HÁ UNIDADE NA CONGREGAÇÃO (CCB)? O QUE ACHAM?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

HÁ UNIDADE NA CONGREGAÇÃO (CCB)? O QUE ACHAM?

Mensagem  GAITA em Sex Jun 24, 2011 2:02 pm

O que os irmãos debatedores deste fórum acham, há unidade na CCB, mesmo espirito entre membresia e ministério? Se acreditam que sim , o porquê de dissidências, com o mesmo formato de liturgias e credos? me expliquem, tenho dúvidas . APDD

GAITA

Mensagens : 7
Data de inscrição : 25/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HÁ UNIDADE NA CONGREGAÇÃO (CCB)? O QUE ACHAM?

Mensagem  "Ekklésia Christiana" em Sex Jun 24, 2011 3:25 pm


Saudações Cristãs,

Irmão "Gaita", prezado...







Eis a questão...

Dissidências pressupõem divergências para com o "modus operandi" em voga.

No presente contexto, entretanto, estrutura orgânizacional-administrativa, traços e estilos (arquitetura), Declaração de Fé, Liturgia e particularidades outras, mantêm-se inalterados.

Tratar-se-ia de uma inicial estratégia para o arrebatamento dos mais desatentos?

Caso contrário, deparamo-nos com uma inequívoca e flagrante demonstração de insubordinação e vaidade, nada além.






Atenciosamente,

"Em Caridade"

Irmão Ednelson

"Ekklésia Christiana"

Mensagens : 497
Data de inscrição : 18/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HÁ UNIDADE NA CONGREGAÇÃO (CCB)? O QUE ACHAM?

Mensagem  Sergio Teixeira em Dom Jun 26, 2011 11:43 am

O que os irmãos debatedores deste fórum acham, há unidade na CCB, mesmo espirito entre membresia e ministério? Se acreditam que sim , o porquê de dissidências, com o mesmo formato de liturgias e credos? me expliquem, tenho dúvidas . APDD
O tema que o irmão aborda é interessante, porque enquanto em uma parte específica do país se nota um considerável número de grupos dissidentes e que aumenta consideravelmente a cada dia, a grande maioria dos membros da Congregação fora dessa posição geográfica mantém e sempre manteve grande comunhão com o Ministério.
O que nos une é sempre o Amor que Cristo nos ensinou, e todos lutam pela Salvação da Alma.
Se o irmão assim o desejar, localize em um mapa todos os lugares onde se encontram tais dissidências.
E embora perceba-se que elas tenham se alastrado até mesmo a outros países, comprova-se facilmente que sua origem é a mesma.
Quanto a "quem está certo" ou "quem está errado", acho que basicamente todos estamos errados de alguma forma, senão isso não aconteceria.
Ou estamos fazendo algo de mais, ou negligenciando no que deveríamos fazer.
Fazer dissidência não faz parte dos ensinamentos do Mestre.
Por outro lado, provocar ou alimentar dissidência e desamor também não.

Um comentário particular:
Em minha profissão, tratamos da abertura e regularidade fiscal de várias associações, cooperativas e também templos dos mais variados credos religiosos.
O que observamos é que é bastante penoso fazer uma igreja a partir do ZERO, pois tem de haver inicialmente um número suficiente de pessoas para poder constituir pelo menos uma chapa que será eleita e confirmada em Assembléia para constituir sua diretoria administrativa e seu Conselho Fiscal durante poucos anos e que deverão ser substituídos em intervalos regulares de tempo.
O Estatuto e o Regimento Interno de tais entidades é quem decide se a parte espiritual se funde ou não com a parte administrativa.
Além disso, tem de haver número suficiente de pessoas para constituir a membresia, e bastante dinheiro para cuidar da legalização, arcar com despesas de aluguel, água, luz, e uma série de "coisinhas" que as pessoas jamais se lembram quando vão formalizar uma instituição.
Pegar uma igreja já pronta, com membresia, doutrina, ordem de culto, estrutura e tudo, e apenas modificar um pouquinho daqui e um pouquinho dali, consideremos que é muito mais fácil que abrir uma igreja totalmente nova.
Talvez - e note que estou dizendo TALVEZ - seja por isso que as dissidências estejam crescendo de tal forma em nosso meio.
Problema doutrinário não deve ser, pois estão adotando a mesma doutrina da Congregação.
Parece que o que realmente não desejam é aquilo que chamam de "submissão ao Brás".
E conforme afirmei antes, isso é um comentário particular.
Para julgar melhor a questão, temos de ser imparciais, não pendendo para lado algum, e termos em nossos corações - agora mais do que nunca - os ensinamentos de nosso Mestre Jesus o Cristo, nosso único salvador e intercessor.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HÁ UNIDADE NA CONGREGAÇÃO (CCB)? O QUE ACHAM?

Mensagem  Genesis em Seg Jun 27, 2011 4:16 pm

Bem o autor da pergunta ja respondeu de antemao
Se ha dissidencias uma das causas é falta de unidade e interaçao entre cupúla e membros pois a irmandade é a caixa de ressonancia do ministerio este peca profundamente quando os relega a simples ovelhas manipulaveis nos o povo de Deus somos sim ovelhas do Senhor mas nao massa de manobra de homens que querem mandar no rebanho pela força e tenbtando calar a nossa boca,
avatar
Genesis

Mensagens : 150
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 67
Localização : Sao Paulo Capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HÁ UNIDADE NA CONGREGAÇÃO (CCB)? O QUE ACHAM?

Mensagem  Genesis em Seg Jun 27, 2011 4:18 pm

O tema que o irmão aborda é interessante, porque enquanto em uma parte específica do país se nota um considerável número de grupos dissidentes e que aumenta consideravelmente a cada dia, a grande maioria dos membros da Congregação fora dessa posição geográfica mantém e sempre manteve grande comunhão com o Ministério.
[quote]

Caro Sergio se me permita vou discordar do irmao
a irmandade nao mantem comunhao com o ministerio pois comunhao é uniao atraves do amor e do dialogo e da compreençao.

existe dois lados ou grupos dentro da congregaçao

um lado sao os santos que cometem faltas mas nao pecados quer dizer seus pecados nao aparecem esses os santos nao reclamam tem liberdade pra esses tanto faz como fez sao apenas acomodados.
outro lado sao os que estao sentados sem liberdade gostaria que os irmaos perguntassem a opiniao a esses presos espirituais
o que acontece realmente é que a irmandade OBEDECE ao minsterio temendo a represalia de Deus porque SE o ministerio deixasse a IRMANDADE SE MANIFESTAR veriamos a realidade dessa comunhao.
avatar
Genesis

Mensagens : 150
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 67
Localização : Sao Paulo Capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HÁ UNIDADE NA CONGREGAÇÃO (CCB)? O QUE ACHAM?

Mensagem  Sergio Teixeira em Seg Jun 27, 2011 11:48 pm

Concordo plenamente com o irmão no sentido de que há realmente dois ou mais grupos distintos na Congregação.
No entanto insisto em que isso é um fenômeno localizado.

Como eu viajo muito (hoje em dia nem tanto), percebo isso quando me aproximo de determinadas regiões, enquanto em outras a simples notícia dessa cisão já causaria uma série de reações de espanto e tristeza por parte da irmandade, pois a maioria das pessoas, não morando aí, e não tendo o mesmo tipo de problema, não percebe o quão grave é a situação, simplesmente por que não tem como saber o porquê de tal separação.

Por aqui não existe paradigma.
Se existe imposição do Ministério para com a membresia, isso não se nota a nivel nacional. É fenômeno localizado.

Novamente tentei (apenas para mim) contar o número de pessoas sem liberdade (por aqui somos 125 igrejas oficiais), e mais uma vez constatei que não daria sequer para abrir um único ponto de pregação, quanto mais essa quantidade já considerável de igrejas dissidentes.
Mais uma vez reforço minha afirmação de que não estou apontando este ou aquele grupo como "certo" ou como "errado".

Seria ótimo que não houvesse dissidências, mas se elas existem, algum motivo houve para tal.

Agora é tarde para corrigir a situação.
Daqui em diante, ambas as partes terão de pagar o preço, e sem reclamar.

Fazer uma dissidência de uma igreja cristã de qualquer denominação é como começar a fumar.
Pode-se parar de fumar a qualquer tempo, porém o malefício já estará feito.

Se pessoas estão sem liberdade, também deverá haver algum motivo - justo ou injusto - para tal.
E essas coisas não acontecem de repente.
As situações vão se instalando lentamente, tomando corpo e um dia acontece a gota d'água.

Me causa espanto, assim como causa espanto a qualquer um no meio do povo uma quantidade tão grande de pessoas ditas "pecadoras" e/ou "sem liberdade".
Isso não é nem pode ser considerado como "normal".
Tem história mal contada em tudo isso. Tem "gato na tuba".
Tem vaidades humanas profundamente envolvidas, de ambos os lados da moeda.
Ah, isso tem.

Não precisaremos ir adiante ou sugerir que "alguém" tenha dado início a tudo isso.
Sabemos que separativismo é coisa que não vem da parte de Deus, e que seguramente não segue os ensinamentos de Cristo.
Do jeito que está, ninguém tem razão.
Uns porquanto se separaram. Outros por causa do espírito de desamor, e de "julgamento com sentença" que nenhum de nós está autorizado a fazer, exceto se usarmos - antes de tudo - da misericórdia do Pai.

Ambas as partes estão distorcendo a verdade, distorcendo a Palavra, e isso não é nada bom.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Irmao Sergio ha controversias

Mensagem  Genesis em Sab Jul 02, 2011 12:31 pm

Novamente tentei (apenas para mim) contar o número de pessoas sem liberdade (por aqui somos 125 igrejas oficiais), e mais uma vez constatei que não daria sequer para abrir um único ponto de pregação, quanto mais essa quantidade já considerável de igrejas dissidentes.
Mais uma vez reforço minha afirmação de que não estou apontando este ou aquele grupo como "certo" ou como "errado".

Irmao Sergio permita-me discordar de ti
sei de muitos casais sem liberdade ai no RJ inclusive que ja nos procuraram para iniciar pontos de pregação ai no rio inclusive os irmaos de Jandira ja foram chamados ai no Rio pára assumirem uma igreja fechada pela congregaçao que ja esta funcionando pelo ministerio Jandira entao ja tem uma igreja ai no rio do ministerio Jandira. inclusive no Batismo aqui vieram varios irmaos no Rio.
Há uma estatistica no minimo digna de averiguaçao para cada igreja de 500 membros exixtem pelo menos 10 parados sem liberdade. ou que estao impedidos de congregar

Para cada igreja de 500 membros com mais ou menos 20 aos de abertura ja passaram mais 500 membros que por algum motivo nao estao mais congregango nela. isto daria no minimo o dobro dos membros que hoje a congregaçao crista teria em toda sua historia a metade nao estaria mais nas suas fileiras; desde 1910, ate hoje contando os 100 anos.

isto no geral na congregaçao Crista ha pelo menos 10% de parados e sem liberdade na igreja daria mais ou menos 400 mil almas; de um total geral.

Esta estatistica pode ser aplicada a qualquer igreja nao so a congregaçao crista;
avatar
Genesis

Mensagens : 150
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 67
Localização : Sao Paulo Capital

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HÁ UNIDADE NA CONGREGAÇÃO (CCB)? O QUE ACHAM?

Mensagem  Sergio Teixeira em Dom Jul 03, 2011 11:32 am

Prezado irmão, continuo afirmando que há números mal dimensionados em toda essa história.
Aqui no Rio de Janeiro houve um caso, na região do Grande Rio de Janeiro onde os pouquíssimos frequentadores de uma igreja, aliados a seu cooperador, como que se apossaram dela.
Porém seja notório o fato de que ali a "pregação da palavra" mais se ocupava em combater a Congregação que propriamente edificar almas.
E esse é o único caso, o qual chegou à internet de forma bastante alarmante e pejorativa, mas ninguém se preocupou em apurar a verdade dos fatos.
Aliás, tem sido mais fácil para alguns aceitar gratuitamente a peita do que buscar ouvir ou conhecer todos os lados de uma questão.
Se temos de julgar alguma coisa, que isso seja feito debaixo da misericórdia e da justiça de Deus.
De outra forma, será conveniente nos abstermos de julgar.
Tenho certeza de que o irmão entende isso.
Basta portanto ver a relação dos anciães que ali compareceram para o tal fechamento: São todos mansos, humildes e amorosos, bem queridos de toda a irmandade.
Não são pessoas arrogantes, ou que desejam "tomar o poder para si", que "dão carteirada na irmandade", nada disso.
São servos de Deus bastante atenciosos, acessíveis a qualquer "irmãozinho de banco", e que podem ser facilmente encontrados.
E como conhecer a verdade? Perguntando a um e a outro que congreguem nos arredores da mesma localidade. Isso dentro e fora do ministério, para que não tenhamos respostas tendenciosas.

Por outro lado, o número de casais sem liberdade por aqui felizmente ainda não é tão grande que possa justificar a abertura de uma igreja, qualquer que seja a denominação (se depender do dízimo, o pastor morrerá de fome)...
Também convenhamos: Para que o ministério (de uma forma geral) tenha de intervir na vida de um casal, é necessário que este tenha praticado algo de grande notoriedade, não é mesmo?
Por aqui, sei que existem admoestações iniciais ao casal, e que a sua inobservância poderá ensejar a perda de liberdade.
E normalmente essas admoestações têm sido suficientes para acabar com determinados problemas.
Mesmo assim, alguém de coração mais endurecido acaba recalcitrando e ficando sem liberdade. De forma alguma essa perda de liberdade - pelo menos aqui no Rio de janeiro - é motivada por "vingança", "perseguição", "marcação" ou coisa assim.

Portanto, minhas palavras servem até mesmo de advertência para o ministério de Jandira para que não venha a cometer nenhum ato impensado baseando-se apenas na narrativa de uma ou duas pessoas cujo evidente interesse não é o de reunificar a obra, porém de obter alguma satisfação pessoal, vingança talvez.
Eu mesmo jamais faria uma igreja baseada em uma membresia que tenha basicamente ódio em seus corações.
Portanto, que os irmãos de Jandira - que são espirituais - orem e busquem a guia perfeita de Deus antes que venham inadvertidamente a criar serpentes para picar-lhes as mãos e além de tudo dar mau testemunho da Fé Cristã.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HÁ UNIDADE NA CONGREGAÇÃO (CCB)? O QUE ACHAM?

Mensagem  izaias em Dom Jul 03, 2011 12:26 pm

HÁ UNIDADE NA CONGREGAÇÃO (CCB)? O QUE ACHAM?
GAITA em Sex Jun 24, 2011 3:02 pm

Primeiro, vamos saber sobre unidade: qualidade do que é único, do que não se pode dividir; homogeneidade, uniformidade, identidade, união, coesão.
A Congregação Cristã no Brasil é uma doutrina espiritual formada por um corpo de membros diversos, homens e mulheres de todas as nações e confins da Terra. Neste ponto falando materialmente no formato (conjunto de membros), ela pode sim ser dividida, mesmo porque a própria Bíblia Sagrada, a palavra viva do DEUS todo poderoso diz isto:

Mateus 22 (14) Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.

Os escolhidos atendem todas as exigências.
Esta frase foi dita por Jesus Cristo, dando como referencia a parábola das bodas. Dizendo que certo Rei celebrou as bodas do filho e convidou os seus súditos; preparou o jantar, matou bois, e estava tudo pronto. Porém não fizeram caso do convite, uns foram trabalhar e outros a lugares diversos, alguns até se apoderaram dos servos os ultrajaram e os mataram.
O Rei se encolerizou e disse: As bodas na verdade, estão preparadas, mas os convidados não eram dignos.
Percebemos aqui que não havia unidade entre os súditos.
Mandou então convidar todos quantos encontram tantos maus, como bons e a festa nupcial, ficou cheia de convidados.
Voltando aos dias de hoje, percebemos grande demanda de pessoas que não se importam com o convite para frequentar os cultos nos templos da CCB, outros aparecem, mas não permanecem, alguns até se batizam, porém param não seguem com os demais. Outros, vão para outras doutrinas. Isto é perfeitamente normal em um País democrático como o nosso, onde temos o direito de ir e vir, falar e sermos ouvidos.
Inclusive percebemos hoje em dia, muitos do ministério se rebelando, desligando-se e implantando novas denominações.
Isto é perfeitamente normal ninguém é obrigado (materialmente) permanecer onde não se sente bem.
No tocante ao que ser refere ao ponto Espiritual, temos que entender que a vontade de DEUS é uma só: única.
Não pode haver divisão, ou servimos a DEUS ou ao Diabo.

Mateus 6 (24) Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.
Esta frase também dita por Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo se refere às pessoas com olhos bons “saudáveis”, aquela cuja intenção é servir a DEUS e não a Mamom (o deus do dinheiro), usado aqui para indicar todo o sistema do materialismo.
A pessoa com os olhos maus é egoísta, ambiciosa e mesquinha.
A vida da pessoa com os olhos bons é cheia de luz, significado e objetivo; a da outra é fadada à escuridão, sem significado.
Nosso DEUS e pai, tanto quanto nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo não querem que a sua obra na terra seja dividida:

João 17 (20) E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim; (21) Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. (22) E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que seja um, como nós somos um. (23) Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tens amado a eles como me tens amado a mim. (24) Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste; porque tu me amaste antes da fundação do mundo.


Jesus Cristo veio para unir, formar a união dos povos em uma só fé, uma só promessa.
Estas frases neste capitulo e versículos, Jesus disse no momento derradeiro de sua estada nesta terra, em seus momentos finais, Jesus ora pela unidade de todos os crentes das gerações subsequentes.
A unidade que ele pede não é uma unidade organizacional, mas sim espiritual, que será manifestada visivelmente na vida da Igreja e testemunhará sobre a missão divina de Cristo. A unidade alcançará sua consumação no céu.
Exatamente por isso existe a Santíssima Trindade em um só, DEUS o Pai, Jesus Cristo o filho e o Espírito Santo o consolador que ficou no lugar de Jesus quando este subiu ao céu para nos preparar lugar. João 14 (3).

A Santa Ceia, instituída por Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, tem exatamente este significado, união; ao participarmos todos os anos significa estarmos unidos com Ele através do pão (corpo) e do vinho (sangue) como está escrito:
I Coríntios 10 (16) Porventura o cálice de bênção, que abençoamos, não é a comunhão do sangue de Cristo? O pão que partimos não é porventura a comunhão do corpo de Cristo?
Receber o cálice é participar do sangue de Cristo, e o partir do pão é participar de seu corpo. O mistério envolvido na refeição do conserto vai atém do relacionamento de Cristo com o individuo. Aqueles que participam da refeição do conserto também são unidos no corpo e sangue de Cristo.
avatar
izaias

Mensagens : 165
Data de inscrição : 12/05/2011
Idade : 66
Localização : Capital - São Paulo - SP

Ver perfil do usuário http://izanor@ig.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HÁ UNIDADE NA CONGREGAÇÃO (CCB)? O QUE ACHAM?

Mensagem  Sergio Teixeira em Ter Jul 05, 2011 4:03 pm

Prestemos atenção:

Para "servir ao Diabo", não é rigorosamente necessário escolhermos um lado, uma facção.
Basta que nos deixemos envolver em paixões humanas, em vaidades, em politicagem.
Em achar que nós somos os detentores de toda a razão, que somos nós os certinhos, os bons moços.
Este é o principal perigo que o Cristão corre nos dias de hoje, pois já não lutamos mais contra a carne nem contra o sangue, porém contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.
Nosso coração, nossa casa, nossa família, nossa igreja são esses lugares espirituais.

Não deixemos portanto que a semente do desamor nos alcance e que aja em nós, já que não podemos evitar que outros se deixem espontaneamente contaminar por ela.

Lembremo-nos de que a semeadura é livre, mas a colheita será obrigatória; E que se plantarmos amor colheremos amor, se plantarmos ódio e dissenção será exatamente isso que colheremos.

Para muitos a Igreja-Congregação está sendo mais importante que os ensinamentos do Cristo.
Portanto, é mais que chegado o tempo de revermos nossos conceitos e sobretudo de não perdermos a nossa Fé por causa de terceiros.
A salvação é individual. Assim temos aprendido.
avatar
Sergio Teixeira

Mensagens : 1144
Data de inscrição : 12/05/2011
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HÁ UNIDADE NA CONGREGAÇÃO (CCB)? O QUE ACHAM?

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum