-os ao mesmo tempo, ou seja, um exibido. Tudo bem meu caro, cada cabeça uma sentença.
A indagação feita pelo nosso irmão Nor foi:

Os apóstolos desobedeceram a ordem do Mestre de batizar conforme Mat. 28:19? É claro que não... Me fizeram esta pergunta e eu não soube ao certo o que responder, gostaria de opiniões.

Dei a minha “opinião” no sentido de minha convicção assumida pelo entendimento do espírito, sem qualquer ponderação sobre a sua legitimidade, propósito ou maneira como foi obtida; já que entendo que a Bíblia Sagrada, base do meu estudo é infalível que não falha; indefectível.
E de acordo com este estudo e a base doutrinária por mim exposta responde a “dúvida” de que os discípulos “não desobedeceram à ordem do Mestre Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo” de batizar como está em Mateus 28 (19); tal qual é a formula do batismo em nossos dias, praticada nos cultos de batismo na doutrina pregada na CCB.

Entretanto o caro amigo ainda não exibiu ou evidenciou seu ponto de vista sobre o assunto, então...

Quanto à sua pergunta referente ao “códice”; melhor dizendo manuscrito que entre os antigos romanos era a tabula (placa com cera, na qual se escrevia), formando conjunto similar ao livro e que deram origem ao que hoje chamamos de “Bíblia” onde esta impressa o Livro de Mateus.
Este livro foi escrito entre 50 e 75 D.C., vários anos após a subida do Mestre Jesus aos céus que se deu aproximadamente entre 33 e 35 D.C.
Ainda que este evangelho não identifique seu autor, a antiga tradição da igreja primitiva o atribui a Mateus, o apóstolo antigo cobrador de impostos. Pouco se sabe sobre ele, além de seu nome e ocupação, por ser um funcionário do governo acreditamos que fosse um alfabetizado.
A tradição diz que, nos quinze anos após a ressurreição de Jesus, ele pregou na Palestina e depois conduziu campanhas missionárias em outras nações.
A ênfase de Mateus sobre Jesus como o cumprimento da profecia (41 citações no AT) mostra que a vida e o ministério de Jesus eram parte do plano único de DEUS durante toda a história de Israel, e não um gesto de desespero. Todo o Evangelho enfatiza que Jesus é Emanuel – DEUS Conosco.
O uso do titulo “Filho de DEUS” por Mateus sublinha claramente a divindade de Jesus, ver 1 (23); 2 (15); 3 (17) e 16 (16). Como o filho, Jesus tem um relacionamento direto e sem mediações com o Pai, 11 (27).
Mateus apresenta Jesus como o Senhor e Mestre da Igreja, a nova comunidade, que é chamada a viver nova ética do Reino dos céus.
Jesus declara “a Igreja” com seu instrumento selecionado para cumprir os objetivos de DEUS na Terra. 16 (18); 18 (15~20).
O evangelho de Mateus serviu como manual de ensino para a Igreja antiga, incluindo a surpreendente Grande Comissão, 28 (12~20), que é a garantia da presença viva de Jesus.
Meu caro é por estas verdades contidas neste livro que eu aceito as palavras ditas no ato do batismo: - Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; - Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. Mateus 28 (19-20).
Não concordo e não aceito dizer que as palavras ditas pelos Anciães da CCB estão erradas.
Irmão ou irmã em Nome de Jesus Cristo eu te batizo; em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém. Vemos que a intenção, razão ou propósito o núcleo dos dizeres em nada diferem no original.
avatar
izaias

Mensagens : 165
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 66
Localização : Capital - São Paulo - SP

Ver perfil do usuário http://izanor@ig.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Nor em Ter Out 04, 2011 5:57 pm

Quero agradecer desde ja o empenho de todos em me ajudar, confesso que estava confuso em relação ao assunto, mas minha opinião se encaixa exatemente no que o Irmão Sérgio disse, que o mais importante é a conversão, o arrependimento, o sentimento, o crer, o nascer da nova criatura em JEsus Cristo, e não nas palavras que são ditas, não existe palavras mágicas, conversão é o essencial, me lembrei de uma passagem:

"E alguns dos exorcistas judeus ambulantes tentavam invocar o nome do Senhor Jesus sobre os que tinham espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus a quem Paulo prega."... "Respondendo, porém, o espírito maligno, disse: Conheço a Jesus, e bem sei quem é Paulo; mas vós quem sois?" Atos 19:13,15.

O importante é a conversão.

O Irmão Izaias apontou algo muito importante: Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados... o mais importante é o arrependimento e a conversão em Jesus Cristo.

Mesmo assim ainda me vem na cabeça por que não vemos nenhum batismo com a fórmula contida em Mateus 28:19 (em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;) registrada pelos apóstolos? Ou será que o que esta escrito (At 2.38; 8.16; 10.48, 19.5) é o que foi feito e não o que foi dito? Ou seja, os textos em Atos dizem o que era feito, não o que era dito, quando uma pessoa era batizada, ou seja, que aquelas pessoas deveriam se submeter ao batismo pela autoridade de Jesus?

É aceitável dizer que se está sendo batizado em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo é batizado em nome de Jesus pois a ordem, o ato em si, a fórmula contida em Mateus 28:19 foi ordenada por ele mesmo, então qualquer um que batiza assim esta fazendo na autoridade (Em nome) de Jesus? Pois o serviço de batismo em sim independente da fórmula utilizada é pregado o arrependimento e a remissão dos pecados em nome de Jesus, isto é o mais importante do que o que vai ser dito no ato de batizar em si, pois como disse o irmão Ségio, o rito do batismo não "batiza". "Simboliza.

Alguns indivíduos alegam que o texto de Mateus 28:19 não aparece no original grego do Novo Testamento, o que eu não acredito pois não há provas, já ouvi dizer também que os sentidos diferentes de "em nome de". Embora a tradução portuguesa não distingue, há uma diferença interessante no grego. Em Mateus 28:19, o sentido é de batizar para entrar no nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo, e em Atos 2:38 e 10:48, outras preposições gregas têm o sentido de "pela autoridade de" Jesus. Mas não sei se procede esta informação.

Gostaria de continuar com o assunto se possível

Deus os abençoe...

Nor

Mensagens : 27
Data de inscrição : 30/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Sergio Teixeira em Ter Out 04, 2011 7:13 pm

A fórmula batismal, é como já disse antes - com outras palavras - convencionada dentro de um determinado entendimento comum, buscando-se sempre um melhor simbolismo e representação doutrinária, tendo como base o que depreendemos das Sagradas Escrituras.

No cristianismo existem dois ritos da maior seriedade, e que devem ser tratados como inefáveis, com todo o respeito e sem contendas de nenhuma espécie.
Esses ritos são o Batismo e a Santa Ceia, representativos que são dos pilares da doutrina cristã.

A forma como a Congregação vê e pratica esses ritos deve portanto ser aceita por nós como fiel e verdadeira, sem desvios nem murmurações, porém sem procurar desmerecer as fórmulas encontradas por outras igrejas.
Serão fórmulas encontradas através do mesmo processo de seriedade e temor a Deus, porém vistas sob prismas diferentes.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Nor em Qui Out 06, 2011 10:38 pm

Caro Irmão Sérgio, não questiono se a fórmula batismal usada pela ccb é válida ou não, pois como eu disse concordo com sua opinião de que o importante é o sentimento, a conversão, o nascer da nova criatura em Jesus Cristo, acho que isto é o essencial e não a fórmula empregada, minha dúvida é com relação as escrituras mesmo, pois não vejo em atos onde é registrado alguns batismos os apóstolos empregarem a fómula contida em Mat. 28:19, mas somente em nome de Jesus, talvez o que esta registrado em (Atos 2:38) por exemplo é que aquelas pessoas deveriam se submeter ao mandamento (batismo) em nome de Jesus Cristo agora o que foi dito (fórmula empregada) no ato do batismo não foi registrado nas escrituras, provavelmente (eu acredito) foi usado Mat. 28:19.

Deus te abençoe.

Nor

Mensagens : 27
Data de inscrição : 30/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Sergio Teixeira em Qui Out 06, 2011 11:56 pm

Em todas as Bíblias que tenho consultado, está registrado em Mateus 28.19 que o batismo é feito em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Em Atos 2.38, porém, todas são unânimes em afirmar que o batismo é feito em nome de Jesus Cristo, porém que quem se batiza recebe também o Espírito Santo.

Existem pequenas discrepâncias nas diversas redações, porém o sentido permanece praticamente o mesmo.

Por exemplo, em Atos a maioria das Bíblias se refere a terceiras pessoas (aquelas de quem se fala), porém há algumas que se referem a segundas pessoas, aquelas com quem se fala.

Não dá para ir mais fundo nesse assunto, pois ambas as formas estão registradas e confirmadas, e acho que já chegamos a um acordo quanto ao fato de que tais formas não se anulam nem se contradizem.

Notei ainda que a maioria das Bíblias em Inglês se refere ao Espírito Santo como "Holy Spirit", mas há algumas onde se menciona "Holy Ghost".
Essa palavra "ghost" no entanto é mais usada para designar um "fantasma", um "vulto", ou como se diz no Nordeste, uma "visagem", e não um espírito, uma essência.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Sex Out 07, 2011 6:24 am

A Paz de DEUS esteja em nossos corações.
Nor escreveu:A Paz de Deus a todos
Sou novo aqui, gostaria de saber a opinião de vcs sobre um assunto, ja tenho minha opinião mas gostaria de ouvir outras... Estive lendo a bíblia e me deparei com Mat. 28:19 "Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;"
Continuando a leitura percebi que os apóstolos batizavam em nome de Jesus Cristo: (At 2.38; 8.16; 10.48, 19.5).
Os apóstolos desobedeceram a ordem do Mestre de batizar conforme Mat. 28:19? É claro que não...
Me fizeram esta pergunta e eu não soube ao certo o que responder, gostaria de opiniões.
Deus abençoe a Todos...

Amém, amém.

Lá vou eu com as minhas opiniões, e minhas dúvidas também:

1. Será que os apóstolos conheciam as palavras de JESUS naquela época ("batizando-as em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo")? Talvez e provavelmente não, pois ainda não existia o livro "Novo Testamento".

Assim sendo, quando a Bíblia cita batismos "em nome de JESUS" está se referindo a duas coisas:

a) que não se pensasse que era em nome do pregador; que se soubesse que tudo era feito para uma aliança com DEUS em nome de JESUS, uma aliança única e não uma porção de alianças, em nome de cada evangelizador;

b) que se soubesse que era para uma nova aliança,por JESUS, independente de qualquer religião anterior.

2. Acredito, portanto, que as palavras ordenadas por JESUS (quando viesse a ser conhecida essa "fórmula") devem ser: "Te batizo em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo."
E acrescentado: "Em nome de JESUS (CRISTO) não só para esclarecimento da palavra "Filho" como também para que fique bem claro que os batismos cristãos são em uma única fé, a fé em JESUS, independentemente do pregador.

3. Quando a Congregação Cristã no Brasil batiza com as palavras: "Em nome de JESUS (eu) te batizo, em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo" fica tudo perfeito: quem é o SENHOR e são usadas as palavras de ritual ordenadas por JESUS.

Peço desculpas, mais uma vez, por não saber colocar bem claro por escrito os meus pensamentos.

Que DEUS nos abençoe a todos.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens : 551
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Nor em Sex Out 07, 2011 10:41 am

Fui questionado por uma pessoa de outra denominação sobre este assunto, esta pessoa diz que "Em nome" de Mat. 28:19 esta no singular e se refere a "um" nome, e que Pai não é nome, Filho não é nome, Espírito não é nome, e que este nome é Jesus Cristo (Atos 2:38), porém não acredito nisto pois esta doutrina diz que eles não são distintos mas apenas manifestações de Deus e que nos céus Jesus é o tabernáculo de Deus (visível) e Deus é um Espírito (invisível) até mesmo nos céus, não acredito nesta teologia pois se contradiz totalmente com as escrituras.

Nor

Mensagens : 27
Data de inscrição : 30/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Sex Out 07, 2011 11:23 am

A Paz de DEUS.
Nor escreveu:Fui questionado por uma pessoa de outra denominação sobre este assunto, esta pessoa diz que "Em nome" de Mat. 28:19 esta no singular e se refere a "um" nome, e que Pai não é nome, Filho não é nome, Espírito não é nome, e que este nome é Jesus Cristo (Atos 2:38), porém não acredito nisto pois esta doutrina diz que eles não são distintos mas apenas manifestações de Deus e que nos céus Jesus é o tabernáculo de Deus (visível) e Deus é um Espírito (invisível) até mesmo nos céus, não acredito nesta teologia pois se contradiz totalmente com as escrituras.
Louvo a DEUS por o Irmão ter escrito: ".não acredito nisto." e ".não acredito nesta teologia".
Que essa pessoa de outra denominação está querendo fazer com você? Com esses argumentos sem pé nem cabeça?

"Em nome" significa: "Não é por mim, nem com a minha autoridade, mas a autoridade da pessoa que estou citando."

Você já teve, ou poderá vir a ter uma experiência em que o Sr. Fulano, Diretor do Departamento em que você trabalha manda que você transmita determinada coisa a uma terceira pessoa.

Você chega para essa terceira pessoa e diz: "Olhe, o Diretor me mandou dizer a você que ...".
Você está falando uma coisa "em nome do Diretor, em nome do Sr. Fulano", mas é para a terceira pessoa entender que a ordem não é com a tua autoridade, mas sim a do Diretor.
Observe que você não usou o nome dele. Usou o cargo, a situação.

Quando um Irmão Ancião batiza alguém, dizendo: "Em nome de JESUS CRISTO (eu) te batizo ... " ele está dizendo: "É verdade que eu estou te batizando, mas não é por vontade ou autoridade minha, mas sim cumprindo a ordem de JESUS CRISTO".

E ele termina, usando as palavras ordenadas por esse JESUS: "Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo."

Se uma parte está no Novo Testamento, não é para ser discutida, modificada, alterada, como quer essa pessoa de outra denominação. É para ser obedecida, e fim.

Que DEUS nos abençoe, nos guarde e nos livre de todo o mal.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens : 551
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  TheuWinch em Sab Out 08, 2011 7:58 am

Ouvi dizer que esse versículo de Mt 28;19 foi modificado pela Igreja Católica, e que não está escrito: "Em nome do Pai, Filho e Espírito Santo"...
Mas é só um boato, não tenho certeza!
avatar
TheuWinch

Mensagens : 120
Data de inscrição : 26/06/2011
Idade : 22
Localização : Ilhéus- Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Luiz Flavio N. Facci em Sab Out 08, 2011 8:29 am

A Paz de DEUS esteja conosco e com nossas famílias.
TheuWinch escreveu:Ouvi dizer que esse versículo de Mt 28;19 foi modificado pela Igreja Católica, e que não está escrito: "Em nome do Pai, Filho e Espírito Santo"...Mas é só um boato, não tenho certeza!
Eu já vi qualquer coisa assim mas não em relação a esse versículo. Vi em relação a um versículo que está em uma das cartas de João.
Pessoalmente, não dou nem bola.
Meus ouvidos e olhos são fechados totalmente para esse tipo de coisa.
Já li livros dedicados a tentarem provar que a Bíblia foi alterada por este, por aquele, por aquele outro.
Tem livros cardecistas, e até de "pastores", falando isso. Pelo menos um, de um pastor, eu conheço.
Não quero saber.

Os que tentam destruir a nossa fé na Bíblia não sabem que há um ESPÍRITO
SANTO por trás (ou pela frente, ou pelos lados) desse livro e que ELE,
esse Espírito, é que nos dá a fé.
E ELE não pode ser destruído.

Mas por causa desses "conhecimentos" é que a nossa Igreja nos aconselha a não ler livros estranhos à Bíblia.

Creio que há um DEUS criador de todo o universo, que existe um JESUS, filho de DEUS, nosso Salvador e um ESPÍRITO SANTO para nos guiar.

JESUS disse mais ou menos assim: "Quem não se fizer igual a menino não entrará no reino dos céus."

Que DEUS nos abençoe, nos proteja e nos guarde.
Luiz Flavio.

Luiz Flavio N. Facci

Mensagens : 551
Data de inscrição : 12/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Sergio Teixeira em Sab Out 08, 2011 9:15 am

Amados irmãos:
Modificações houveram, sim, e em grande número, sobre o texto original.
Quando comparamos várias Bíblias diferentes, podemos constatar esse fato, visto que alguns textos são mais extensos que outros, contém elementos que não estão presentes em outros, e outros chegam a dar entendimentos diferentes sobre uma mesma questão.
Foram com o tempo sendo introduzidos alguns valores "convenientes" a essa multidão de teologias.
Cito um exemplo, quando o Senhor Jesus teria dito "Pedro, tu és Pedra..."
O versículo a que temos amplo acesso ( (João Ferreira de Almeida, edição revista e corrigida, com referências e algumas variantes, diz):
18. Pois também eu te digo que tu é Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;
19. E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.
Porém o texto original, traduzido ao Francês, diz "Pedro, tu és pedra, da rocha sobre a qual edificarei a minha igreja...".
Após isso, foi dado "convenientemente" à figura de Pedro o foco sobre a idéia de ser ele - e não o Cristo - a pedra fundamental de igreja.
Então vejamos o que diz o próprio Pedro:
I Pedro 1 :
4 E chegando-vos para ele - pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa,
5. Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo
6. Pelo que também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal de esquina, eleita e preciosa; e quem nela crer não será confundido.
O foco portanto está nitidamente sobre o Cristo e não sobre Pedro.
Ele não falaria de si próprio com tamanho desembaraço, pois como sabemos, apesar de sua inconstância inicial, tornou-se um servo firme e fidelíssimo do Senhor.

Amados irmãos, não nos deixemos enganar.
As escrituras devem ser examinadas com o coração.
Temos de exercer algum garimpo nos textos, já que tudo foi indevidamente tocado pela mão do homem.
Sei que muitas pessoas, inclusive muitos de nossos irmãos, afirmarão até a morte que "a Bíblia" está absolutamente certa e que não contém incorreções de forma alguma - até mesmo dizer que o que estou afirmando é uma "heresia".
Consideremos porém que "a biblia" foi muito modificada para atender a interesses particulares escusos, porém a Palavra de Deus é impossível de ser modificada.
E esta persiste mesmo nas entrelinhas, apesar dos erros de tradução, apesar dos acréscimos, apesar das fraudes.
A Palavra é fiel e eficaz.
Afinal o Mestre nos disse: "Conhecereis a Verdade, e ela vos libertará".

Contudo, peço aos amados irnãos que não saiam espalhando essas palavras por aí como sendo "doutrina", pois não é, e não são todos os servos que têm atualmente alcance para tais ponderações.
O tempo de cada um, a porção de cada um, somente o Pai conhece.
E se faço tais afirmações não é para dizer que "a bíblia mente", mas para dizer que a Verdade continua ali, e que somente será descoberta se a lermos com o coração e não com o intelecto.
Portanto não procuremos a mentira, a fraude ou a contradição, mas sigamos incessantemente em busca da Verdade que ainda está ali contida, e que é imutável.
E não percamos jamais a nossa Fé e a nossa confiança.
Que estas sejam revigoradas em nossos corações, em nome do Senhor Jesus.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Nor em Qui Out 13, 2011 7:05 pm

A Paz de DEUS.Nor escreveu:
Fui questionado por uma pessoa de outra denominação sobre este assunto, esta pessoa diz que "Em nome" de Mat. 28:19 esta no singular e se refere a "um" nome, e que Pai não é nome, Filho não é nome, Espírito não é nome, e que este nome é Jesus Cristo (Atos 2:38), porém não acredito nisto pois esta doutrina diz que eles não são distintos mas apenas manifestações de Deus e que nos céus Jesus é o tabernáculo de Deus (visível) e Deus é um Espírito (invisível) até mesmo nos céus, não acredito nesta teologia pois se contradiz totalmente com as escrituras.

Luiz Flavio escreveu:
Louvo a DEUS por o Irmão ter escrito: ".não acredito nisto." e ".não acredito nesta teologia".
Que essa pessoa de outra denominação está querendo fazer com você? Com esses argumentos sem pé nem cabeça?

Tudo isto porque Jesus mandou batizar em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo mas os apóstolos batizavam em nome de Jesus somente, então para tentar entender o porque disto muitos inventam teologias estranhas, eu prefiro acreditar é que os apóstolos disseram que aquelas pessoas obedeceram a um mandamento (neste caso ao batismo) em nome de JEsus, agora a fórmula usada, as palavras "ditas" não esta registrado.

Deus te abençoe...

Nor

Mensagens : 27
Data de inscrição : 30/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Sergio Teixeira em Sex Out 14, 2011 9:30 am

Não pretendendo lançar mais fogo na fogueira para contenda, mas para que a luz daí resultante possa nos iluminar ainda mais, consideremos o seguinte trecho contido no Santo Evangelho segundo S. João 1.33:
"E eu não o conhecia, mas o que me mandou batizar com água, esse me dise: Sobre aquele que vires descer o Espírito, e sobre ele repousar, esse é o que batiza com o Espírito Santo"
Todas as demais Bíblias que consultei confirmam esse texto, exceto a American Standard Version que diz "Batiza no Espírito Santo".
Desse texto depreendemos que ele - o Cristo - não batizaria "em nome de", mas "com" o Espírito Santo
(no entanto, o próprio Cristo jamais batizou alguém de forma objetiva - presencial - porém de forma subjetiva - em espírito).

O livro de Atos não contradiz de forma alguma o livro de Mateus, quando considerada a essência e não o texto redigido.
O fundamento portanto continua o mesmo.
A diferença portanto fica apenas na ritualística, e essa, desde que não anule os objetivos de sua representatibidade, estará de acordo com as Escrituras.
A ritualística como já afirmamos anteriormente, depende da doutrina e da maneira de entender de cada igreja.
O ato do batismo, porém, esse é individual.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Batismo...

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum